O que é MAPA de pressão arterial? Para que serve?

Por Dr. José Aldair Morsch, 21 de junho de 2015
MAPA pressao arterial

O paciente com hipertensão arterial sistêmica precisa saber o que é MAPA de pressão arterial e merece fazer esse exame todo ano.

Pouca gente sabe, incluindo médicos generalistas que a pressão arterial no ser humano tem um comportamento diferente durante o dia e durante a noite.

Fique comigo neste artigo e entenda como tudo funciona.

O que é pressão alta?

para que serve o mapa pressão arterial

Trata-se de uma doença geneticamente determinada que passa de pai ou mãe pra filho, onde os valores medidos durante o dia ficam inferiores a 120/80 mmHg e durante a noite, após as 23 horas os valores reduzem entre 10 e 20%, ficando menos de 110/70 mmHg.

Solicite um orçamento

Ocorre tanto em crianças, por isso o pediatra deve ter todos os tamanhos de aparelhos de pressão arterial ou pedir para consultar com um cardiopediatra e principalmente em pessoas adultas, onde a idade de 45 anos se considera o auge da sua manifestação da doença.

Existe uma regra que usamos na cardiologia, onde 70% dos pacientes com mais de 70 anos possuem hipertensão arterial.

Outro dado interessante é que metade dos diabéticos terão pressão alta ao longo da vida.

O que sentimos quando a pressão está elevada?

mapa de pressão arterial hipertensão

A hipertensão é uma doença silenciosa.

A maioria das pessoas passa anos com níveis elevados de pressão sem saber.

Descobrem que tem a doença quando medem por qualquer motivo, num exame de rotina, numa farmácia, numa campanha de prevenção de doenças.

Alguns com níveis muito elevados de pressão, como 220/120 mmHg, sentem dor de cabeça, principalmente na nuca, tontura, ânsia de vômito, mãos e dedos azulados, pele fria, sensação de mal estar no peito.

Essa condição é rara, não sendo usada como referência para a maioria que não sente nada e está com o mesmo risco de quem sente.

Medir a pressão todos os meses é suficiente para saber se estou bem tratado?

mapa de pressão arterial 24 horas

A resposta é não.

Precisamos saber se a pressão está controlada durante o dia e também dormindo.

A natureza determina que no sono a pressão deve cair entre 10 e 20% para o sistema cardiovascular descansar.

Aparelhos de medição da pressão do tipo aneróide, devem ser calibrados todos os anos e dificilmente fazem isso.

Existe apenas um modelo de aparelho de pressão arterial que não necessita de calibração.

Estou me referindo ao que usa coluna de mercúrio. Usado mais em consultório de hospitais e alguns médicos cardiologistas.

Se for investir na compra de um aparelho de pressão para seu serviço, escolha sempre do de coluna de mercúrio.

O que acontece se não tratarmos da pressão?

o que é MAPA pressão arterial monitoramento 24 horas

O ser humano que permanece com níveis elevados de pressão durante o dia e a noite, tem uma sobrecarga no sistema circulatório que leva a deterioração de vários órgãos.

  • No cérebro ocorre o AVC, que é o rompimento ou a oclusão de uma artéria importante.
  • No coração ocorre o infarto agudo ou o crescimento do coração.
  • Nos rins ocorre a Insuficiência renal crônica que acaba em diálise.
  • No sistema reprodutor ocorre a disfunção sexual.
  • Nos sistema circulatório periférico ocorre as tromboses, varizes, aneurismas.

O que é MAPA?

exame mapa 24 horas

Mapa é a sigla usada para monitorização ambulatorial da pressão arterial em 24 horas.

É instalado um aparelho de pressão arterial automático no braço do paciente que é conectado a um registrador que fica na cintura fazendo medições regulares a cada 15 minutos, durante 24 horas para fazer o mapeamento da pressão no paciente.

Não confunda MAPA e HOLTER

O Holter ajuda no diagnóstico de arritmias e o MAPA serve para acompanhamento da pressão arterial.

O MAPA de pressão arterial mede os níveis pressóricos do paciente a cada 15 minutos, durante 24 horas, para monitoramento da pressão sanguínea, onde usa um aparelho de pressão automático no braço do paciente.

O HOLTER mede o rítmo cardíaco durante as 24 horas do dia, usando um aparelho portátil que registra os batimentos através de eletrodos grudados no peito do paciente.

Para que serve o MAPA de pressão arterial?

exame mapa 24 horas

A pressão arterial obtida no consultório médico é um dado apenas momentâneo e não reflete com fidelidade a pressão arterial e as variações de medidas existentes no dia-a-dia do paciente.

Para o médico, é muito útil saber como se comporta a pressão arterial do paciente durante suas atividades diárias.

Com a mapa de pressão arterial (MAPA) a pressão arterial é automaticamente medida e registrada nas 24 horas do dia, enquanto está acordado e também durante o sono.

O exame MAPA 24 horas analisa o comportamento da pressão arterial durante os vários eventos do cotidiano da pessoa e ainda torna possível avaliar a eficácia de tratamentos anti-hipertensivos, quando é o caso.

Como o aparelho mede a pressão cada 15 ou 30 minutos, ele consegue fornecer ao médico uma realidade de um dia inteiro da pessoa.

O MAPA para medir pressão arterial ajuda a fazer diagnóstico ou acompanhamento de quem já está em tratamento.

O exame quase não apresenta desconforto nem interfere nas atividades rotineiras do paciente, as quais, ao contrário, devem seguir seu curso normal.

A medida da pressão arterial em vários momentos sucessivos do dia do paciente torna possível obter uma visão dinâmica do comportamento pressórico durante a vida do paciente e correlacioná-lo com as suas atividades.

A Mapa de pressão arterial (MAPA) é um exame já incorporado à prática clínica do cardiologista para avaliar e tratar problemas de pressão arterial.

Indicação do MAPA de pressão arterial

  1. Fazer o diagnóstico de pressão alta.
  2. Afastar hipertensão do avental branco.
  3. Afastar efeito do avental branco em quem já trata da pressão arterial.
  4. Saber se a pressão tem descenso noturno no diabético.
  5. Avaliar o efeito do tratamento da pressão arterial durante 24 horas do dia.
  6. Saber se a pessoa tem hipotensão durante o dia ou a noite.
  7. Acompanhar se a pressão arterial não reduz muito durante o dia ou a noite em cardiopatas que usam medicação para a pressão.

Contra-indicação do MAPA de pressão arterial

  1. Pacientes que já possuem a pressão muito baixa, algo inferior a 100/60 mmHg. Neste caso o aparelho pode não medir corretamente.
  2. Presença de arritmias mal controladas. Com a irregularidade no batimento cardíaco, as medidas do aparelho podem não ser precisas.
  3. Níveis muito elevados de pressão arterial. É melhor tratar e depois fazer o exame para não correr riscos.
  4. Pacientes hiperativos. O exame exige parada total das atividades durante a medida, se o paciente se movimentar, fica invalidada a medida.
  5. Portadores de doença de Parkinson. O tremor impede uma medida adequada.
  6. Pacientes com distúrbios cerebelares. Outra situação que inviabiliza a medida pelo movimento.
  7. Pacientes com tiques nervosos.
  8. Crianças que não colaboram com o exame.

MAPA de pressão arterial, como funciona na prática?

mapa 24 horas

O equipamento de monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) consta de um monitor leve e pequeno, colocado na cintura do paciente.

Ele é conectado por um tubo plástico fino a uma braçadeira semelhante às dos aparelhos tradicionais de medição da pressão arterial, a qual deve ser colocada preferencialmente no braço não dominante.

Depois de instalado o equipamento, o paciente deve permanecer com ele durante 24 horas, pelo menos.

O aparelho é programado de acordo com a rotina do médico onde mede automaticamente a pressão arterial a cada 15 minutos e registra a pressão obtida no monitor colocado na cintura.

Após as 24 horas, o monitor é retirado, os dados obtidos são levados a um computador e um programa especialmente construído para essa finalidade elabora um gráfico das pressões registradas.

Quando se deve fazer a Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA)?

A monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) deve ser feita quando se deseja estudar com mais profundidade a pressão arterial ou quando, por qualquer motivo, se suspeita que a pressão medida no consultório médico não seja a mesma que ocorre em outros momentos da vida do paciente.

Ela também pode ser usada para estabelecer a relação entre os eventos, os sintomas e a pressão arterial e para avaliar a eficácia do tratamento da hipertensão.

O exame deve ser feito num dia normal na vida do paciente, evitados acontecimentos extraordinários ou esporádicos e só é contraindicado para pacientes que apresentem valores muito elevados de pressão máxima, arritmias cardíacas ou parkinsonismo.

Não é permitido tomar banho durante o período de tempo em que o equipamento estiver colocado.

Como se preparar para realizar o MAPA?

No dia marcado o paciente deve:

  1. Tomar um banho, visto que ficará 24 horas sem poder se lavar.
  2. Usar uma roupa folgada que será mantida até o dia seguinte.
  3. Se toma medicamentos, respeitar os horários e manter sua tomada.
  4. Não abusar em substâncias estimulantes como chocolate, álcool, cigarro, chás.
  5. Se apresentar no consultório médico 20 minutos antes do exame para instalação do equipamento.
  6. Levar para casa o diário que será entregue na colocação do equipamento.

O que escrever no diário de MAPA?

Exame MAPA 24h

O diário serve para registrar tudo que o paciente sentiu nas 24 horas que ficou com o MAPA registrando sua pressão.

Muitas vezes ficam dúvidas se os sintomas que ocorrem durante o dia se relacionam com os níveis de pressão.

Registrar as atividades principais e o que sentiu ajudarão o cardiologista a descrever se existe relação entre os sintomas e os níveis de pressão registrados.

É importante inclusive não modificar sua rotina do dia para que o exame fique o mais adequado a sua realidade.

Exemplos de atividades registradas no diário do MAPA:

  1. Subi escadas ás 11 horas.
  2. Caminhei por 500 metros ás 21 horas.
  3. Varri a casa ás 17 horas.
  4. Tive dor na nuca ás 13:58 horas.
  5. Tive falta de ar ás 16 horas.
  6. O coração disparou ás 9 horas.
  7. Me emocionei as 18 horas.
  8. Almocei as 13 horas.
  9. Jantei as 20 horas.
  10. Tomei o losartan as 8 horas.
  11. Tomei a hidroclorotiazida as 7 horas.

Resultado do exame MAPA 24 horas

MAPA 24 horas resultado exame

  • Exame realizado para avaliar comportamento da pressão arterial sistêmica com uso de medicação anti-hipertensiva.
  • Procedimento de boa qualidade técnica.
  • Tempo de medição de 24 horas.
  • As médias pressóricas demonstraram presença de níveis elevados de pressão sistólica e diastólica ao longo das 24 horas de monitorização.
  • As cargas pressóricas demonstraram presença de elevações anormais de pressão sistólica e diastólica ao longo das 24 horas de monitorização.
  • O descenso noturno ficou abaixo de 10 %, configurando um comportamento de pressão não DIPPER.

Conclusão: 

Exame anormal.

O tratamento anti-hipertensivo não está conseguindo controlar a pressão arterial ao longo das 24 horas, bem como não está reduzindo suficientemente a pressão durante o sono.

Modelo do laudo de MAPA de pressão arterial:

mapa de pressão arterial

Laudo de mapa de pressão arterial

Minha cidade não tem cardiologista, muito menos esse exame de MAPA

Esse comentário é muito comum em áreas isoladas do País. Os recursos médicos não estão disponíveis para todos.

Pensando nisso, a Telemedicina Morsch desenvolveu uma plataforma em nuvem que recebe exames de qualquer lugar que possua internet.

Os especialistas estão disponíveis nesse sistema online para liberar o resultado do exame na forma de laudo médico em 30 minutos, assinado digitalmente.

Nosso serviço não tem recursos para adquirir o MAPA de pressão arterial.

mapa pressão arterial telemedicina

Para ajudar pequenas clínicas em locais remotos, a Telemedicina Morsch disponibiliza os equipamentos na modalidade de aluguel em comodato.

Isso facilita a vida dos pequenos que precisam de apoio dos especialistas.

Em síntese, a utilização de recursos médicos avançados traz uma melhor qualidade de vida para a população em geral.

A realização de um exame de MAPA anual confere mais segurança no tratamento do hipertenso, mais aceitação da doença e utilização de meios adequados de tratamento que no final trazem menos complicações clínicas e menos gastos tanto para a família quanto para o setor público.

Não podemos esquecer que uma medida de pressão isolada num paciente em tratamento para pressão alta, muito menos aquelas tabelas que usam nas farmácias irão ser suficientes para o real entendimento da doença.

Os aparelhos de pressão arterial dos consultórios públicos e privados dificilmente são calibrados e não refletem com exatidão os níveis reais de pressão do paciente.

Se não ocorrer um descenso noturno de 10 a 20% na pressão arterial, não vai existir um descanso merecido do sistema cardiovascular durante o sono, afinal, até o nosso bobo que trabalha dia e noite merece descanso.

É de fundamental importância que diabéticos, cardiopatas e idosos realizem o MAPA de pressão arterial todos os anos para evitar que a pressão alta traga graves complicações em uma situação onde outras doenças já existam e somadas a hipertensão, deterioram mais rapidamente a qualidade de vida do paciente.

QUERO UM ORÇAMENTO DESSE SERVIÇO

Compartilhe essa matéria com seus amigos nas redes sociais.

Assine nosso blog e receba novidades toda semana no seu e-mail.

Forte abraço e até a próxima!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp