Laudo de Ressonância Magnética na Telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 21 de agosto de 2019
Laudo de Ressonância Magnética na Telemedicina

O laudo de ressonância magnética é um dos principais resultados de exames radiológicos para investigação de doenças complexas.

Seu principal objetivo é permitir a descrição de diferentes partes do corpo humano com nível de detalhamento milimétrico.

Isso acontece por meio do estudo das imagens geradas pelo aparelho de ressonância nuclear magnética.

Neste artigo, você vai conferir tudo sobre o laudo de ressonância magnética e as principais características e benefícios do exame à distância.

Boa leitura!

O que é laudo de ressonância nuclear magnética?

O que é laudo de ressonância nuclear magnética?

O que é laudo de ressonância nuclear magnética?

O laudo de ressonância magnética consiste em um documento médico que resulta da avaliação realizada por um especialista após a realização de um exame de ressonância nuclear magnética.

Estamos falando sobre um método de diagnóstico avançado, que oferece maior assertividade ao tratamento de doenças complexas.

Pense bem: qual seria a melhor forma de visualizar o corpo humano em seu interior?

Muito possivelmente, a primeira resposta que vem à cabeça é: “abrindo-o” – o que faz sentido.

Porém, essa nem sempre é a melhor forma de atuar, principalmente por ser um procedimento difícil, longo, caro e que pode causar muitos danos.

A ressonância magnética é a forma mais próxima de chegar nesse resultado.

Isso porque o aparelho que realiza o exame é conectado a um computador e fornece imagens nítidas e claras sobre o interior do organismo humano.

Atualmente, a ressonância magnética é considerada o melhor exame para diagnóstico por imagem.

Com ele, é possível visualizar imagens com altíssima definição e clareza de órgãos internos.

E tudo isso por meio de um campo magnético que é gerado pelo aparelho de ressonância nuclear magnética e sem emitir radiação ionizante, ao contrário do que ocorre em uma tomografia computadorizada, por exemplo.

História da Ressonância Magnética e sua evolução

História da Ressonância Magnética e sua evolução

História da Ressonância Magnética e sua evolução

O exame de ressonância nuclear magnética foi criado na década de 1970, porém, ele só se tornou popular a partir dos anos 2000.

Isso aconteceu principalmente por conta dos avanços tecnológicos que envolvem a sua realização, uma vez que possibilitaram não apenas o maior conforto do paciente, mas também a redução no seu custo.

Falando mais sobre seu histórico, o primeiro exame de ressonância nuclear magnética realizado em um ser humano foi no dia 3 de julho de 1977.

Na experiência, a geração de apenas uma imagem demorou cerca de cinco horas e, quando comparada com as atuais, é possível perceber a sua baixa qualidade.

A partir de então, muitos foram os esforços para transformar o exame de ressonância magnética em um aliado da medicina tanto no diagnóstico e na investigação por meio da formulação do laudo de ressonância magnética, como no monitoramento de enfermidades já existentes.

Benefícios do exame de Ressonância Nuclear Magnética

Benefícios do exame de Ressonância Nuclear Magnética

Benefícios do exame de Ressonância Nuclear Magnética

O exame de ressonância magnética possui inúmeros benefícios.

A seguir, conheça alguns dos principais:

  • Possibilidade de diagnóstico por imagem de uma série de enfermidades
  • Possibilidade de investigação de patologias cerebrais em primeiro estágio
  • A ressonância magnética não oferece danos ou efeitos colaterais à saúde do indivíduo após a sua realização
  • O exame, além de rápido – possui uma duração de em média 30 minutos -, é totalmente indolor
  • Diferentemente da tomografia, a ressonância não utiliza raio-x (radiação ionizante) para a sua realização.

Quando a Ressonância Magnética é indicada?

O exame de ressonância nuclear magnética é recomendado, especialmente, para a análise detalhada de alguma parte do corpo, como ossos, coração, tórax, vasos sanguíneos, pulmões, cérebro e outras.

Pode ser empregado para identificar doenças neurológicas, por exemplo tais como a esclerose múltipla – em um diagnóstico que muda completamente o futuro de uma pessoa.

Também na observação de tumores no sistema nervoso central, além de ser capaz de identificar problemas na coluna, lesões de tendões, ligamentos e outros.

-> Solicitar orçamento para laudo à distância de exame de ressonância magnética

Laudo de ressonância magnética à distância é possível?

Laudo de ressonância magnética à distância é possível?

Laudo de ressonância magnética à distância é possível?

Como vimos, a ressonância magnética é um exame relativamente recente, mas que consiste em uma das mais avançadas técnicas de diagnóstico por imagem.

Por trazer uma grande variedade de sequências de imagens, porém, acaba sendo um método muito sensível e especializado.

Isso requer que a emissão de seu laudo seja realizada por um profissional especializado e apto para realizar essa análise e leitura.

Ou seja, por um médico especializado na área investigada.

Nesse sentido, a modalidade à distância permite a clínicas e hospitais ampliarem seu atendimento, oferecendo um exame diferenciado sem investir na contratação de profissionais exclusivamente para a laudagem.

Essa é uma tarefa que pode ser delegada a especialistas de uma empresa de telemedicina, solução que oferece os laudos à distância.

Tudo isso sem precisar realizar grandes investimentos, o que diminui o custo da operação e aumenta o leque de serviços ofertados.

Como funciona o laudo de ressonância magnética à distância?

Como funciona o laudo de ressonância magnética à distância?

Como funciona o laudo de ressonância magnética à distância?

A emissão de laudos à distância funciona de forma bastante simples.

Por meio de centrais online e plataformas em nuvem, clínicas ficam 24 horas por dia conectadas à empresa de telemedicina e à sua equipe de profissionais.

Dessa forma, as unidades de saúde realizam o exame com a ajuda de equipamentos digitais, que permitem que os dados coletados sejam rapidamente disponibilizados na plataforma.

Em seguida, o exame é acessado pela equipe de especialistas da empresa de telemedicina, que realizam a análise e elaboração dos laudos e avaliação de diagnóstico.

Finalmente, os laudos são devolvidos à mesma plataforma, assinados digitalmente.

Isso permite que o documento seja visualizado por qualquer pessoa com login e senha ou mesmo impresso, se assim desejar.

É uma característica que oferece agilidade e flexibilidade para o trabalho do médico que solicitou o exame.

Benefícios do laudo de ressonância magnética à distância

Benefícios do laudo de ressonância magnética à distância

Benefícios do laudo de ressonância magnética à distância

Ao conhecer o funcionamento do laudo de ressonância magnética à distância, você já deve ter percebido alguns de seus benefícios.

Mas, para não restar dúvidas, falo mais sobre eles agora, destacando as vantagens para unidades de saúde e para pacientes.

Benefícios do laudo de RM à distância para as clínicas e hospitais

Veja como clínicas, hospitais e os próprios profissionais de saúde se beneficiam do laudo à distância.

1. Os laudos de ressonância magnética ficam salvos na nuvem

A plataforma de telemedicina para emissão de laudos à distância trabalha com a tecnologia de armazenamento na nuvem.

Isso diminui os riscos de perda ou danos aos documentos, além de organizar melhor os arquivos e permitir a busca de informações de pacientes a qualquer momento, de forma fácil.

2. Laudos de RM à distância emitidos 24 horas por dia

Com a parceria de uma empresa de telemedicina e os laudos à distância, a clínica não precisa mais de prazos longos para entregar o resultado final de exames.

Eles saem no mesmo dia, disponibilizados em poucos minutos.

Isso sem falar na vantagem de ter à sua disposição uma equipe de especialistas 24 horas por dia, sete dias por semana.

Independente do horário ou da data, a clínica poderá realizar exames e emitir laudos com rapidez e qualidade.

3. Disponibilidade de segunda opinião médica especializada quando solicitado

Ao utilizar a plataforma de telemedicina para a realização de laudos à distância, a clínica também possui à sua disposição uma equipe de médicos especialistas que podem dar apoio na análise de laudos e uma segunda opinião sobre os resultados.

Significa que, se houver dúvida ou uma necessidade de esclarecimento para um diagnóstico, é só contatar a empresa de telemedicina parceira pela mesma plataforma.

4. Aumento da produtividade sem afetar a qualidade técnica dos laudos

A utilização de laudos de RM à distância permite que os médicos da clínica passem menos tempo fazendo laudos e os direciona exclusivamente para a realização de exames e atendimento aos pacientes.

Isso permite um aumento da produtividade, mas sem que a qualidade técnica dos laudos seja afetada, uma vez que eles são produzidos por uma equipe altamente qualificada.

Benefícios do laudo de RM à distância para os pacientes

Veja, agora, quais são as principais vantagens dos laudos de RM à distância para os pacientes.

1. Resultados rápidos e diagnósticos mais precisos

Como já vimos, o laudo de ressonância magnética à distância permite que as clínicas tenham acesso à especialistas e equipes altamente qualificadas para analisar os exames e entregar os laudos com qualidade e rapidez.

Por meio da plataforma de telemedicina, os exames são enviados para a equipe de especialistas que, em poucos minutos, avalia os resultados e devolve o laudo completo de forma precisa e rápida.

Com isso, o paciente não precisa mais aguardar horas (e até dias) para ter o resultado de um importante exame médico.

2. Disponibilidade da ressonância magnética em cidades remotas sem especialista

São muitas as localidades no país que não possuem médicos especialistas em determinadas áreas ou têm poucos profissionais.

Isso não só gera atrasos, como, em alguns casos, inviabiliza a oferta do exame.

Como consequência, o paciente precisa buscar a solução em outra cidade, por vezes afastada da sua.

É algo que não acontece quando é disponibilizado o laudo de RM à distância.

Ele permite que centros de saúde tenham acesso a especialistas de outras regiões, sendo possível a realização desse exame em cidades remotas sem que haja necessidade de deslocamento físico.

3. Menor tempo de espera para realização do exame

A telemedicina e a emissão de laudos à distância permite uma maior agilidade nos processos, o que faz com que os profissionais de saúde possam atender mais pessoas e diminuir o tempo de espera para a realização de exames.

O tempo é otimizado e pode ser mais bem aproveitado para melhorar a qualidade do atendimento e o relacionamento com clientes.

Pode representar o fim das filas e um apoio no combate à superlotação dos hospitais, o que beneficia muito os pacientes.

Laudo de ressonância magnética ou tomografia: qual o melhor exame?

Laudo de ressonância magnética ou tomografia: qual o melhor exame?

Laudo de ressonância magnética ou tomografia: qual o melhor exame?

A ressonância nuclear magnética e a tomografia computadorizada geram resultados similares.

Porém, a depender do tipo de diagnóstico que se busca, a ressonância costuma ser a preferida pela comunidade médica, uma vez que é um teste avançado e livre de riscos.

Diferentemente da tomografia, a ressonância não é realizada com radiação ionizante – presente no famoso raio-x.

Em seu lugar, o exame é feito com o contraste de gadolínio.

Essa substância, além de trazer maior definição para as imagens, não afeta a função renal do paciente e possui chances mínimas de causar reações alérgicas no organismo.

As imagens geradas pela ressonância magnética também são mais planas, o que faz com que os tecidos e órgãos possam ser analisados com mais detalhes.

Isso faz com que os radiologistas consigam descrever um laudo de ressonância magnética muito mais completo e detalhado, com conclusões sólidas – e sem que haja a necessidade de novos exames.

Exatamente por isso, ele também é o preferido de médicos para o diagnóstico e a investigação de condições cerebrais, uma vez que esse é um órgão com uma quantidade excessiva de particularidades.

Além disso, a ressonância magnética é a mais recomendada para mulheres grávidas e crianças, além de pacientes específicos, que precisam repetir esse tipo de exame em períodos determinados.

-> Solicitar teste grátis de laudo à distância de Ressonância Magnética

Uso da Telemedicina para envio dos exames e recebimento do laudo de Ressonância Magnética

Uso da Telemedicina para envio dos exames e recebimento do laudo de Ressonância Magnética

Uso da Telemedicina para envio dos exames e recebimento do laudo de Ressonância Magnética

A telemedicina tem como uma de suas principais vertentes a telerradiologia.

É a partir dessa especialidade que o laudo de ressonância magnética se consagrou por ser possível de ser realizado à distância.

Isso porque os exames de radiologia – tais como mamografias, raio-x em geral e ressonâncias magnéticas – podem ser analisadas com precisão, agilidade e qualidade por meio de uma central de telemedicina em nuvem.

Com a utilização de uma plataforma de telemedicina, o envio de exames e recebimento de laudos tornou-se possível e mais acessível para diversas clínicas e hospitais.

E isso não fica restrito apenas ao exame de ressonância magnética.

A telemedicina pode ser utilizada para elaboração de laudos à distância de diversos exames.

A seguir, vamos apresentar um exemplo do uso da telerradiologia.

Confira a seguir um exemplo do uso da telemedicina no campo da telerradiologia

Confira a seguir um exemplo do uso da telemedicina no campo da telerradiologia

Confira a seguir um exemplo do uso da telemedicina no campo da telerradiologia

Imagine que você é o dono de uma clínica de radiologia responsável pela realização de ressonâncias magnéticas.

Assim que o exame é finalizado, ela será registrado e enviado automaticamente para uma central de telemedicina.

Essa central fará a interpretação e a análise do exame e, em cerca de 30 minutos, ele será devolvido para a clínica médica já como um laudo de ressonância magnética.

Mas quem fará a análise do exame?

A resposta aqui é simples.

O corpo clínico da central de telemedicina, que é composta por médicos de todas as especialidades (incluindo radiologia e neurologia, no caso da análise de ressonâncias magnéticas).

São esses profissionais que recebem o exame e o avaliam para criar o laudo.

Vale lembrar que as empresas responsáveis por telerradiologia devem ter PACS (Picture Archiving and Communication System – Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens) regulamentados pela Anvisa.

Mas como o laudo de ressonância magnética é fornecido na telemedicina?

Mas como o laudo de ressonância magnética é fornecido na telemedicina?

Mas como o laudo de ressonância magnética é fornecido na telemedicina?

Como vimos, a clínica que contratou o serviço de telemedicina é a responsável pela realização do exame.

Mas, após essa etapa, os arquivos gerados em DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) serão automaticamente enviados para a central de telemedicina.

Em cerca de 30 minutos, eles são analisados por um corpo clínico formado por médicos de diferentes especialidades, que interpreta os arquivos enviados e libera o laudo para a clínica.

Além da rapidez na entrega dos resultados, outro benefício que o cliente possui é não precisar se preocupar com a qualidade do laudo de ressonância magnética online.

Isso porque a plataforma de análise de exames da Telemedicina Morsch é homologada pela Anvisa.

Sendo assim, para laudos com qualidade, agilidade e ótima relação custo-benefício, não hesite em contar com os serviços da Telemedicina Morsch, uma empresa que vem se diferenciado no mercado de modo cada vez mais expressivo.

Como a Telemedicina Morsch pode ajudar a sua clínica no laudo de ressonância magnética

Como a Telemedicina Morsch pode ajudar a sua clínica no laudo de ressonância magnética

Como a Telemedicina Morsch pode ajudar a sua clínica no laudo de ressonância magnética

Levando em conta todos os aspectos apontados neste artigo, o que você ainda está esperando para contratar uma empresa séria, competente e experiente no segmento da medicina que mais cresce em todo o mundo?

Com a parceria da Morsch, você não só poderá ampliar o número de exames oferecidos pela sua clínica médica (por meio do aluguel de aparelhos em comodato para algumas especialidades), como também terá laudos de exames liberados em questão de minutos – mesmo os mais complexos, como é o caso do laudo de ressonância magnética.

Com tantos diferenciais, sua clínica médica poderá se tornar a preferida em relação à concorrência – até porque, possivelmente, ela será a única da cidade ou região a oferecer o serviço de telerradiologia.

Além disso, economia, qualidade e eficiência também são benefícios relacionados à essa novidade do mercado.

Sobre a Telemedicina Morsch

Com uma plataforma de telemedicina intuitiva e uma equipe completa de especialistas nas mais diversas áreas da medicina, a Morsch é a sua parceira ideal.

Com clientes nos mais diversos cantos do país e dos mais diferentes portes, a empresa possui um sistema que funciona 24 horas por dia.

Isso garante maior agilidade na entrega de laudos com toda a comodidade e eficiência de uma plataforma à distância, sem deixar de atender à legislação brasileira.

Além do laudo à distância de ressonância magnética, a Morsch oferece aluguel em comodato e laudos na área de cardiologia, neurologia, pneumologia e radiologia.

Conclusão

Agora que você já conhece mais sobre o exame de ressonância magnética, seu histórico, benefícios, indicações e até mesmo a diferença entre ele e a tomografia computadorizada, o que ainda está esperando para oferecê-lo em sua clínica médica?

E o melhor é que você pode fazer isso levando em consideração um dos principais avanços da telemedicina, a telerradiologia.

Para tal, não hesite em contar com a ajuda de quem realmente entende do assunto.

A Telemedicina Morsch atua no fornecimento de laudo de ressonância magnética com rapidez e agilidade, sem deixar a qualidade de lado, já que conta com um corpo clínico especializado.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento. Aproveite para testar grátis a nossa plataforma.

Se o artigo foi útil para você, compartilhe em suas redes sociais.

Referência Bibliográfica

JUNIOR, Jorge Elias; SANTOS, Antonio Carlos; et al. Complicações do uso intravenoso de agentes de contraste à base de gadolínio para ressonância magnética. Radiol Bras vol.41 no.4 São Paulo July/Aug. 2008.

Protocolo Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem.  Comissão de Ensino, Aperfeiçoamento e Residência Médica. CBR. 2017

 

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp