O que é o Laudo a distância? Para que serve?

Por Dr. José Aldair Morsch, 28 de junho de 2019
Laudo a distância

O que é o Laudo a distância? Para que serve? Viabilizado pela telemedicina, o laudo a distância e a avaliação remota de exames têm feito a diferença em sistemas de saúde por todo o mundo.

No Brasil, o laudo a distância contribui para  prevenção, diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças, além de possibilitar acesso às especialidades médicas, especialmente para pessoas de localidades remotas.

Na Noruega, por exemplo, um sistema de teleECG implantado nas ambulâncias reduz o tempo de resposta das equipes de resgate, proporcionando melhora em 15% a 20% no desfecho dos pacientes cardíacos.

Os eletrocardiogramas são realizados nos veículos e têm seus registros enviados a hospitais, onde um cardiologista os analisa e orienta a conduta da equipe de resgate a distância.

A experiência norueguesa foi avaliada por profissionais do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) junto a outros sete países, a fim de evidenciar os benefícios da telemedicina.

Solicite um orçamento

Mas contar com os laudos a distância agrega outras vantagens, que vou explicar neste artigo.

Acompanhando até o final, você também vai ficar por dentro das especialidades médicas contempladas.

E vai descobrir como reduzir custos na sua unidade de saúde com os laudos remotos, sem perder em qualidade.

Boa leitura!

O que é laudo a distância?

O que é o Laudo a distância ou laudos online

O que é o Laudo a distância?

Uma das grandes realizações da telessaúde, através da telemedicina, são os laudos online.

Podemos definir os laudos remotos como documentos na forma de arquivos digitais, entregues via internet através de uma plataforma ou portal de telemedicina.

Esse processo tem início quando o médico ou técnico de enfermagem que realizou o exame compartilha seus registros no portal.

Em seguida, os exames recebidos são interpretados por especialistas logados na plataforma, que se dedicam exclusivamente a esse trabalho, o que permite a liberação dos laudos médicos em poucos minutos.

O sistema de telelaudos diminui o tempo de espera pela conclusão de um exame e possibilita que os tratamentos sejam iniciados de forma mais rápida.

Para que serve o laudo a distância ou online?

Para que serve o laudo a distância

Para que serve o laudo a distância ou online?

O laudo online é uma espécie de relatório liberado pelo médico responsável pela análise de um exame e que serve para diagnosticar tudo o que foi visto nos arquivos enviados para a plataforma de telemedicina.

O documento corresponde ao resultado de um exame de diagnóstico, contendo informações sobre o paciente, médico solicitante, estabelecimento onde o teste foi realizado, técnicas utilizadas, achados e conclusão.

Os dados de exames podem ser gráficos ou imagens digitais (em pixels) e a qualidade é a mesma daqueles realizados de forma presencial.

Tanto os laudos médicos impressos quanto os digitais só podem ser elaborados por especialistas, pois esses profissionais possuem a capacidade técnica necessária para descrever as condições do órgão ou área analisados, auxiliando o médico solicitante quanto ao diagnóstico.

O laudo a distância também é útil para o acompanhamento da eficácia de tratamentos ou rastreamento de patologias com alta incidência, como o câncer de mama em mulheres com mais de 50 anos.

Como funciona o Laudo a distância?

Produzido e emitido via internet, o laudo a distância foi, durante muito tempo, visto com certo receio, devido à insegurança na rede e as chances de invasão e alteração dos diagnósticos.

Esse cenário começou a mudar com a criação e uso das plataformas de telemedicina, que empregam mecanismos de segurança como senhas e certificações para garantir o sigilo médico-paciente.

Para que o laudo online seja emitido, é preciso que o exame seja realizado com um equipamento digital.

Uma mamografia, por exemplo, deve ser feita com um mamógrafo digital, e seus registros serão transformados em arquivos em pixels.

Isso permite que o médico que realizou o exame possa enviá-lo pela internet para um segundo médico, responsável apenas pela análise do teste.

Essa troca de informações é feita de forma criptografada.

Ao elaborar o laudo online, o especialista escreve sua conclusão e assina o documento digitalmente, evitando fraudes.

Passo a passo para a emissão de laudo a distância

Passo a passo para a emissão de laudo a distância

Passo a passo para a emissão de laudo a distância

Confira, agora, um passo a passo que explica como funciona a emissão do laudo à distância:

  1. Primeiro, um técnico em radiologia ou enfermagem devidamente treinado realiza o exame de diagnóstico com um aparelho digital
  2. Esse dispositivo possui uma tecnologia ou software capaz de converter os registros coletados durante o teste em dados digitais, que são enviados a um computador
  3. Depois, o próprio técnico que fez o exame pode compartilhar esses dados via plataforma de telemedicina, acessível mediante login e senha
  4. Em seguida, é a vez de os especialistas logados no sistema de telemedicina avaliarem e interpretarem os achados do teste, compondo o laudo médico e inserindo nele a sua assinatura digital
  5. Por fim, o resultado é liberado na mesma plataforma, e pode ser impresso ou enviado ao médico solicitante. Toda essa dinâmica leva apenas alguns minutos.

-> Faça um teste gratuito de emissão de laudo a distância na sua clínica

Legislação atual para o laudo a distância no Brasil

O laudo médico – junto a atestados, receituários e outros registros – é um dos documentos que compõem o prontuário médico.

Por isso, está contemplado na Resolução CFM 1.821/07, que orienta a digitalização desses arquivos e aprova a eliminação de seu formato em papel quando houver condições de segurança adequadas.

A Resolução CFM nº 1.643/2002, que regulamenta a telemedicina, também faz referência aos resultados elaborados à distância.

O texto afirma que o médico só pode emitir opiniões e recomendações ou tomar decisões médicas se a qualidade da informação recebida for suficiente e pertinente para o cerne da questão, reforçando a garantia do sigilo médico-paciente.

Outra legislação de interesse é a Resolução CFM Nº 2.107/14, que regula a telerradiologia – especialidade que une telemedicina e radiologia.

Vantagens do laudo a distância

Vantagens em como usar o laudo a distância ou online

Vantagens em como usar o laudo a distância ou online

Graças ao laudo online, pacientes são atendidos mais rapidamente, já que o profissional que realiza o teste não é o responsável por liberar o resultado.

Logo, o serviço de laudos a distância reduz a carga de trabalho dos especialistas que atuam in loco.

Contar com laudos emitidos remotamente também permite que clínicas ampliem seu portfólio ou a quantidade de exames que conseguem realizar, pois os resultados são delegados aos especialistas da empresa de telemedicina.

Vale lembrar que, nesse sistema, todo o processo de interpretação, conclusão, análise e liberação de resultados está sujeito ao mesmo rigor dos laudos impressos, com vantagens na agilidade e compartilhamento.

5 motivos para implementar o laudo a distância na sua clínica

motivos para implementar o laudo a distância na sua clínica

motivos para implementar o laudo a distância na sua clínica

Mencionei, nos tópicos acima, alguns benefícios do uso dos laudos a distância para pacientes e estabelecimentos de saúde.

Agora, vou detalhar cinco motivos pelos quais vale a pena implementar esse serviço o quanto antes na sua clínica, consultório ou hospital.

1. Possibilidade de oferecer uma maior quantidade de exames

O apoio dos especialistas da empresa de telemedicina pode ser o item que faltava para expandir a quantidade e tipos de exames ofertados na sua clínica.

Esse suporte libera os especialistas in loco para mais atendimentos, e ainda permite que testes de diagnóstico simples comecem a fazer parte do portfólio – ainda que não haja um especialista local para interpretá-los.

Basta treinar um técnico em enfermagem ou radiologia para que realize o procedimento, e deixar os laudos sob os cuidados da telemedicina.

2. Menores custos por exame

Manter um quadro completo de especialistas e equipamentos para a realização dos exames pode custar caro, o que encarece as despesas totais com os testes.

Portanto, diminuir os gastos com a equipe, deixando parte do trabalho para os especialistas da telemedicina, é uma solução inteligente para reduzir o custo final.

3. Maior agilidade na emissão de laudos

O processo viabilizado por empresas como a Telemedicina Morsch torna a emissão de laudos bastante ágil, pois a transmissão dos registros é compartilhada instantaneamente e avaliada de maneira rápida por profissionais logados no sistema.

Essa dinâmica resulta em pacientes e familiares mais satisfeitos, que receberão os resultados de exames em menos de uma hora.

4. Aumentar o portfólio de serviços e área de atendimento

Além de expandir os tipos de exames que oferece, seu negócio pode ampliar a área de atendimento.

Uma clínica que começou ofertando testes em cardiologia pode, por exemplo, iniciar serviços em neurologia ou pneumologia.

Para tanto, ela só precisa treinar um técnico em enfermagem e adquirir os aparelhos necessários para os novos exames.

5. Os laudos dos pacientes ficam armazenados de forma segura

Contei, pouco antes, sobre a desconfiança inicial quanto aos laudos a distância, que estariam mais facilmente expostos a fraudes.

Esse cenário, entretanto, mudou profundamente a partir da implementação de diversas barreiras de segurança, como a criptografia e acesso restrito aos portais de telemedicina.

Salvos em formato digital, os resultados de exames também ficam preservados da deterioração pelo tempo e manuseio.

Ou seja, a combinação entre arquivos digitais e uma plataforma protegida com armazenamento na nuvem confere segurança no arquivamento dos laudos.

-> Solicitar um orçamento rápido para emissão de laudo a distância na sua clínica

Especialidades do laudo a distância

Especialidades do Laudo a distância

Especialidades do Laudo a distância

O laudo a distância ou telelaudo é utilizado para suprir a necessidade de especialistas em diversos setores da medicina.

Dentre as áreas que podem se beneficiar desse serviço, vale citar:

Laudo a distância em Cardiologia

Laudo a distância em Cardiologia

Laudo a distância em Cardiologia

A cardiologia envolve exames voltados ao sistema circulatório, especificamente o coração.

Um técnico da clínica realiza o exame e envia para ser laudado por um Cardiologista na plataforma de Telemedicina.

Os principais exames que o laudo a distância tem auxiliado são:

1. Eletrocardiograma em repouso

Avalia o funcionamento do coração em relação ao seu rítmo, eixo elétrico, sobrecarga de cavidades, infartos prévios, funcionamento das válvulas cardíacas, bloqueios intra-cardíacos.

2. Eletrocardiograma de esforço, teste de esforço ou teste ergométrico que são sinônimos

O exame de esteira serve para complementar o ecg de repouso. O paciente caminha numa esteira para realizar um nível de esforço controlado e com isso o exame mostra entupimentos das coronárias não vistas no ecg em repouso.

3. Holter de ECG digital

Exame criado especificamente para analisar o ritmo cardíaco e possíveis entupimentos das coronárias no ambiente domiciliar.

O equipamento monitora e registra o batimento cardíaco durante 24 horas para ser interpretado posteriormente pelo Cardiologista.

4. MAPA de pressão arterial

O laudo a distância utiliza o Mapa de pressão arterial para monitorar a pressão do paciente em casa durante 24 horas e com isso auxiliar no diagnóstico de pressão alta ou na avaliação do efeito de um medicamento usado para controlar a hipertensão arterial sistêmica.

5. Cálculo do risco cirúrgico

Este procedimento é muito solicitado pelo cirurgião que necessita saber o risco que seu paciente terá ao realizar uma determinada cirurgia.

Os dados coletados do paciente, seus exames, tipo de cirurgia são capazes de fornecer pistas que levarão ao cálculo do risco cirúrgico.

Este cálculo auxilia na prevenção de complicações pre-operatórias, trans-operatórias e até pós-operatórias e com isso reduz consideravelmente as intervenções e morte nas cirurgias.

Exemplo de um cálculo do risco cirúrgico:

AVALIAÇÃO PRÉ-OPERATÓRIA 

Atesto que este(a) paciente se apresenta com:
a) Baixo risco de sofrer complicações cardiovasculares pelo porte do procedimento de cirurgia de catarata ( Menos de 1% ).
b) Baixo risco de sofrer complicações cardiovasculares de acordo com as variáveis clinicas observadas na avaliação ( Menos de 3% ).

Variáveis clínicas: 
Está em tratamento para hipertensão arterial sistêmica, doença arterial coronariana.
Não houve relato de outras doenças em tratamento.

Medicamentos em uso: losartan, sinvastatina, AAS

Exames enviados:
Eletrocardiograma atual: Ritmo sinusal, exame dentro dos parâmetros de normalidade para a faixa etária.
Demais exames enviados sem alterações significativas.

Recomendações pré-operatórias:

Suspender o AAS por 7 dias antes da cirurgia.
Manter o anti-hipertensivo inclusive no dia da cirurgia, mesmo em NPO.

Recomendações pós-operatórias:
Reintroduzir o anti-hipertensivo assim que tiver via oral liberada no pós-operatório.
Dar preferência ao uso de analgésicos como paracetamol, dipirona, tramadol ou codeína que não aumentam a pressão arterial sistêmica.

Exemplo de um cálculo do risco cirúrgico

Laudo a distância em Neurologia

Laudo a distância em Neurologia

Laudo a distância em Neurologia

A neurologia entrou como uma especialidade forte na Telemedicina e o laudo a distância ou online tem ajudado tanto clínicas médicas no diagnóstico de epilepsia, quanto na medicina ocupacional.

Posso destacar pelo menos 4 exames que se destacam nessa especialidade:

1. Eletroencefalograma clínico

Realizado exclusivamente para investigar epilepsia e outros transtornos mentais, consegue atender muito bem serviços distantes sem neurologistas.

2. Eletroencefalograma ocupacional

Realizado em clínicas de medicina ocupacional para atender normas do ministério do trabalho em prevenção de acidentes de colaboradores que tem cargos de risco para si e para terceiros.

3. Eletroencefalograma com mapeamento cerebral

Um complemento do Eletroencefalograma clínico, consegue rastrear com mais segurança os focos epilépticos e mostrar a topografia na forma de imagens que podem ser acompanhadas visualmente.

4. Polissonografia hospitalar e domiciliar

Este exame está crescendo e está relacionado aos distúrbios do sono. Muito útil na investigação do ronco e apnéia noturna.

Na medicina ocupacional é indicado para pesquisa de apnéia em colaboradores que atuam em áreas de risco como motoristas e trabalhadores em altura.

A polissonografia hospitalar implica em o paciente dormir na clínica do sono ou no hospital e ser monitorado com aparelho de polissonografia e um técnico em enfermagem especializado em medicina do sono.

Na polissonografia domiciliar, o paciente vai para casa com um aparelho portátil de polissonografia e fica monitorado sem a presença de um técnico em enfermagem.

Laudo a distância em Pneumologia

Laudo a distância em Pneumologia

Laudo a distância em Pneumologia

A Pneumologia atende serviços que investigam a asma e também para medicina ocupacional que rastreia patologias pulmonares em colaboradores de setores com poluição do ar.

Temos classicamente dois exames nesta especialidade:

1. Espirometria clínica

Utilizada para diagnóstico e acompanhamento de pacientes asmáticos. Também chamada de prova de função pulmonar, é considerado um excelente exame para ser utilizado em locais remotos que necessitam de apoio nesta especialidade.

2. Espirometria ocupacional

Realizada de rotina em clínicas de medicina ocupacional para acompanhar os trabalhadores de locais com poeira, fumaça, sílica e agentes biológicos como mofo.

É possível acompanhar os prejuízos causados no pulmão e recomendar equipamentos de proteção individual ou até mesmo remanejar para outros setores, evitando com isso o prejuízo a saúde do colaborador.

Laudo a distância em Radiologia

Laudo a distância em Radiologia

Laudo a distância em Radiologia

Esta especialidade é uma das mais antigas dentro da Telemedicina. Também chamada de Telerradiologia, se ocupa da interpretação de exames de imagens realizados por técnicos em radiologia.

Os arquivos são enviados para o PACS em nuvem da Telemedicina e os radiologistas podem acessar e interpretar os exames de qualquer lugar do planeta.

A radiologia se encarrega de laudos nas seguintes áreas:

1. Radiologia simples

Exames como rx de tórax, rx simples de abdome, rx de tórax padrão OIT, rx de crânio, rx de articulações

Exemplo de laudo de rx de tórax padrão OIT

Laudo de rx de tórax padrão OIT

Laudo de rx de tórax padrão OIT

2. Radiologia contrastada

Uma variante da radiologia simples, usa contraste para salientar áreas do exame que necessitam mais destaque.

Exemplo disso temos a radiografia contrastada de esôfago, estômago e duodeno.

3. Mamografia digital

Trata-se de um rx específico das mamas para rastreio de câncer de mama.

O diagnóstico precoce dessa patologia muda a expectativa de vida da mulher e deve ser realizado anualmente na forma de prevenção.

4. Densitometria óssea

Investiga osteopenia e osteoporose usando um aparelho de tomografia especial, usando a técnica DXA.

O técnico realiza o exame, sem necessidade de um médico presencial.

5. Tomografia computadorizada

Investiga de forma mais profunda órgãos internos do corpo, usando radiação ionizante.

Não necessita de um médico presencial, onde o técnico em radiologia executa o exame e envia para a plataforma de telemedicina.

6. Ressonância magnética

Utiliza radiação eletromagnética para investigar qualquer órgão interno.

Considerado o exame mais preciso e mais caro na medicina atualmente.

Também pode ser realizado pelo técnico em radiologia e enviado para o PACS da Telemedicina.

A importância do laudo a distância para a Telessaúde

A importância do laudo a distância para a Telessaúde

A importância do laudo a distância para a Telessaúde

Telessaúde e telemedicina são dois conceitos que andam juntos, mas têm significados diferentes.

A telessaúde descreve o ambiente completo de atendimento na saúde, envolvendo prontuário eletrônico, cursos, treinamentos, monitorização de pacientes crônicos, sincronização com aplicativos da saúde.

Já a telemedicina é uma disciplina dentro da telessaúde, que se encarrega exclusivamente dos laudos de exames.

Também chamado de telediagnóstico, esse serviço proporciona a melhor experiência e segurança na realização e entrega dos resultados de exames de diagnóstico.

Especialidades não atendidas com o laudo a distância

O laudo a distância dispensa o médico na execução do exame.

Isso significa que qualquer exame realizado por um médico não necessita de auxílio remoto de outro especialista para sua interpretação.

Veja, abaixo, exemplos de especialidades que não necessitam de telemedicina:

  • Ecografia, também chamada de ultrassonografia
  • Cateterismo cardíaco
  • Arteriografia
  • Eletroneuromiografia
  • Audiometria
  • Eletronistagmografia
  • Bera
  • Impedanciometria.

Quero fazer um teste de laudo a distância na minha empresa, é possível?

Sim, é possível.

A Morsch possui uma área em que você pode testar a plataforma de telemedicina gratuitamente após preencher um pequeno cadastro.

Essa opção é válida para quem possui pelo menos um equipamento digital, e dá direito a laudos a distância sem nenhum custo.

Acesse este link e solicite seu teste grátis.

Não tenho o aparelho, mas quero o laudo a distância na minha clínica. Como faço?

Existem três maneiras de adquirir equipamentos médicos: comprar, alugar ou aderir ao comodato.

A compra é vantajosa por não envolver o uso de aparelhos de terceiros, mas exige altos investimentos financeiros, que podem comprometer o orçamento de negócios médios ou pequenos.

O aluguel convencional, por sua vez, resolve demandas de curto prazo, mas a cobrança de mensalidade pode ser tornar um problema no médio prazo.

Pensando nisso, as empresas de telemedicina criaram uma modalidade diferente de aluguel, chamada comodato, em que o cliente ganha o direito de usar dispositivos digitais ao contratar um pacote de laudos médicos a distância.

Em outras palavras, o cliente paga apenas pelos resultados de exames, enquanto o uso do equipamento sai a custo zero, com vantagens como suporte remoto e treinamento online 24 horas por dia.

O comodato está disponível para testes de diagnóstico em cardiologia, neurologia e pneumologia.

A Telemedicina Morsch como solução na emissão de laudos a distância

A Telemedicina Morsch é uma das empresas mais antigas no mercado de telelaudos, atuando por meio de uma plataforma intuitiva, online, sempre disponível para receber os exames enviados na forma de arquivos digitais.

Possui, ainda, uma equipe completa de especialistas dedicados à interpretação desses exames no menor tempo possível.

Todo o processo é feito online e o sistema de guarda dos documentos em nuvem mantém os laudos arquivados de forma permanente, para acesso a partir de qualquer dispositivo móvel.

Diferentemente de outras empresas, a Morsch permite a centralização de todos os exames na mesma plataforma, promovendo a organização e agilidade na entrega dos laudos.

Conclusão

emissão de laudos a distância

No decorrer deste artigo, falei sobre o conceito de laudo a distância, suas vantagens, especialidades atendidas e os benefícios para quem precisa melhorar o seu serviço, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

Diante dessas informações, ficou claro que o laudo a distância é uma alternativa viável, mais barata, ágil e precisa para unidades de saúde que não contam com todo um time de especialistas presenciais.

Deixe que a Telemedicina Morsch seja sua parceira na oferta de laudos online com qualidade, eficiência e ganhos para sua empresa.

Entre em contato para conhecer nossas soluções personalizadas.

Se achou este conteúdo interessante, deixe um comentário.

Compartilhe nas redes sociais.

Referência Bibliográfica

A Telemedicina traz benefícios ao sistema de saúde? Evidências internacionais das experiências e impactos – Instituto de Estudos de Saúde Suplementar.

Resolução CFM Nº 1.821/07 – Aprova as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos dos prontuários dos pacientes.

Resolução CFM Nº 1.643/2002 – Define e disciplina a prestação de serviços através da Telemedicina.

Resolução CFM Nº 2.107/2014 – Define e normatiza a Telerradiologia.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp