Para que serve a Telemedicina?

Por Dr. José Aldair Morsch, 22 de outubro de 2015

Quando surge a pergunta: para que serve a Telemedicina? Precisamos analisar vários segmentos da sociedade em que ela está inserida.

Como seria um mundo sem todas as inovações tecnológicas que começaram a se intensificar depois da Revolução Industrial?

Certamente todos os setores sofreriam as consequências de um mundo retrógrado, mas a medicina seria um dos principais.

Foi a tecnologia que possibilitou o nascimento da Telemedicina, que permite a comunicação de médicos entre si e deles com os pacientes mesmo estando a quilômetros de distância.

Respondendo de forma direta para que serve a Telemedicina

É uma especialidade dentro da Telessaúde que assume integralmente a responsabilidade de fornecer um ambiente digital em nuvem para receber os exames enviados de pontos que não tem especialistas e fornecer os laudos médicos feitos por especialistas logados em tempo integral.

Solicite um orçamento

A Telemedicina é global, o que perderíamos sem isso?

Então, como seria um mundo sem a Telemedicina?

Para começar, seria impossível que um médico brasileiro pudesse trocar experiências e pedir opinião para um especialista norte-americano, por exemplo.

Os conhecimentos em medicina ficaram restritos aos territórios onde foram desenvolvidos e muitos pacientes seriam privados deles.

Interpreta exames complexos enviados de lugares remotos

Além disso, antes da Telemedicina, os médicos de cidades interioranas também tinham grandes dificuldades de fazer diagnósticos complexos de seus pacientes. Um eletroencefalograma seria um exame impensável e isso poderia fazer com que muitas pessoas desenvolvessem determinadas doenças sem saber disso e sem ter a chance de fazer um tratamento adequado.

A Telessaúde trouxe atendimento global e exames médicos através da Telemedicina

A Telessaúde sempre é chamada quando se trata de atendimento pleno na saúde, que vai desde a monitorização de pacientes crônicos á cursos para médicos, paramédicos e cuidadores em qualquer lugar do planeta.

A Telemedicina é a ferramenta exclusiva para realizar os exames via internet. Já imaginou não dispor desses recursos?

Quero saber mais sobre Telemedicina e Telessaúde

Hoje, o paciente pode fazer um exame no centro de saúde mais próximo da sua casa e receber o laudo médico de um profissional de outra cidade ou até de outro país, por meio das telecomunicações e tecnologias da informação.

Quero saber mais sobre exames á distância

Outro problema era o custo para fazer um exame como o eletrocardiograma e o eletroencefalograma, por exemplo, e também para fazer os tratamentos necessários após o diagnóstico.

Os próprios convênios eram mais escassos. Todos esses obstáculos envolvendo a saúde, se não foram completamente resolvidos, foram amenizados pela Telemedicina, beneficiando milhões de pessoas.

Hoje, tornou-se possível a interpretação de exames a longas distâncias e não apenas isso: médicos podem trocar experiências sem precisarem se encontrar pessoalmente e discutir opiniões que possam levar a um diagnóstico mais preciso.

A tendência é que a Telemedicina possa se desenvolver cada vez mais, para alcançar um grande número de pacientes que precisam desse recurso.

Ninguém duvida da união da inteligência artificial, robótica e integrações de aplicativos que conseguem atender mais de 90% dos pacientes. Isso foi provado nos Estados Unidos, onde os convênios já disponibilizam a pré-consulta por aplicativo antes de marcar uma consulta presencial, reduzindo muito a burocracia.

Mais um detalhe importante é a respeito da vertente educacional da Telemedicina, que consiste na educação continuada para médicos e demais profissionais da saúde.

Antes dela, os cursos de capacitação e especialização eram todos totalmente presenciais, o que os tornava inviáveis para algumas pessoas que não conseguiam encontrar tempo entre os atendimentos em diversos hospitais e clínicas.

Hoje, é possível estudar com muito mais flexibilidade de horário e local, o que tem possibilitado profissionais cada vez mais qualificados. Sem levar em conta a economia de transporte, hospedagem, inscrições e tempo perdido em todas essas fases.

O sistema Público necessita da Telemedicina

Isso tudo sem contar que, antigamente, também não havia apoio do governo, o que complicava ainda mais a vida de quem não tinha condições financeiras de pagar um plano de saúde ou atendimentos particulares. As redes de telemedicina Públicas estão reduzindo muito as filas de atendimento.

Juntando todas essas questões que foram levantadas aqui, você consegue ter ideia de como era a saúde e a qualidade de vida antes da tecnologia se aliar com a medicina?

O maior benefício do uso da Telemedicina

E essa aliança é benéfica especialmente para as clínicas que não contam com certos especialistas, mas que agora podem encaminhar seus pacientes para exames precisos, porque a interpretação e os laudos médicos podem ser disponibilizados via internet, graças à Telemedicina.

A plataforma de Telemedicina recebe exames de todas as especialidades e os respectivos médicos de cada área acessa o sistema de onde estiver usando a internet e conseguem interpretar e liberar os laudos médicos em minutos. Isso literalmente salva vidas!

Um grande exemplo de como a tecnologia pode melhorar e salvar vidas!

Compartilhe o assunto com seus amigos! Deixe seu e-mail no espaço ao lado, assim você receberá novidades em sua caixa de e-mail regularmente!

Dr. José Aldair Morsch – Cardiologista – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp