O que é Telemedicina e porque ela é importante

Por Dr. José Aldair Morsch, 16 de dezembro de 2015
o que é Telemedicina

De forma simples, entender o que é Telemedicina remonta a uma forma inovadora de interpretar exames a distancia para clínicas sem especialistas, usando uma plataforma de Telemedicina em nuvem.

Sim, inovadora porque substitui o método convencional de precisar de um especialista dentro do serviço onde o exame é realizado.

A tecnologia da informação une forças com a medicina para trazer saúde e bem-estar aos pacientes em locais distantes, sem especialistas.

Isso pode reduzir custos, problemas de falta de especialistas e demora nos resultados dos exames das clinicas de todo o país. Neste artigo vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre Telemedicina para utilizar na sua clínica.

Solicite um orçamento

A revolução começou, entenda o que é Telemedicina

Mais do que uma simples interatividade via WEB, a Telemedicina foi criada e tem se desenvolvido a partir de uma lógica abrangente que se caracteriza pelo uso de tecnologias de comunicação, internet e todas as especialidades médicas para o desenvolvimento de atendimento médico global.

É útil na colaboração entre serviços de saúde de regiões distantes dos grandes centros e com difícil acesso a procedimentos especializados.

Exemplos dessas iniciativas são as videoconferências médicas, os trabalhos colaborativos e o estudo de casos na área de pesquisa, a segunda opinião, a consulta online e o telediagnóstico por registros gráficos e de imagem na área da assistência à saúde.

Tudo isso tem demonstrado que entender o que é a Telemedicina proporciona ganhos importantes à assistência médica, uma vez que seus recursos ultrapassam as barreiras geográficas existentes entre as regiões do país e do mundo.

Quais as aplicações da Telemedicina?

  • Teleconsulta (Telediagnóstico e Teleaconselhamento)

Abrange aplicações na web em que um paciente distante, pode transmitir informações para que um profissional médico especializado avalie a condição clínica, interprete os exames usando a Telemedicina e conduza ao diagnóstico e sugestão de tratamento.

Normalmente esse formato de atendimento é disponibilizado pela Telessaúde onde existe um enfermeiro ou um clínico geral acompanhando o paciente.

Qual a diferença entre Telemedicina e Telessaúde?

A área de diagnóstico que está ligada no entendimento do que é Telemedicina é muito ampla. Iniciou com exames básicos e evolui para a maioria das especialidades, cito algumas:

  1. Eletrocardiograma de repouso, chamada de telecardiologia
  2. Eletrocardiograma de esforço
  3. Holter de Ecg digital
  4. Mapa de pressão arterial
  5. Cálculo do risco cirúrgico pré-operatório
  6. Espirometria Clínica e Ocupacional
  7. Eletroencefalograma Clínico, Ocupacional e com Mapeamento Cerebral
  8. Densitometria óssea
  9. Tomografia Computadorizada
  10. Tomografia Cardiovascular
  11. Ressonância Nuclear Magnética
  12. Polissonografia
  • Telepatologia

Permite o envio de imagens de lâminas ou órgãos em estudo anátomo-patológico, para discussão de casos e diagnóstico com laudos a distância.

Quando levamos uma amostra de tecido para um laboratório de patologia, ou mesmo um exame preventivo, o funcionário e técnico laboratorial irá preparar o material em lâminas, usar o corante indicado para o exame e em seguida digitaliza e envia para a plataforma de Telemedicina onde o Patologista acessa, interpreta e libera o laudo online em minutos.

Permite o estudo de imagens radiológicas, ultrassonográficas, tomográficas, de ressonância magnética, densitometrias, para discussão de casos e diagnóstico usando uma plataforma de Telemedicina em nuvem.

O paciente realiza o exame normalmente como de costume, então o técnico que realizou o exame envia o arquivo de DICOM para o sistema de Telemedicina onde os Radiologistas irão logar e interpretar as imagens, fornecendo em seguida os laudos médicos em 30 minutos.

  • Telecirurgia

Permite que profissionais menos experientes realizem procedimentos cirúrgicos de urgência com o acompanhamento e auxílio de profissionais mais experientes.

Estão incluídas a demonstração por teleconferência de cirurgias realizadas tradicionalmente por uma equipe médica a um grupo distante, bem como mais dois tipos de trabalho:

1- O desenvolvimento de pequenos dispositivos teleguiados por um cirurgião para procedimentos cirúrgicos em cavidades corporais com pequenas incisões,

2- A manipulação de instrumentos cirúrgicos tradicionais por robôs controlados por cirurgiões a distância.

  • Telemonitoração

Envio contínuo dos registros de dados vitais do paciente para análise e interpretação a distância. Inclui a monitorização cardíaca por linha telefônica, de pacientes com gravidez de risco ou patologias crônicas.

Substituem a internação hospitalar, pois permitem que o médico acesse as informações por meio de um microcomputador.

Esse formato de atendimento é uma extensão da monitorização realizada dentro do hospital.

Uma enfermeira acompanha numa central os dados coletados em tempo real do paciente em seu domicílio, seja pressão arterial, saturação de oxigênio, níveis glicêmicos, ritmo cardíaco e de acordo com os resultados pode acionar uma equipe para ir até o local e prestar atendimento.

Imagine a redução nas reinternações com monitorização inclusive da rotina de tomada de medicamentos através de um aplicativo onde o próprio paciente alimenta as informações a cada tomada e é monitorado á distância.

  • Comunidades Virtuais

Grupos de profissionais que utilizam ferramentas ou tecnologias da Internet para discutir temas e casos clínicos ou para elaborar e publicar artigos científicos.

Incrivelmente discutir sobre o que é Telemedicina, envolve citar múltiplas áreas de atuação. 

É impossível descrever todas num único artigo, visto que as inter-relações vão até a educação a distância, como é o caso de eu disponibilizar um curso gratuito que pode ser baixado logo a seguir para aprendizado dentro da área.

O acesso a essas comunidades está cada vez mais frequente, visto que é possível o médico incluir quantos casos clínicos tiver para que toda a comunidade médica analise o quadro clínico e de exames e comente, dando dicas, sugestões e aprimorando o conhecimento de todos que acompanham.

Todos recebem as atualizações em aplicativos ou e-mail em tempo real.

Principais benefícios imediatos para hospitais e clínicas no uso da Telemedicina

  • Laudos de exames gráficos (ECG, EEG, Espirometria)  e de imagem ( RX, Tomografia, RNM ) via internet em 30 minutos com custo do laudo até 80% inferior ao convencional ;
  • Redução de custo com equipamentos em comodato e aluguéis a um valor acessível;
  • Ter laudos médicos online, com agilidade, precisão e credibilidade. Fazendo mais exames e podendo contar com os resultados em tempo mínimo e segurança nos dados em nuvem,
  • Ter todas as especialidades e tipos de exames disponíveis para seus clientes e pacientes onde quer que você esteja, usando a internet
  • Um avanço na Medicina Ocupacional que agora pode ter todos os exames na sua clínica ou ir com o aparelho portátil até a empresa para não atrapalhar o horário de trabalho do funcionário.

A Telemedicina chegou na Medicina do Trabalho

O crescimento da Medicina do Trabalho proporcionou a necessidade de separar alguns exames médicos em função da sua complexidade.

Quando falamos em Espirometria Ocupacional por exemplo, estamos nos referindo a um exame compacto em um paciente saudável como triagem.

Caso observe alguma alteração inicial, o colaborador será encaminhado para um exame mais completo, então chamado de Espirometria Clínica.

Quero conhecer um curso de espirometria para Telemedicina

O comodato de aparelhos médicos trazendo acessibilidade em áreas remotas

As empresas de Telemedicina, como é o caso da Telemedicinamorsch inovaram com o formato de alugar em comodato o equipamento médico para aqueles que não tem recursos para investir na compra. O cliente paga uma mensalidade e recebe mensalmente 30 laudos de cortesia.

Enfim, com tantos benefícios e facilidades no ramo da saúde, podemos afirmar que a telemedicina é a solução para se oferecer mais saúde e atendimento médico especializado com menor custo.

Você já pensou em adotar esse recurso em sua clínica? Tem dúvidas? Compartilhe conosco.

Compartilhe com seus amigos, assine nosso blog e se mantenha atualizado.

Dr. José Aldair Morsch – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp