Laudo de Eletrocardiograma a distância na Telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 20 de abril de 2020
Guia basico de eletrocardiografia laudo de eletrocardiograma

O laudo de eletrocardiograma é o resultado da interpretação realizada pelo médico da Clínica ou pelo cardiologista da telemedicina.

O eletrocardiograma é um dos exames cardiológicos mais solicitados por cardiologistas e clínicos em geral para avaliar a atividade elétrica cardíaca e também para facilitar a detecção de alguma anomalia relacionada a entupimentos ou aumento das cavidades cardíacas.

Continue a leitura e acompanhe no artigo as particularidades de cada caso.

Como o eletrocardiograma é feito?

Laudo de Eletrocardiograma, o que é exatamente?

Laudo de Eletrocardiograma, o que é exatamente?

O objetivo do eletrocardiograma, ou ECG, é mensurar a atividade elétrica do coração. Ele parte da compreensão anatômica de que os impulsos elétricos são necessários para a contração do miocárdio, o músculo cardíaco. Qualquer doença cardiológica que interfira nesses impulsos, portanto, pode resultar em alterações eletrocardiográficas.

Solicite um orçamento

A realização do ECG é feita por um aparelho chamado eletrocardiógrafo. Sua tarefa é mensurar os potenciais elétricos nos eletrodos, que são posicionados em locais predeterminados no corpo do paciente. Assim, é possível ter uma visão de diversos ângulos da atividade cardíaca.

O eletrocardiograma convencional é composto por 12 derivações: as 6 principais são calculadas a partir dos membros do paciente, e as demais são chamadas de “derivações precordiais”.

As principais são chamadas de I, II, III, aVL, aVR e aVF. O prefixo “a” significa “aumentado”, visto que essas derivações são obtidas pela combinação das outras 3. As derivações precordiais são chamadas de V1, V2, V3, V4, V5 e V6.

O exame pode ser realizado por um enfermeiro, mas apenas um médico pode laudá-lo. Para a sua realização, basta posicionar os eletrodos nos locais anatômicos corretos e conectar os cabos do eletrocardiógrafo. O aparelho faz a leitura dos impulsos elétricos e desenha o traçado eletrocardiográfico em um papel específico.

QUERO UM ORÇAMENTO PARA LAUDAR ECG A DISTÂNCIA

Como interpretar o ECG?

laudo de eletrocardiograma

O laudo de eletrocardiograma deve ser realizado somente por um cardiologista, que conhece os elementos que constituem a interpretação do ECG

A interpretação completa de um ECG só pode ser realizada por um cardiologista. Portanto, ela foge de nosso propósito e não poderia ser resumida em alguns parágrafos.No entanto, para todo médico, é fundamental conhecer os elementos básicos da interpretação do ECG, em especial no caso daqueles que desejam conhecer o laudo à distância. Sendo assim, confira, a seguir, os principais parâmetros observados.

Ritmo

O eletrocardiograma é o principal aliado dos arritmologistas. Ele é o principal exame utilizado para acompanhar o ritmo cardíaco e evidenciar arritmias, como a fibrilação atrial, os bloqueios de ramo, as taquiarritmias e as bradiarritmias.O ritmo cardíaco pode ser regular ou irregular. Nos regulares, a distância entre cada impulso ventricular é constante, e nos irregulares ela varia. Os ritmos irregulares podem ser ainda divididos em regularmente irregulares ou irregularmente irregulares. O exemplo clássico deste último ritmo é a fibrilação atrial.No laudo, o cardiologista descreverá o ritmo e a frequência cardíaca. Caso haja alguma alteração, o traçado pode sugerir outras doenças, como os bloqueios atrioventriculares. Para cravar o diagnóstico, é preciso suprir critérios específicos para cada doença.Por isso, além de diagnosticar as patologias presentes, o médico ainda observa se a condução elétrica está normal no coração.

Ondas e intervalos

O eletrocardiograma normal é composto por 3 elementos centrais: a onda P, o complexo QRS e a onda T. Entre elas, estão os intervalos PR e ST. Cada um desses elementos tem seus próprios valores de referência em relação à amplitude e à duração. É tarefa do cardiologista é mensurar um a um e verificar se eles estão dentro do padrão esperado.Existem várias doenças que podem alterar esses elementos no ECG — daí a importância de observá-los atentamente. O exemplo mais clássico é visto no infarto do miocárdio, que é classificado conforme as alterações do segmento ST. Além de definir o protocolo de tratamento, ainda é possível estimar qual região foi acometida e qual artéria provavelmente está ocluída.

Alterações anatômicas

Como mencionamos, qualquer fator que altere a transmissão do impulso cardíaco pode alterar o ECG. Por isso, na interpretação eletrocardiográfica, não poderia faltar as alterações anatômicas. A mais classicamente observada nos eletrocardiogramas é o desvio de eixo. Com o exame, é possível observar a posição do coração e indicar alguma doença que a altere.Outras alterações observáveis são as hipertrofias, ou seja, o aumento de tamanho do músculo cardíaco. Geralmente, essas alterações precisam ser analisadas em conjunto com o quadro clínico do paciente. Por isso, constá-las no laudo é de grande importância para o clínico assistente.

Laudo de eletrocardiograma: o que é exatamente?

Detalhes sobre o Laudo de Eletrocardiograma

Detalhes sobre o Laudo de Eletrocardiograma

O exame de eletrocardiograma com laudo é solicitado por cardiologistas com o objetivo de identificar se a pessoa sofre com algum problema cardiovascular e se o seu ritmo cardíaco encontra-se normal.Quando o paciente se submete ao exame de eletrocardiograma, ele imagina que o aparelho já registra o traçado e junto sai o resultado que é chamado de laudo de eletrocardiograma. No entanto, na prática não é bem assim.O exame de ECG requer leitura e interpretação, o que deve ser feito por um especialista, sempre um cardiologista. Se a clínica que realizou o exame tem o profissional, ele imediatamente faz a leitura e libera o laudo médico para o paciente.Seria maravilhoso se isso acontecesse em minutos. Entretanto, normalmente o especialista está ocupado, correndo entre hospital, emergência e consultório, de modo que o resultado sempre atrasa.

QUERO UM ORÇAMENTO PARA LAUDAR ECG À DISTÂNCIA

Como solucionar o problema da demora na entrega do laudo de Eletrocardiograma?

Como solucionar o problema da demora na entrega do laudo de Eletrocardiograma?

Como solucionar o problema da demora na entrega do laudo de Eletrocardiograma?

Pensando nessa situação presente na maioria dos serviços, foi criada a telemedicina. É uma nova especialidade médica que surgiu junto com a informática e a internet para entregar o laudo de eletrocardiograma em minutos para qualquer serviço que disponha de internet.

Trata-se de uma plataforma em nuvem que recebe exames enviados de qualquer lugar do planeta e conta com especialistas logados em tempo integral para liberar os laudos médicos em 30 minutos. É o sonho de todo dono de clínica ter a agilidade de fornecer o resultado dos exames em poucos minutos.

QUERO SABER MAIS SOBRE A TELEMEDICINA

Quem pode ter ECG com laudo para seus pacientes?

Qualquer consultório, clínica médica, medicina do trabalho ou hospital pode contratar esse serviço e melhorar muito o atendimento aos pacientes. Basta ter um técnico treinado pelo suporte da telemedicina, o qual enviará os exames para a plataforma em nuvem de telemedicina a fim de obter o laudo em poucos minutos.

Obviamente, os arquivos dos exames e o laudo de eletrocardiograma precisam ser transmitidos usando a internet. Neste caso, não importa qual é a velocidade de banda, já que todos os exames são transferidos sem problemas.

Para que serve o laudo de eletrocardiograma?

Para que serve o laudo de Eletrocardiograma?

Para que serve o laudo de Eletrocardiograma?

Algumas pessoas imaginam que o eletrocardiograma é uma forma de tratamento cardiovascular, mas ocorre que ele é apenas um exame feito por profissionais muito bem treinados e qualificados, que realizam o exame após a solicitação do médico de cada paciente.

É um exame de investigação básica de doenças do coração. Veja suas 15 aplicações principais:

  1. estado das coronárias, se houve algum entupimento importante de colesterol;
  2. algum potencial de arritmia ou disritmia;
  3. se houve o crescimento de alguma cavidade do coração, como átrios e ventrículos;
  4. avaliação de doenças nas válvulas cardíacas;
  5. funcionamento de marcapassos;
  6. funcionamento de desfibriladores implantáveis;
  7. distúrbio de condução de ramo direito ou esquerdo do feixe de His;
  8. utilizado em exames de Holter de 24 horas;
  9. fundamental na realização de ergometria;
  10. auxilia no acompanhamento de distúrbios hidroeletrolíticos, como hiperpotassemia;
  11. orienta em relação ao grau de complicação de pericardites;
  12. acompanha o ritmo cardíaco nas miocardiopatias;
  13. utilizado para monitorar pacientes em UTI;
  14. muito útil em exames de ecocardiografia;
  15. monitora pacientes que realizam tomografia ou ressonância cardiovascular.

Por que alguns pacientes têm medo de fazer o ECG?

O maior receio do paciente é ter um problema cardíaco. Assim, é comum aquela afirmação de praxe: “Prefiro não fazer para não saber de nada”, o que é típico dos homens. As mulheres, por outro lado, vivem mais porque visitam o médico regularmente e, com isso, previnem mais.

Por mais que o exame esteja ligado ao coração e muitas pessoas tenham receio de fazê-lo, ele é extremamente simples e não exige esforços por parte do paciente.

A única ressalva para que o exame seja feito de maneira correta é que o paciente não tenha fumado pelo menos 30 minutos que antecedem o exame, além de evitar qualquer tipo de esforço nos últimos 10 minutos. De certo modo, o exame pode ser realizado de maneira fácil e rápida.

O exame ECG é solicitado pela maioria dos médicos como uma forma de garantir ou identificar problemas relacionados ao coração. Por mais simples que seja, é muito importante, uma vez que permite avaliar outras anomalias cardíacas, como pericardite, cardiomiopatia e muitas outras.

O exame também pode ser solicitado como algo de rotina para garantir que a saúde cardiovascular de determinado paciente esteja normal. Isso acontece nos casos de exames admissionais, demissionais e periódicos da medicina ocupacional, que, aliás, é uma área que cresce muito no Brasil.

Como a telemedicina agiliza a realização do ECG com laudo?

laudo de eletrocardiograma

A Telemedicina garante maior agilidade na entrega do laudo de eletrocardiograma

Nunca um serviço que realiza exame de ECG com laudo vai conseguir disponibilizar o resultado do exame na forma de laudo médico em tempo integral e hábil. Afinal, o cardiologista é só um membro da equipe e precisa de tempo para comer, dormir, descansar e tirar férias. Acontece que nesses períodos é importante não deixar o serviço descoberto.

Com uma equipe de vários cardiologistas morando em vários países, sempre existe alguém logado a qualquer hora do dia ou da noite para interpretar o ECG. Assim, a grande vantagem de usar a telemedicina está na rapidez na entrega do ECG com laudo.

Nos casos de urgência, basta solicitar preferência e o cliente vai ter exclusividade em receber o laudo médico de forma imediata. Por ser um serviço 24/7 nos 365 dias do ano, seu serviço nunca vai parar. Isso certamente vai aumentar em muito a produtividade e os lucros da sua empresa.

BAIXE UM GUIA BÁSICO DE ECG PARA APRENDER A LAUDAR

Quais são os benefícios do laudo de eletrocardiograma à distância?

Benefícios do laudo de eletrocardiograma à distância

Benefícios do laudo de eletrocardiograma à distância

  • Confira alguns dos benefícios que você pode levar para o seu negócio:
    • 50% mais barato que o laudo emitido pelo cardiologista presencial;
    • laudo de ECG em tempo integral, o ano todo, sem interrupção;
    • cardiologistas registrados nos conselhos de medicina;
    • segunda opinião sempre que solicitada;
    • orientação no laudo de casos graves;
    • treinamento permanente da enfermagem por meio do ensino à distância;
    • guarda dos laudos sem custos para sempre.

    No caso de clínicas e consultórios:

    • oferecer exame de ECG além das consultas;
    • processo escalável, sem a necessidade de o médico atender;
    • aumento exponencial dos lucros;
    • maior comodidade para os pacientes, que saem com um laudo de ECG;
    • oferecer mais especialidades no atendimento;
    • o paciente percebe mais valor no atendimento.

    Veja os benefícios para os pacientes:

    • fazer o exame e receber o laudo do ECG na mesma hora, no lugar em que fez a consulta;
    • não se deslocar para outras cidades para obter um laudo de eletrocardiograma;
    • em casos graves, não correr risco de vida esperando o resultado por dias;
    • ter acesso a um exame relativamente barato em sua cidade;
    • poder ter um laudo ECG a qualquer hora no pronto socorro se tiver dor no peito

Como a Telemedicina favoreceu o acesso do paciente aos exames de ECG com laudo?

Esse exame passou a ser realizado em clínicas médicas a partir da tecnologia da telemedicina, o que proporciona uma maior facilidade aos pacientes, sem a necessidade de irem até o hospital e esperar por uma vaga que permita marcar a data do exame. Assim, o serviço passou a ser chamado de telemedicina cardiológica.

Graças à telemedicina, o laudo de eletrocardiograma nas clínicas se tornou disponível no dia a dia das pessoas, resultando em assistência médica a pacientes de locais remotos onde não há especialistas.

Esse serviço pode ser realizado a partir de clínicas de medicina ocupacional, de modo que os clientes tenham acesso ao exame de maneira fácil e rápida. Afinal, o funcionário da clínica de medicina ocupacional pode fazer o exame nas empresas, pois o aparelho é portátil.

Esse tipo de serviço é uma oportunidade de promover maior eficiência na medicina. Por isso, acaba tendo um custo muito baixo ao ser comparado com o valor do exame em outros locais.

Veja um exemplo de laudo de eletrocardiograma:

Laudo de eletrocardiograma

Laudo de Eletrocardiograma a distância

O laudo de eletrocardiograma é um texto que contém todas as informações do exame. Ele contém o parecer de um médico ou especialista a partir do resultado obtido no exame, com informações relevantes referentes a frequência cardíaca, eixo elétrico, ondas P e outros aspectos cardiovasculares do paciente.

O laudo de ECG segue uma descrição sugerida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e é aceito em todo o território brasileiro.

Quais são as dúvidas mais comuns relacionadas com o laudo de eletrocardiograma à distância?

“Tenho um aparelho de Eletrocardiograma antigo. Posso usar a telemedicina com ele?”

Sim. A plataforma de telemedicina aceita imagens fotografadas ou escaneadas, que são interpretadas normalmente pelos cardiologistas da equipe. Qualquer aparelho que faz eletrocardiograma está apto a fornecer registros que são aproveitados pelo sistema de telemedicina em nuvem.

“Que marca de aparelho de eletrocardiograma é confiável?”

Todas as marcas disponíveis no mercado são boas e servem para todos os bolsos. O que deve ser priorizado é que sejam registradas na Anvisa. Inclusive, procure não economizar, visto que, quanto mais recursos o aparelho fornecer, mais fácil será a execução do exame e mais bonita será a apresentação do ECG com laudo.

QUERO CONHECER MARCAS DE ELETROCARDIOGRAMA

“Não tenho fundos para comprar. Existe algum aluguel?”

Sim, a telemedicina disponibiliza o aluguel em comodato. O cliente faz um contrato e, ao receber o aparelho, paga uma mensalidade e recebe de cortesia 30 laudos gratuitos todos os meses.

QUERO SABER MAIS SOBRE O COMODATO DE APARELHOS MÉDICOS

“Não sabemos fazer o exame. É preciso fazer algum curso especial?”

Não. O cliente que contrata a Telemedicina recebe suporte permanente, o que inclui instalação do equipamento e treinamento da equipe para realizar o eletrocardiograma, enviar os exames e imprimir os laudos.

Telemedicina Morsch: solução na emissão de laudos de ECG à distância

Telemedicina Morsch como solução na emissão de laudos de ECG à distância

Telemedicina Morsch como solução na emissão de laudos de ECG à distância

A telemedicina se desenvolveu para suprir a necessidade de médicos clínicos em locais remotos onde não há especialistas. Desde 2001 a Telemedicina Morsch investe em tecnologia de ponta com uma plataforma de telemedicina em nuvem para fornecer um ambiente ideal para a interpretação de ECG com laudo à distância.

Não existe uma alternativa melhor do que aproveitar uma estrutura como essa para interpretar exames de eletrocardiograma o ano inteiro, sem depender de médicos cardiologistas presenciais. Já que o fator custo é importante, saiba que haverá uma redução de pelo menos 50% nos custos do laudo de ECG, sem perder a qualidade.

Aliás, arrisco a dizer que a qualidade será maior. Se você tem dúvidas, faça um teste grátis enviando um registro de ECG para a nossa plataforma e avalie a qualidade do laudo que você vai receber.

Este artigo não esgota o assunto, mas desperta curiosidade para novos debates. O laudo de eletrocardiograma é uma das ferramentas mais utilizadas por cardiologistas e profissionais de outras especialidades. Realizá-lo à distância pode otimizar diversos aspectos da sua clínica, oferecendo exames mais rápidos, precisos e baratos.

Resta alguma dúvida sobre o tema? Então fale com a gente nos comentários! Estamos à disposição para responder suas perguntas e conversar a respeito.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp