Como contornar a crise com a Telemedicina?

Por Dr. José Aldair Morsch, 10 de maio de 2016
contornar a crise com a telemedicina

A pergunta lançada é básica: Como contornar a crise com a Telemedicina?

A resposta é muito fácil, basta agregar novos exames em sua clínica e aproveitar as facilidades de ter aparelhos em comodato e especialistas 24 horas por dia laudando os exames.

De 2014 para cá a economia brasileira vem apresentando perspectivas nada positivas. Explodiu em 2015 e neste ano de 2017 ainda está em recuperação, de forma lenta, claro.

A combinação entre a queda do consumo, a inflação em alta e o câmbio instável fizeram com que muitas empresas se desestruturassem e, agora, devem buscar novas alternativas para driblar a crise.

No setor da saúde, esse cenário não é diferente, porém vidas humanas estão em jogo. Por isso, o corte de gastos ou a diminuição de qualidade dos insumos, em grande parte das vezes, não representa a solução.

Solicite um orçamento

O setor de saúde e a crise

A medicina, dentro de um cenário de crise econômica, pede otimização.

É preciso rever procedimentos, rever a maneira de se prestar serviços médicos, evitar o desperdício de insumos, para que haja economia sem a necessidade de comprometer a qualidade.

Nesse sentido, a união da tecnologia com a medicina através da telemedicina vem proporcionando práticas inovadoras que representam bons resultados além de proporcionar a redução de custos.

A realização de exames, a troca de informações, o fechamento de diagnósticos e até o acompanhamento de tratamentos a distância já é uma realidade para quem utiliza os recursos da telemedicina, possibilitando alternativas eficientes para driblar o cenário nada promissor da economia.

A telemedicina e a otimização dos serviços de saúde

A telemedicina é a união entre a tecnologia e a medicina, com o objetivo de proporcionar agilidade e rapidez no tratamento de diferentes enfermidades. Hoje, os benefícios da telemedicina já contemplam áreas como a cardiologia, neurologia, pneumologia e até a radiologia.

Exames que antes necessitavam do deslocamento de profissionais, promovendo gastos com deslocamento e tempo, hoje já podem ser feitos à distância sem que a qualidade e a precisão sejam comprometidas.

Graças a telemedicina realizar laudos e exames como o ECG e MAPA de pressão e risco cirúrgico, eletroencefalograma, eletrocardiograma, espirometria, ressonância entre outros já podem ser feitos com um profissional à distância, beneficiando a eficiência dos tratamentos, e até salvando vidas, em casos de localidades mais remotas.

Atendimento em locais de difícil acesso

Além disso, a telemedicina possibilita que o deslocamento de doentes para os centros de referência seja reduzido, tornando o dia a dia dessas unidades muito mais dinâmico.

O grande benefício que a telemedicina traz é o aumento do alcance da assistência e da cobertura, possibilitando que mais pessoas sejam atendidas em menos tempo, sem que isso prejudique a qualidade da prestação dos serviços médicos.

Ela é, portanto, uma espécie de catalisador, que potencializa o exercício da medicina sem comprometer os limites de cada profissional da saúde.

O futuro da saúde está no uso da telemedicina

A crise econômica, embora seja um tema de destaque dentro do cenário brasileiro, faz parte de um movimento global, fruto da própria falência de um sistema insustentável que não consegue absorver a demanda por recursos e que precisa ser revisto.

A tecnologia, no entanto, é uma ferramenta chave para reverter esse modelo econômico e trazer soluções também na área da saúde.

Diversos países hoje já estão adotando a robótica e as teleconferências como forma de praticar e disseminar a telemedicina. No Brasil, é questão de tempo para que essa cultura se torne cada vez mais presente no dia a dia.

A opção do aluguel em comodato dos equipamentos médicos para contornar a crise com a telemedicina

É nesse momento que optar por um comodato do equipamento e ganhar 30 laudos gratuitos por mês se torna o melhor investimento para contornar a crise com a telemedicina.

O cliente recebe o aparelho pelo correio, marca treinamento e nosso suporte fornece todos os cursos e treinamentos com acesso remoto para utilizar o equipamento e enviar os exames pela plataforma de telemedicina em nuvem.

A maior comodidade está em receber os laudos dos exames médicos em 30 minutos após ter enviado para ser analisado por um especialista.

Tem dúvidas de como a telemedicina pode melhorar e otimizar os custos da sua clínica ou hospital? Deixe seus comentários abaixo e acesse nosso site.

Alguns aparelhos disponibilizados em comodato

Para exames rotineiros usando um notebook em qualquer lugar, mesmo sem internet, disponibilizamos os seguintes aparelhos:

  • Eletrocardiograma
  • Eletroencefalograma
  • Espirometria
  • Mapa de pressão arterial
  • Holter de ECG digital

Em resumo, é consagrado que o uso da Telemedicina tanto para receber os laudos médicos em 30 minutos é o melhor caminho. Para aqueles que não possuem equipamentos, o comodato é também uma ótima opção.

Compartilhe com seus amigos! Assine nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch – Cardiologista – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp