Laudo digital: como funciona a assinatura digital nos laudos online

Por Dr. José Aldair Morsch, 31 de dezembro de 2018
Laudo digital: como funciona a assinatura digital nos laudos online

O laudo digital cumpre um papel essencial para ampliar o acesso à saúde.

Afinal, a partir desse documento, mais exames podem ser disponibilizados à população, mesmo em unidades distantes dos grandes centros.

Um eletrocardiograma digital com laudo, por exemplo, tão importante para investigar e acompanhar doenças cardíacas, não poderia ser oferecido sem contar com um médico especialista no local para a análise dos resultados.

Isso muda a partir da regulamentação da telemedicina no Brasil, que tem entre seus serviços justamente o laudo digital.

Neste artigo, vou apresentar um guia completo sobre esse documento médico que traz as conclusões médicas sobre diferentes exames.

Solicite um orçamento

Você vai descobrir o que é assinatura digital e para que serve, as vantagens do laudo médico online e também quais especialidades se favorecem dele.

Se o assunto é de seu interesse, não deixe de acompanhar até o final.

Boa leitura!

O que é laudo digital?

O que é laudo digital?

O que é laudo digital?

Laudo digital é um documento de existência apenas eletrônica, utilizado para finalidades diversas.

Assinado digitalmente, possui validade jurídica para ser distribuído e compartilhado por plataformas online, seja na forma de parecer, certidão, relatório, declaração ou certificado.

Nesses formatos, pode ser usado como documento pericial, médico ou laboratorial, por exemplo.

Ao longo deste artigo, vamos nos referir ao laudo digital como documento médico. Ou seja, considerando o seu uso no registro das conclusões médicas a partir da análise e interpretação de exames.

Um laudo médico é o instrumento que apresenta o parecer de um especialista após observação dos dados coletados em procedimentos diversos.

Entre eles, o eletrocardiograma e o eletroencefalograma, que analisam as atividades elétricas do coração e do cérebro, respectivamente.

A sua versão digital, portanto, é aquela que é assinada eletronicamente pelo médico especialista.

E isso pode acontecer de maneira remota, sem exigir a presença do profissional na unidade na qual o exame é realizado. É o que iremos descobrir no próximo tópico.

Como funciona o laudo digital e telemedicina

Como funciona o laudo digital e telemedicina

Como funciona o laudo digital e telemedicina

A telemedicina é uma área da telessaúde que permite dar suporte remoto a diagnósticos médicos, interpretar resultados de exames e emitir laudos à distância.

Para isso, conta com o apoio das chamadas TICs, as tecnologias da informação e comunicação.

Suas ações são regulamentadas no país a partir da Resolução CFM nº 1.643/2002, do Conselho Federal de Medicina, tendo no laudo digital, justamente, uma de suas contribuições mais marcantes à saúde.

Como destacado no início do artigo, esse é o documento que amplia o acesso de brasileiros a importantes exames.

Para entender melhor essa afirmação, confira como funciona o laudo digital à distância no passo a passo a seguir:

  1. Um médico, técnico de enfermagem ou radiologia acompanha o paciente durante a realização do exame
  2. Os dados são coletados por um aparelho digital, responsável por encaminhar as informações a um computador
  3. Dali, elas são disponibilizadas em uma plataforma de telemedicina, sendo armazenadas em nuvem, o que permite o acesso online de qualquer local com conexão à internet
  4. A partir de login e senha próprios, o médico da empresa de telemedicina ingressa na plataforma e observa os dados do exame e do paciente
  5. Esse especialista, então, interpreta os resultados, registra suas conclusões no laudo e o assina digitalmente
  6. O laudo médico digital fica disponível na mesma plataforma de telemedicina, podendo ser acessado pelo médico solicitante do exame, demais profissionais de saúde e pelo próprio paciente.

Perceba por esse passo a passo que mesmo unidades que não contam com um médico especialista in loco podem disponibilizar exames importantes.

Já citei o eletrocardiograma e o eletroencefalograma, mas também é o caso de uma tomografia computadorizada ou de uma ressonância magnética, entre outros procedimentos.

Imagine um paciente que precisa de uma TC de crânio, mas o hospital mais próximo a ofertar o exame está a 300 quilômetros de distância.

Esse aspecto não seria um problema caso a unidade contratasse o serviço de laudos digitais a distância com uma empresa de telemedicina.

O que é assinatura digital e para que serve?

O que é assinatura digital e para que serve?

O que é assinatura digital e para que serve?

A assinatura digital é responsável por validar e garantir a autenticidade a documentos de existência apenas eletrônica, como é o caso de laudos médicos digitais.

A sua presença garante a aceitação por órgãos públicos e empresas privadas, o que inclui hospitais, clínicas, consultórios e qualquer outra unidade de saúde.

Sem a assinatura, o documento em questão não é válido e as conclusões acerca do exame realizado não podem ser consideradas para fins de diagnóstico e tratamento.

Mas como um laudo é assinado digitalmente?

O uso dessa tecnologia remonta a 2011, quando foi criada a ICP Brasil, Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira, permitindo o seu uso em substituição aos documentos em papel.

Quem assina o laudo possui um certificado digital protegido por criptografía – sistema que oferece alta segurança às informações.

Esse certificado é um arquivo eletrônico que funciona como uma identidade digital do portador, que pode ser um indivíduo (e-CPF) ou empresa (e-CNPJ).

No momento de assinar o laudo digital, o especialista da empresa de telemedicina aciona esse certificado e ele, então, registra eletronicamente no documento a assinatura que garante a sua autenticidade.

Vantagens do laudo digital à distância

Vantagens do laudo digital à distância

Vantagens do laudo digital à distância

Nos tópicos anteriores, você conheceu as características do laudo digital e de sua assinatura eletrônica, o que já trouxe importantes pistas sobre as vantagens que ele oferece.

Mas para deixar tudo mais claro, separei abaixo os principais benefícios dessa tecnologia.

Autenticidade do laudo digital

O laudo digital possui a mesma validade de um laudo médico em papel.

Isso significa dizer que ele é aceito em qualquer unidade de saúde e que as informações registradas nele são garantidas como verdadeiras.

Todo documento acompanha uma chave de acesso que permite checar a sua autenticidade – e isso nos leva à próxima vantagem.

Segurança do laudo digital

Com a autenticidade confirmada, há segurança de que as informações disponíveis no laudo digital são verdadeiras e, assim, correspondem ao exame realizado e ao paciente que se submeteu a ele.

Em outras palavras, não há como falsificar o laudo digital.

Isso representa uma enorme tranquilidade para todos os envolvidos.

Mobilidade e agilidade do laudo digital à distância

Como já explicado, o laudo digital emitido à distância fica disponível em uma plataforma de telemedicina.

A partir daí, pode ser acessado por qualquer pessoa, de qualquer dispositivo conectado à internet, inclusive de forma simultânea por mais de um usuário.

Não é um benefício existente no laudo em papel, por exemplo. Nessas condições, o documento não pode ser analisado ao mesmo tempo pelo médico solicitante, pelo profissional que conduziu o exame e por aquele que analisou os resultados – exceto se todos estiverem na mesma mesa.

A mobilidade do laudo digital permite, por exemplo, que o médico solicitante consulte outro especialista para obter uma segunda opinião. Para isso, basta que ambos acessem a plataforma de telemedicina com seu login e senha.

E sobre a agilidade, cabe destacar que o documento é emitido muitas vezes em tempo recorde, logo após a realização do exame.

No caso da Telemedicina Morsch, isso significa ter o laudo digital disponível em 30 minutos ou, em situações de urgência, até mesmo em tempo real.

Redução de custos

Uma das grandes vantagens do laudo digital para clínicas e hospitais é oferecer, ao mesmo tempo, a possibilidade de reduzir custos e obter novos ganhos.

Como isso é possível?

Para entender, basta calcular na ponta do lápis quanto custa para uma unidade de saúde contratar profissionais habilitados a laudar exames.

Nessa conta, considere que ter apenas um médico no quadro de funcionários é insuficiente para dar conta da demanda, ainda que pequena, pois há plantões, férias e feriados a surprir.

O custo para ter esse reforço na equipe é muito maior do que a contratação de laudos digitais a partir da parceria com uma empresa de telemedicina.

Assim, além de cortar despesas, ter o apoio da tecnologia ainda permite ao estabelecimento de saúde oferecer exames que antes não faziam parte do seu portfólio.

Parceiros da Telemedicina Morsch, por exemplo, podem ter acesso a modernos aparelhos digitais no regime de comodato – cedidos sem custos enquanto são utilizados os laudos online.

Os equipamentos em comodato possibilitam a realização dos seguintes exames:

Quais especialidades se beneficiam com o laudo digital a distância?

Quais especialidades se beneficiam com o laudo digital a distância?

Quais especialidades se beneficiam com o laudo digital a distância?

A partir da telemedicina, a oferta de laudos digitais a distância favorece o diagnóstico, a investigação e o acompanhamento de uma série de doenças.

Dessa forma, podemos resumir seus benefícios a quatro grandes especialidades: cardiologia, radiologia, neurologia e pneumologia.

Vamos conhecer as contribuições da tecnologia em cada uma delas.

Laudo digital a distância na Cardiologia

A avaliação cardiológica a partir do eletrocardiograma (ECG) é apenas uma das possibilidades abertas pelo laudo digital nessa especialidade.

Além do ECG de repouso, existe ainda o ECG de esforço ou teste ergométrico, que analisa a atividade elétrica cardíaca do paciente enquanto ele realiza exercício físico, como pedalar na bicicleta ergométrica ou caminhar ou correr na esteira.

Por sua vez, o holter 24 horas é um ECG de alta duração, que observa os batimentos cardíacos por período prolongado, sendo empregado principalmente na detecção de arritmias.

Já o MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial em 24 horas) investiga casos de hipertensão e hipotensão, realizando medições a cada 15 minutos.

Em todos esses exames, o médico responsável por laudar pode fazer isso remotamente, a partir de uma plataforma de telemedicina.

Laudo digital a distância na Radiologia

Na radiologia médica, o principal exame laudado a distância é o raio x, que se destina a investigar fraturas e anomalias em diversas partes do corpo.

A evolução da tecnologia do raio x levou ao desenvolvimento da tomografia computadorizada, que obtém imagens ainda melhores, inclusive possibilitando registros em 3D.

Sem usar radiação ionizante, a ressonância magnética gera imagens em alta definição e com mais precisão, o que qualifica a observação de diferentes órgãos e estruturas anatômicas.

Ainda na radiologia, não se pode deixar de citar a mamografia, principal exame de rastreamento e detecção precoce do câncer de mama

Também a densitometria óssea, cuja indicação se volta especialmente para a investigação da osteoporose, condição marca pela redução da massa óssea.

Integra ainda a radiologia os exames de medicina nuclear, como a cintilografia e a tomografia por emissão de pósitrons (PET/CT).

Laudo digital a distância na Neurologia

Na neurologia, o laudo digital aparece na interpretação especialmente do eletroencefalograma (EEG) e suas diferentes versões.

Entre elas, estão o EEG clínico (que investiga ou monitora doenças que atingem o sistema nervoso central), o EEG ocupacional (utilizado na admissão de colaboradores para exercerem determinadas funções) e o EEG com mapeamento cerebral (que oferece um estudo mais aprofundado do cérebro a partir de um mapa criado com as imagens captadas).

Vale lembrar ainda que o eletroencefalograma também é empregado na internação de pacientes cuja causa tem relação com doença do sistema nervoso, além do seu uso como parte do protocolo de morte cerebral.

Outro exame em neurologia que se favorece do laudo digital é a polissonografia, que investiga distúrbios relacionados ao sono.

Laudo digital a distância na Pneumologia

Quando o assunto é pneumologia, o principal exame que se beneficia com o laudo digital é a espirometria, que pode ser solicitada tanto para finalidade clínica quanto ocupacional.

Esse é um exame bastante empregado na investigação de doenças respiratórias restritivas ou obstrutivas, como a asma.

Na medicina do trabalho, a espirometria tem realização obrigatória na admissão, avaliação periódica e demissão de trabalhadores expostos a determinadas substâncias poluentes e nocivas.

Também atletas profissionais podem necessitar avaliar a função pulmonar, o que é feito a partir desse exame simples, mas que exige médicos especialistas para a interpretação dos resultados.

Conclusão

Laudo digital - como funciona a assinatura digital nos laudos online

Neste artigo, apresentei o laudo digital, seu papel na atenção à saúde do brasileiro e as contribuições que oferece a diferentes especialidades médicas.

Através da telemedicina, qualquer clínica ou hospital pode ampliar seu portfólio e oferecer às comunidades próximas importantes exames.

Se você deseja reduzir custos e elevar os ganhos com o apoio da tecnologia, aproveite as soluções da Telemedicina Morsch.

Entre em contato para conhecer planos que cabem no seu orçamento e solicitar um teste grátis.

Se preferir, deixe seu comentário abaixo. E não esqueça de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp