Em quais casos se deve aplicar o exame eletrocardiograma de longa duração?

Por Dr. José Aldair Morsch, 1 de março de 2018
eletrocardiograma de longa duração

Eletrocardiograma de longa duração ou holter de ecg digital é um exame médico que é pouco solicitado pelos clínicos em geral, porém é um exame na rotina do cardiologista que auxilia na investigação de arritmias.

A utilização do eletrocardiograma de longa duração aumenta muito as chances de documentar uma doença que não é vista no eletrocardiograma.

É comum pacientes procurarem atendimento médico com queixa de descompasso no coração e quando vai realizar o eletrocardiograma de repouso, observa que o resultado foi normal, porém, as queixas continuam.

Neste artigo vou comentar sobre as alternativas utilizadas pelos Cardiologistas para investigar arritmias que não aparecem no eletrocardiograma de repouso em pacientes que tem surtos de taquicardia de alguns segundos ou minutos de forma esporádica.

O que é eletrocardiograma de longa duração?

A necessidade de manter o paciente monitorado por horas ou dias para melhor avaliar a possibilidade de diagnosticar arritmias, fez com que um cardiologista com sobrenome Holter criasse um aparelho portátil para registrar a atividade elétrica cardíaca em casa.

Este exame não é novo.

Foi criado em 1949 de forma bem rústica claro e é aperfeiçoado constantemente.

Pesava muitos quilos e gravava em fita K7 e hoje é do tamanho de um celular.

Como funciona o eletrocardiograma de longa duração?

O aparelho de eletrocardiograma de longa duração é do tamanho de um celular com bateria interna que é fixado na cintura do paciente com uma cinta.

Os eletrodos são grudados no peito do paciente em locais específicos para registrar a atividade elétrica contínua do coração ao longo de 24 horas ou até 7 dias conforme a indicação.

Depois de registrado na memória do aparelho de eletrocardiograma de longa duração as informações necessárias, ao devolver o aparelho para o médico é transferido para o computador por um cabo USB e depois feita a análise.

Como é o preparo para realizar o eletrocardiograma de longa duração?

O paciente é orientado para se apresentar na clínica de banho tomado, sem cremes na pele.

Deve levar consigo todos os medicamentos,  receitas e exames antigos.

Deve se alimentar normalmente e tomar os medicamentos caso use de forma rotineira.

Os eletrodos são grudados no peito num número que varia de 5 a 7, dependendo da marca do aparelho e depois de fixado na cintura pode voltar para suas atividades normais.

Deve ficar sem tomar banho até o dia seguinte quando é retirado o aparelho e entregue para o médico.

Quando está indicado realizar o eletrocardiograma de longa duração?

As principais indicações do eletrocardiograma de longa duração ou holter são:

– Investigar arritmias

São os casos de descompasso cardíaco, taquicardias, palpitações que não aparecem no eletrocardiograma de repouso.

– Investigar sintomas gerais

Existem casos em que o paciente nem imagina que pode ter problemas cardíacos que podem ser investigados com o eletrocardiograma de longa duração.

Casos de tontura, desmaio, mal estar nos esforços pode ter relação com doença cardíaca.

– Avaliar funcionamento do marcapasso cardíaco

Neste caso o exame de eletrocardiograma de longa duração serve para avaliar se precisa indicar a colocação de marcapasso cardíaco em pacientes com batimento cardíaco muito baixo, com bloqueios no eletrocardiograma de repouso.

Para os pacientes que já usam marcapasso cardíaco, o eletrocardiograma de longa duração ajuda a analisar seu funcionamento ao longo de 24 horas ou mais e prever disfunções, mau funcionamento do marcapasso e indicar sua troca.

Quem interpreta o holter ou eletrocardiograma de longa duração?

O eletrocardiograma de longa duração é um exame de responsabilidade exclusiva do Cardiologista.

O fabricante do aparelho disponibiliza um software para interpretação do traçado de eletrocardiograma gravado durante o exame.

A especialização para esse exame é exclusiva do Cardiologista e requer uma formação extra além da residência médica regular em Cardiologia.

eletrocardiograma de longa duração

Como fazer o eletrocardiograma de longa duração no interior sem Cardiologista?

Com os avanços tecnológicos dos meios de comunicação e internet, foi possível transmitir o eletrocardiograma de longa duração, também chamado de Holter de ecg digital direto para o especialista usando a internet.

A qualidade do exame, do laudo e os resultados são os mesmos de um local onde o paciente vai realizar o exame.

A melhor parte disso é agora

A Telemedicina Morsch disponibiliza interpretação do Holter pela internet

O clínico interessado, hospital ou médico do interior pode comprar da fábrica somente o registrador e instalar nos seus pacientes agendados.

Ao entregar o aparelho o médico transmite o arquivo do exame para a central de telemedicina em nuvem para que um Cardiologista acesse o exame através de acesso com login e senha e libere o laudo do eletrocardiograma de longa duração em poucos minutos.

Como posso usar esse recurso?

O comodato do holter de ecg e cursos a distância gratuitos para o cliente

A Telemedicina Morsch disponibiliza o registrador na forma de aluguel em comodato onde o cliente paga uma mensalidade e recebe 10 exames gratuitos todos os meses.

O suporte da Telemedicina fica disponível em tempo integral para treinar os responsáveis que farão o exame e com isso não existem problemas na forma de realizar o exame.

Entenda, investigar arritmias que não aparecem no eletrocardiograma de repouso é tarefa para um exame mais completo chamado de eletrocardiograma de longa duração ou holter de ecg digital.

Esse exame é de responsabilidade do Cardiologista, porém a Telemedicina proporciona uma oportunidade de todos os médicos do interior aproveitarem esse recurso.

Avalie em sua região se isso é viável e aproveite o que a tecnologia pode oferecer de melhor para investigar doenças mais complexas em seus pacientes.

Compartilhe nas suas redes!

Assine nosso blog!

Até a próxima!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp