Aparelhos médicos em comodato na Telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 11 de março de 2016
aparelhos médicos em comodato

A Telemedicina vem trabalhando com aparelhos médicos em comodato e com isso tem melhorado a saúde e a qualidade de vida de pessoas que moram mais afastadas dos centros urbanos.

Ao permitir que elas tenham acesso a exames médicos precisos e com diagnósticos de especialistas sem a necessidade de deslocamento.

Graças a essa vertente, clínicas localizadas em zonas rurais ou comunidades pequenas que não contam com médicos especialistas (ou em número insuficiente para atender à demanda) e sem condições de comprar os equipamentos, podem se beneficiar dessa facilidade.

É possível realizar os exames e enviar usando a internet para uma plataforma em nuvem de Telemedicina para serem analisados por profissionais de outras cidades ou estados, garantindo laudos médicos confiáveis.

Solicite um orçamento

A Telemedicina fornece aparelhos médicos em comodato  para a Medicina do Trabalho

Uma das áreas nas quais a Telemedicina atua é na medicina ocupacional, voltada para assegurar a qualidade de vida dos colaboradores em seus respectivos ambientes de trabalho.

Esse setor começou a crescer no Brasil a partir da década de 50 com mais intensidade, graças aos avanços no processo de industrialização do país e às leis trabalhistas, elaboradas, entre outras coisas, para evitar que trabalhadores desenvolvam doenças ou sofram acidentes associados às suas atividades profissionais.

Como funciona a oferta de aparelhos médicos em comodato?

Para as clínicas que oferecem serviços de medicina ocupacional, o comodato de aparelhos médicos pode ser uma excelente alternativa para cortar custos e garantir um atendimento de qualidade aos pacientes.

O comodato consiste essencialmente no empréstimo de aparelhos, sem custo algum, regulado por um contrato firmado entre a clínica e a empresa fornecedora.

O Código Civil por trás do Comodato

Por meio desse sistema, o estabelecimento médico pode reduzir drasticamente os custos com a compra de aparelhos e não sofre prejuízo algum em relação à qualidade.

O comodato é reconhecido pelo Código Civil Brasileiro, portanto, é uma alternativa legalizada e quem investe nela conta com amparo.

Pela lei, trata-se de um contrato de empréstimo gratuito.

Assim, aquele que toma emprestado (comodatário) pode usufruir integralmente do objeto em questão, mas tem a obrigação de restituir ao que emprestou (comodante) ao final do prazo previamente estabelecido.

A interpretação dos exames usando a Telemedicina

Com o comodato, as clínicas de medicina ocupacional não terão problemas em ter os aparelhos corretos para os exames.

No entanto, ainda pode ser que falte a figura do médico especialista para oferecer as orientações aos técnicos e demais médicos e mesmo para avaliar os exames e emitir os laudos médicos para os pacientes e empresas.

É nesse ponto que entra a Telemedicina!

Como funciona na prática a entrega de aparelhos médicos em comodato?

Tendo os aparelhos, os exames podem ser realizados por um técnico da clínica e os resultados encaminhados para uma plataforma em nuvem de Telemedicina onde um especialista faz a interpretação e libera os laudos médicos pela internet. Esse especialista pode ser de qualquer parte do mundo!

Ele irá interpretar os exames e disponibilizar na área de trabalho da clínica, que poderá imprimir o resultado, salvar no computador e passar para o paciente e para a empresa.

Como é relativamente comum que clínicas de medicina ocupacional sejam de um porte menor, esse tipo de solução é muito interessante para baratear os custos de manutenção do espaço sem que os pacientes paguem por isso.

Quais aparelhos médicos em comodato eu posso receber?

Praticamente é possível contratar todos os equipamentos, tudo vai depender do tamanho e estrutura de cada Clínica.

Normalmente o cliente contrata aparelhos pequenos, que serão aproveitados para exames comuns como Eletrocardiograma, Eletroencefalograma, Espirometria. Conforme vai aumentando a demanda de exames o cliente acaba contratando outros exames como densitometria óssea, radiologia, etc…

Exames rotineiros na Medicina Ocupacional

Por uma questão de curiosidade, relato aqui alguns exames realizados em pequenas Clínicas de Medicina Ocupacional:

  • Eletrocardiograma
  • Eletroencefalograma Ocupacional
  • Espirometria Ocupacional
  • Campimetria
  • Audiometria Ocupacional

Portanto, tanto a Telemedicina quanto o sistema de comodato são claras demonstrações de que a passagem do tempo e os avanços tecnológicos estão sendo positivos para a medicina, permitindo que ela se torne mais democrática, como deve ser.

Pouco a pouco, todas as pessoas poderão ter um bom atendimento, independente de onde residam, afinal, isso é um direito.

Compartilhe com seus amigos nas redes! Não esquece de assinar nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch – Cardiologista – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp