O Portal de Telemedicina Morsch fornece o laudo médico mais rápido!

Por Dr. José Aldair Morsch, 2 de maio de 2017
portal de Telemedicina

A tecnologia e a medicina estão caminhando juntas. A evolução trouxe uma nova especialidade para as nossas vidas, o portal de telemedicina, que é capaz de assumir o atendimento dos pacientes e o laudo médico a distância com a mesma qualidade de um atendimento presencial.

Antigamente, quando as pessoas procuravam o auxílio de um médico, viviam um roteiro que compreendia a ida ao médico, a consulta, a ida a um laboratório para fazer os exames, uma segunda ida ao laboratório para buscar os exames e uma derradeira viagem para ouvir do médico o diagnóstico.

A tecnologia surgiu para fazer com que essa “andança” se torne totalmente desnecessária. Cabe ao médico que se interessa não só pela saúde, mas também pela qualidade de vida e conforto do paciente, procurar a melhor forma de usar essa tecnologia para beneficiar aqueles que se põem sob seus cuidados profissionais.

A solução tecnológica que otimiza este processo chama-se: telemedicina. É um processo que envolve tecnologia da informação e profissionais de saúde num esforço para que o processo de realizar exames médicos e laudar exames à distância, aconteça de forma rápida, beneficiando a todos os envolvidos.

Solicite um orçamento

Como funciona um laudo médico a distância

O paciente, sem dúvida alguma, ganha em pelo menos dois aspectos. Em primeiro lugar, o tempo que levará para conhecer o diagnóstico e iniciar o tratamento será reduzido.

Em segundo lugar, irá economizar tempo e esforços, podendo, em todo esse processo, ser obrigado a fazer um único deslocamento, dependendo da profundidade com que os recursos da telemedicina tenham sido incorporados pelo seu médico.

Para entender como tudo isso acontece, é preciso entender como funciona portal de Telemedicina com uma plataforma de telemedicina.

Antes, porém, é fundamental trazer ao assunto o advento da telessaúde, de modo a deixar claro o que há de comum e o que diferencia as duas disciplinas.

A telemedicina e a telessaúde são duas disciplinas gêmeas, herdeiras da evolução das telecomunicações e da tecnologia da informação. Enquanto a telessaúde é o conjunto de serviços médicos prestados a distância, utilizando-se de recursos tecnológicos, a telemedicina é a aplicação desses recursos e de ferramentas tecnológicas exclusivas, orientados para exames e diagnósticos.

A principal afinidade entre as duas disciplinas é o enfrentamento de barreiras impostas pela distância, gerando, através dos resultados desse enfrentamento, enormes ganhos de produtividade e eficácia para as partes envolvidas no processo de atendimento de saúde, seja ele público ou privado.

Como o Portal de Telemedicina auxilia no laudo médico

Pontuados os aspectos que assemelham e diferenciam a telemedicina da telessaúde, o passo seguinte é mostrar o que é uma plataforma de telemedicina e como funciona.

Para compreender o que é um Portal de Telemedicina, o melhor caminho é fazer uma pequena abordagem histórica, conceitual e funcional.

A Telemedicina é herdeira do conceito de teleatendimento, cujo escopo consiste em um sistema de telefonia complexo, alimentado por satélite, um sistema de captura e distribuição automática de ligações, uma plataforma de atendimento e um serviço específico a ser prestado.

Esse sistema de teleatendimento evoluiu para a plataforma digital, que surge como produto da evolução da tecnologia digital e da massificação do uso da internet, através da tecnologia de banda larga.

No atendimento digital, o cliente troca a ligação pelo acesso à internet, através de desktops ou tecnologias móveis, o que lhe confere a possibilidade de usar o serviço de qualquer lugar e a qualquer hora.

Para quem oferece o serviço, há um óbvio ganho em termos de redução de custos, embora haja um custo de desenvolvimento. O mesmo acontece com o cliente, que deixa de ter o custo com a ligação e passa a interagir diretamente com a empresa, sem a necessidade de intermediários.

Um cenário atual se apresenta nos Estados Unidos com um novo convênio que oferece ao paciente a consulta via teleconferência por smartphone, tablet ou computador antes de marcar uma consulta presencial.

A startup que desenvolveu esse modelo de telessaúde já tem seu capital avaliado em bilhões de dólares por trazer um lucro extraordinário ao convênio. Como assim? No momento que o paciente é atendido por teleconferência, mais de 90% das vezes seu problema é solucionado sem precisar consulta presencial ou internação.

É importante essa abordagem porque ficará mais claro que há uma ótica que não pode ser desprezada, sobretudo pela saúde privada, que é a ótica dos negócios, que compreende, de forma inevitável, a preocupação com a redução de custos e a satisfação do cliente, que são dois aspectos fundamentais para aumentar a margem de lucro.

Até mesmo no caso dos governos, não se pode desprezar a capacidade que tem a telemedicina, aliada à telessaúde, de aumentar a capilaridade do serviço médico, otimizando os esforços profissionais.

O importante aqui é demonstrar, através da contextualização, o que é a telemedicina a partir dos benefícios buscados e conseguidos em outros segmentos econômicos.

Os sistemas de TI, capazes de armazenar informações e disponibilizá-las de forma refinada e direcionada aos diversos setores da empresa, se adaptam ao meio digital.

Contribui para isso a peculiaridade do sistema de atendimento, voltado para que todos os canais de contato e postos de trabalho tenham uma visão única do atendimento, de modo que qualquer profissional possa dar sequência ao que foi iniciado por outro.

A plataforma de telemedicina é precisamente isso. Em sua forma mais sofisticada, consiste num conjunto composto por aparelhos de exame portáteis de alta precisão, um portal de telemedicina, profissionais médicos especialistas, um software de captura, armazenamento, envio e acesso às informações e, claro, um sistema de internet.

Como funciona a Plataforma dentro do Portal de Telemedicina para disponibilizar o laudo médico

O paciente pode ir ao consultório ou à clínica, assim como pode receber em casa um profissional de saúde, dependendo da necessidade imposta por sua condição.

Esse profissional faz o diagnóstico clínico do paciente, se for o caso, e/ou realiza o exame com os aparelhos que são disponibilizados para os médicos ou instituições médicas, conectam esse aparelho a um computador e transferem os dados para a plataforma digital, através do portal de telemedicina, que é por onde os acessos aos serviços são disponibilizados.

Uma vez que as informações estão armazenadas, elas estarão disponíveis para os especialistas conectados através do portal de telemedicina à plataforma. São esses especialistas que irão analisar os exames e despachar o laudo médico.

Este laudo ficará disponível na plataforma para os profissionais envolvidos no atendimento. O ponto a ser salientado é que todo esse processo pode acontecer até em minutos, ao contrário do formato tradicional, quando, do primeiro ao último passo, esse processo levaria dias.

Além dos ganhos já enumerados com a redução do tempo, há também a possibilidade de um ganho de qualidade, a partir do momento em que, ao integrar diversos médicos através da plataforma de telemedicina, o sistema estará oferecendo a possibilidade de esses médicos interagirem acerca do material disponível.

Modelo de sucesso na Telessaúde para o laudo médico

A Telemedicina Morsch é um modelo de sucesso no exercício da telemedicina, capaz de levar aos seus clientes todos os benefícios dessa nova disciplina, capaz de revolucionar a atividade médica e proporcionar melhores resultados econômicos tanto no setor privado quanto no setor público.

O tempo decorrente entre o exame e a emissão do laudo médico pode ser de apenas 30 minutos, propiciando um maior número de atendimentos médicos, sem detrimento da qualidade, aliado à redução do tráfego de pacientes nas instalações físicas, maior satisfação dos clientes, maior retenção e fidelização e, consequentemente, o aumento da lucratividade de clínicas e consultórios.

A expectativa da Telemedicina Morsch é atender o setor público, proporcionando ganhos de qualidade, maior abrangência, redução de custos e o fim das filas nos centros de atendimento, que tanto vilipendiam a população mais carente, que não pode ter acesso aos serviços de saúde privados e aos convênios médicos.

Esse efeito, na medida em que houver a expansão da telemedicina, se estenderá também aos estabelecimentos privados, onde, não raro, a alta demanda faz com que o serviço se deteriore e a demora se torna crítica na vida de pessoas que pagam para ter um atendimento de melhor qualidade.

Não é por acaso que o Brasil, desde o início do século XXI, vem investindo em pesquisa, desenvolvimento e implementação de postos de telessaúde, revelando que, na medida em que a confiança nesse modelo de atendimento aumente, a tendência é de que a telemedicina se consolide como verdadeira cultura incorporada ao sistema público e privado de saúde.

Uma verdadeira revolução são os carrinhos de telemedicina, equipados com os mais diversos aparelhos, gerando uma verdadeira estação de atendimento, capaz de realizar a captura, a transferência e o armazenamento das imagens.

São dotados com recursos de videoconferência, que propiciam a realização de debates em tempo real entre profissionais, com a finalidade de conferir maior precisão aos diagnósticos.

Esse tipo de equipamento é capaz de qualificar o atendimento em regiões remotas ou mesmo encurtar pequenas distâncias e otimizar o atendimento. Isso é possível porque a tecnologia pode ser operada por enfermeiros e auxiliares de enfermagem, não estando restrita aos médicos.

A Telemedicina Morsch oferece todo o treinamento necessário para que o serviço seja prestado com a máxima segurança, sob supervisão dos médicos.

Outro avanço são as UTIs remotas, que permitem ao médico monitorar vários pacientes em locais diferentes. Os operadores, também chamados intensivistas, são treinados para usar o equipamento.

Estudos mostram que o retorno médio para cada dólar investido em telemedicina é de aproximadamente dois dólares, ou seja, em torno de 100%.

Um usuário do programa de telecardiologia em uma região de baixa acessibilidade calculou que a economia com o uso desse modelo de atendimento foi de R$ 240 mil, em seis meses, durante os quais o serviço foi monitorado.

A isso soma-se o benefício direto e inestimável para os pacientes.  Com o programa de telecardiologia, 75% dos pacientes com problemas cardíacos foram tratados sem precisar deixar suas comunidades.

A telemedicina, em termos globais, não para de apresentar números expressivos. Movimentou, em 2011, US$ 11,6 bilhões, com previsão de US$ 27,3 bilhões, prova cabal de que o mercado está em expansão, o que só é possível pelo entendimento de que os benefícios da telessaúde e da telemedicina são reais e relevantes.

Rotina do laudo médico no Portal da Telemedicina Morsch

Na Telemedicina Morsch, a tecnologia de uso local, para a realização de exames e transferência de imagens é oferecida em regime de comodato aos clientes.

Um técnico de enfermagem opera o equipamento e realiza o exame, fazendo a digitalização, seguida do login no portal de telemedicina e envio para a plataforma, onde é redirecionado para os especialistas que estão logados no sistema.

O especialista faz a análise das imagens e redige o laudo, que fica disponível para impressão ou envio por e-mail ao médico responsável pelo paciente.

Os exames e o laudo médico ficam disponíveis no sistema para outros profissionais, que também possuem cadastro e senha.

Caso, em algum momento, não seja possível o envio dos exames, as imagens podem ficar arquivadas no próprio computador até que seja possível enviá-las à plataforma.

São Camilo reduziu custos da clínica e aumentou mais de 3000% a realização de exames com a Telemedicina Morsch!

Quanta novidade! Gostou? Compartilhe!

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Grande abraço! 😉

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp