Tendências para consultórios odontológicos

Por Dr. José Aldair Morsch, 30 de agosto de 2019
Tendências para consultórios odontológicos

Quais são as tendências para consultórios odontológicos? A tecnologia está presente, atualmente, em praticamente todas as áreas da saúde. Isso não seria diferente na área da medicina e da odontologia.

Cada vez mais são apresentadas novos tratamentos, procedimentos e uma nova maneira de fazer o que eles já têm feito há muito tempo.

A vantagem está, exatamente, na facilidade que essas tecnologias trazem para o atendimento. Laudos e diferentes tratamentos são feitos de maneira mais eficaz, efetiva e eficiente, sendo melhor tanto para os profissionais da saúde, como também para o paciente que tem os resultados de forma mais rápida.

É importante pensar, ainda, que a grande diferença entre um bom consultório está na relação com o paciente, ou seja, é essencial que seja ofertado para eles, por exemplo, a possibilidade de utilizar um plano de saúde odontológico ou então diferentes formas de pagamento.

Por esse motivo, a seguir temos algumas das últimas tendências para os consultórios odontológicos que desejam se aprimorar em algum desses aspectos ou então implantar novas tecnologias.

Impressoras e Scanners 3D

A prótese dentária é importante para o paciente por estar altamente ligado a sua autoestima. Por isso, é muito importante que o dentista realize um excelente trabalho para satisfazer as expectativas do cliente.

Atualmente, muitos consultórios já estão fazendo uso desse recurso, exatamente por ser uma forma de agradar ao paciente em fáceis resultados, como também pelo custo-benefício.

Caso o plano de saúde odontológico não cubra esse tratamento, é interessante facilitar o pagamento para o paciente, de tal forma que consiga, também, fidelizá-lo.

Quer saber como funciona?

1. Escanear

A boca do paciente é mapeada para que se tenha um modelo visual, facilitando a visualização da arcada dentária através de plataformas digitais.

O scanner 3D é esse aparelho que analisa um objeto real e o transforma em uma versão digital. É feito uma medição tridimensional, no caso, da boca e dos dentes, podendo ser remodelado nos meios digitais.

2. Criar

Esse é o momento da criação da prótese. Quando é feito o escaneamento digital de uma boca, é quase impossível que tenha erros na produção do final da prótese dentária em resina e, então, na impressão 3D.

Para tanto, existem empresas especializadas nesse tipo de serviço, que podem auxiliar na modelagem exata do paciente. Todos esses processos são feitos digitalmente.

3. Fabricar

É nesse momento que a impressora 3D faz o seu trabalho e entra em ação. São duas as formas de impressão. Uma é feita em resina calcinável, que compõe-se na produção de um modelo para, a partir disso, criar a peça final. Essa primeira versão é impressa e então partem dela para desenvolver um molde por injeção.

A outra forma é a direta e já imprime diretamente no produto final, podendo ser como filamento ABS ou resina. Esse processo é muito mais eficiente e rápido comparado aos outros.

4. Finalizar

Após a impressão e tendo a peça em mãos, o dentista pode fazer, em seu próprio consultório, um acabamento seguindo as necessidades desse projeto específico.

Anestesia computadorizada

Este método basicamente revolucionou toda a área de odontologia. Uma das grandes razões que levam um paciente a desistir de um tratamento é o medo.

Não apenas do procedimento, mas também da aplicação da anestesia, além de todo o desconforto que isso causa.

É por isso que essa tecnologia chegou com tanto impacto nos consultórios. Normalmente o plano de saúde odontológico não cobre esse procedimento, mas ainda assim é muito interessante investir nele por ser uma forma de atrair novos pacientes.

Ao contrário da anestesia tradicional em que o dentista precisa controlar a velocidade da introdução da agulha e, ao mesmo tempo, a dose de liberação do líquido anestésico, utilizando a estação computadorizada, é utilizada a menor quantidade possível da anestesia, mas mantendo os seus efeitos, como também tem uma injeção do líquido mais lenta, causando menos incômodo.

Consequentemente, é possível que o líquido anestésico chegue a regiões mais profundas causando menos dor. Além disso, por ser injetado no lugar certo, a boca não fica toda dormente, como é comum na aplicação tradicional.

Telerradiologia

Tendências para consultórios odontológicos telerradiologia

Telerradiologia em consultórios odontológicos

Essa é uma das especialidades da telemedicina — atendimento à distância através de recursos tecnológicos. Para o paciente não muda nada esse tratamento, uma vez que ele é levado a tirar uma radiografia comum, da mesma forma que seria no procedimento tradicional.

O diferencial está, portanto, para o consultório. Após o paciente fazer o exame radiológico, ele será encaminhado para uma plataforma de telerradiologia através da internet.

A partir disso, especialistas podem avaliar e laudar os exames à distância.

Este laudo tem a mesma confiabilidade que o tradicional, pois são emitidos por um profissional especialista nisso. O maior diferencial, portanto, da implementação desse procedimento na sua clínica seria, além da praticidade, não precisar contratar uma grande equipe de radiologia para o seu consultório.

-> Solicitar orçamento de laudo radiográfico à distância

Gel para remoção de cáries

Essa novidade pode ser um alívio para grande parte dos pacientes, independente de serem por plano de saúde odontológico ou particular.

Afinal, todos se beneficiam desse produto, por não ter a necessidade de usar anestesia.

O gel é aplicado pelo dentista em pequenas quantidades diretamente no dente cariado, retirando todo o tecido necrosado.

A partir disso, também amolece as fibras, fazendo com que o tecido seja facilmente retirado sem necessitar o uso da broca.

O produto passou por diversos testes e contém um princípio ativo liberado pela Anvisa.

Restauração dentária

As restaurações dentárias não são novidades no meio da odontologia. Elas são uma opção para corrigir o sorriso de alguém, como um dente cariado ou alguma fratura.

O diferencial aqui, são os materiais utilizados para essa restauração.

Composto de vidro bioativo para tratamento de cárie

Em 2016 foram apresentados os primeiros dados de uma pesquisa realizada pelo Instituto de Odontologia da Universidade Queen Mary, em Londres.

Esses dados mostram que esse vidro bioativo relaciona-se de uma maneira positiva com o organismo humano, fazendo com que libere minerais, como flúor, cálcio e fosfato, em quantidades significativas o bastante para substituir os que foram perdidos por conta da cárie.

Além disso, o vidro bioativo complementa as falhas do dente mineral, fazendo com que não seja possível outras bactérias orais se estabeleçam.

Essa é uma pesquisa consideravelmente recente e, por isso, talvez não esteja disponível em fácil acesso para todos os consultórios. Entretanto, vale a pena ficar de olho nessas inovações para quando forem disponibilizadas.

Tendências para consultórios odontológicos: invista em seu negócio!

Tendências para consultórios odontológicos: invista em seu negócio

Essas são as principais tendências do mundo da odontologia, para facilitar o processo tanto para o consultório, como também para o paciente.

É muito importante lembrar que o objetivo de todo tratamento é dar uma maior comodidade ao paciente, além de, claro, ter os resultados esperados.

Por isso, é essencial que se pense quais são os tratamentos que o plano de saúde odontológico faz a cobertura e, caso possível, oferecer outras opções de procedimentos que são apenas pagos de forma particular.

Dessa forma, a sua clínica consegue unir tanto a necessidade de se modernizar, como também construir um relacionamento com o paciente, fazendo com que ele seja fidelizado, sempre voltando para o seu consultório e os seus profissionais.

Conheça os canais do Ideal Odonto: Site, facebook e Instagram

Artigo produzido pela Ideal Odonto.

 

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp