Tudo o que você precisa saber sobre clínica popular

Por Dr. José Aldair Morsch, 17 de dezembro de 2021
Tudo o que você precisa saber sobre clínica popular

Você certamente já ouviu falar em clínica popular, mas sabe exatamente como o modelo funciona, quais os benefícios e sua importância para a assistência prestada à população?

Não é exagero afirmar que esse formato democratiza o acesso à saúde. Afinal, sua função é prestar serviços médicos de excelência, mas com preços extremamente reduzidos.

Ainda que o SUS seja exemplo em todo o mundo e desempenhe um papel primordial junto às  pessoas que não podem arcar com os altos custos da rede privada, ele ainda tem limitações.

As clínicas com abordagem popular foram criadas justamente para cobrir esse “gargalo”, priorizando a qualidade presente nos estabelecimentos particulares, mas deixando de lado os elevados padrões de cobrança que acabam excluindo grandes parcelas da população.

Elas se tornaram ainda mais importantes com a chegada da pandemia, sanando necessidades que já existiam na rede assistencial, mas que foram agravadas pelo isolamento.

Segundo dados divulgados no portal Medicina SA, a busca por consultas subiram quase 20% nas unidades populares entre 2019 e 2020.

Os grandes motivos desse aumento foram as dificuldades de acesso aos atendimentos públicos, além dos próprios preços praticados pelos planos e clínicas privadas, que são elevadíssimos.

Para contribuir com a conscientização e com a difusão do modelo de clínica popular, preparei este artigo focado em todas as oportunidades que ele proporciona para médicos e pacientes.

A seguir, entenda melhor seu conceito, público-alvo, modo de funcionamento, tipos de serviços oferecidos, requisitos, principais benefícios, relação com a tecnologia e muito mais. 

O que é uma clínica popular? 

Como eu disse na introdução, o formato de clínica popular é voltado à prestação de serviços de saúde com preços muito mais acessíveis do que a média cobrada na rede particular.

Seu foco é nas classes sociais que não podem pagar pelos altos custos dos planos e estabelecimentos privados, mas que precisam ou querem ter um padrão de assistência mais rápida e completa do que teriam no SUS.

Evidentemente, recomenda-se o Sistema Único de Saúde em inúmeras situações. 

Nos casos de alta complexidade, como na necessidade de cirurgias, situações de doenças crônicas, entre muitas outras, ele é imprescindível para a maioria da população. 

Contudo, quando tratamos de atendimentos primários e secundários, alguns problemas se tornam evidentes. 

Por mais que essa frente de atuação seja importantíssima em termos de acesso à saúde, ela é marcada por longas filas, falta de estrutura adequada, carência de profissionais em certas regiões, entre outros problemas gerados pela falta de investimentos governamentais.

O modelo de clínica popular foi criado em 1996 justamente para “driblar” essas carências. Desde o início, sua finalidade é garantir um acesso à saúde tão democrático quanto o do SUS.

Entretanto, isso passou a ser ofertado sem adversidades ligadas à lotação, esperas, carência de médicos, estruturação inadequada, tratamentos descontinuados, entre outras relacionadas.

Para tornar o modelo de negócio viável e os atendimentos acessíveis, o padrão de cobrança aos pacientes varia de cerca de R$ 60 a R$120, sendo menos dispendioso do que em clínicas privadas. Para exames, os valores têm uma média de R$ 30 a R$ 60.   

Quem pode ser atendido em uma clínica popular? 

Levando todos os detalhes que expliquei acima em consideração, é fácil perceber que o público-alvo majoritário da clínica popular são pacientes das classes C e D.

Contudo, vale ressaltar que o modelo cresceu e se desenvolveu muito ao longo dos anos.  Atualmente, há a possibilidade de  encontrar unidades com dezenas de especialidades atendidas, todas elas ofertadas com um padrão elevadíssimo de excelência.

Dessa maneira, o interesse da classe B e até mesmo da classe A tem crescido bastante. Isso se tornou ainda mais presente no atual cenário de crise. Nele, os serviços médicos “tradicionais” e os planos de saúde estão se tornando cada vez mais caros. 

Basicamente, todo tipo de pessoa com necessidade de assistência pode optar pela clínica popular para sanar suas demandas de atendimento. 

Como funciona uma clínica popular?

Em um contexto geral, toda clínica popular funciona nos mesmos moldes em que opera um estabelecimento particular de atendimento.

Como já reforcei anteriormente, a grande diferença está na acessibilidade dos preços. Via de regra, as cobranças pelas consultas e exames são muito mais baratas.    

Cada vez mais, as unidades populares reúnem inúmeras especialidades médicas. Ou seja, elas englobam todos os serviços necessários para quem quer cuidar da saúde ou de sua família.

Para que os pacientes tenham acesso aos serviços, há uma pequena mudança em relação aos  planos privados. Os pagamentos já são feitos no ato de atendimento. Além disso, não existem mensalidades, taxas fixas e nem cumprimento de carência. 

Ou seja, basta ligar para a unidade, agendar a consulta, comparecer no dia a na hora marcada, pagar uma quantia acessível para que se tenha acesso a uma assistência de qualidade.

Em diversas especialidades, também há a possibilidade do atendimento imediato, sem nem mesmo fazer o agendamento prévio. 

Como funciona uma clínica popular?

Em resumo, a clínica popular oferece basicamente as mesmas alternativas que as clínicas e os planos de saúde. O que muda em relação ao primeiro caso são os valores menores. Já em relação ao segundo, é que você paga no ato apenas pelo serviço que utiliza. 

Serviços oferecidos pela clínica popular

Quanto aos serviços oferecidos pela clínica popular, reitero que a abrangência de tipos de consultas e de ofertas de exames pode ser enorme. 

Como em uma unidade “tradicional”, o volume de serviços varia conforme o tamanho, o tipo e até o foco do estabelecimento. 

Praticamente todas as especialidades médicas podem atuar por meio do modelo. Isso inclui áreas como: 

  • Clínica médica;
  • Ortopedia;
  • Cardiologia;
  • Pediatria.
  • Urologia;
  • Ginecologia;
  • Oftalmologia;
  • Dermatologia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Gastroenterologia;
  • Entre muitas outras.

Seria possível citar inúmeras outras especialidades. Entretanto, essas da lista são aquelas que normalmente têm mais procura de consultas e exames pelos pacientes na clínica popular.

Inclusive, algo que destaca-se na abrangência somada à acessibilidade do modelo ocorre da possibilidade de sanar todas as demandas de saúde com um mesmo médico e também com o apoio de um time multidisciplinar.

Ou seja, de maneira mais próxima, constante e acessível, o paciente pode ter uma atenção integral com o profissional de sua confiança. 

Além disso, também pode ser tratado de maneira ampliada. Nesse caso, há o apoio de fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, dentistas, entre outros especialistas, conforme suas necessidades. 

Em relação aos exames, os serviços também são amplos. Entre os procedimentos mais comuns oferecidos pela clínica popular, destacam-se:

  • Exames de sangue;
  • Raio-X;
  • Endoscopia;
  • Mamografia;
  • Diferentes tipos de ultrassom;
  • Biópsias;
  • Ecocardiograma;
  • Papanicolau;
  • Eletrocardiograma;
  • Entre muitos outros.

Sejam exames laboratoriais ou de diagnóstico por imagem, dos mais simples aos mais complexos, a clínica popular oferece alternativas amplas ao público atendido.

O que uma boa clínica popular precisa ter?

Esclarecendo o que uma boa clínica popular deve ter, deve-se destacar seus principais requisitos sob as perspectivas dos pacientes e dos médicos.

Para pacientes

Em primeiro lugar, fique atento às características que definem um bom estabelecimento de saúde. Evidentemente, ele deve ser seguro, humanizado e de excelência.

Isso significa que, muito além de observar o preço (que é o que torna a clínica popular vantajosa), outros aspectos também devem ser levados em consideração.

Certifique-se primeiramente de que o local possui reconhecimento e autorização pelo Conselho Regional de Medicina.

A pesquisa pelo CRM, a partir do nome do médico apresenta-se como outro cuidado importante. Se possível, também recomenda-se buscar recomendações sobre ele. 

Por fim, é fundamental analisar a estrutura disponível. Junto dela, a qualidade dos equipamentos, reputação de mercado e outros pontos de igual importância para não ter problemas ou frustrações.

Para médicos

Já no caso dos médicos, mais que uma preferência profissional, o que define uma boa clínica popular também é a sua viabilidade enquanto negócio.

Nesse sentido, primeiro avalie a média de preços cobrados por esse tipo de estabelecimento e certifique-se de que você conseguirá obter uma remuneração justa. Isso sem fugir muito dos padrões praticados na região em que você atua.

Sob essa mesma ótica, estude o público. Como citei anteriormente, os clientes majoritários são das classes C e D, com algumas exceções. Portanto, determine se você terá uma boa procura para atender à sua média de preços. Também comunique-se de maneira alinhada com essa audiência.

Por falar em comunicação, temos também a promoção. Ela diz respeito à divulgação da sua clínica, seu potencial de crescer no mercado em que está inserida e na sua capacidade de gerar confiança e de atender às demandas do público atendido.

Para médicos

Por fim, analise sua praça. Isso significa principalmente garantir uma clínica popular em uma boa localização, que tenha ampla circulação e que seja acessível para seu público, sem dificuldades de deslocamento, por exemplo (que podem diminuir seu volume de pacientes).

Quais são as vantagens de uma clínica popular? 

Neste ponto do artigo, já é fácil perceber quais são os principais benefícios oferecidos pela clínica popular.

Para os pacientes, há muito mais facilidade para tratar doenças comuns, realizar diversos tipos de exames e ter acesso a ótimos especialistas de inúmeras áreas. Além disso,  o agendamento ocorre de maneira mais simples sendo às vezes imediato. 

Como se não bastasse, os preços são bastante acessíveis e muito mais vantajosos que em planos ou estabelecimentos “tradicionais” de saúde.

Por sua vez, os médicos podem obter bons níveis de lucros por menores investimentos e custos operacionais.

Afinal,  há a tendência de uma maior  procura dos serviços e seus  fluxos do que em outros modelos. Somado a isso, a maioria dos procedimentos costumam ter complexidade baixa, o que não exige grandes aportes financeiros pelo empreendedor.

Junto de todas essas vantagens, está o fato de que o formato de clínica popular é cada vez mais reconhecido pelo mercado e valorizado pelo público.

Isso significa que as possibilidades de crescimento para os profissionais de saúde são enormes. Já para os pacientes, é garantia de ter serviços de assistência ainda mais acessíveis.

Vale a pena abrir uma clínica popular? 

Com base nos benefícios que expliquei no item acima, e também em todas as características da clínica popular que apresentei neste artigo, é fato que o modelo é extremamente vantajoso.

Abrir um negócio na área vale ainda mais a pena se você considerar as possibilidades disponíveis. Isso porque, é possível tanto empreender por conta própria, quanto abrir uma franquia.

No primeiro caso, você pode criar uma unidade de acordo com as suas preferências, fazer a gestão da maneira que julga mais vantajosa e investir a quantia que julga necessária para crescer e prestar serviços de qualidade.

Já na segunda situação, você garante toda a credibilidade de uma marca já reconhecida pelo mercado, recebe orientações para gerir a clínica de acordo com os parâmetros de sucesso do franqueador e investe valores já determinados em contrato.

Portanto, assim como as vantagens, não faltam opções e modelos de negócios para quem deseja abrir uma clínica popular.

Como a Telemedicina Morsch pode ajudar uma clínica popular?

Como em todo negócio, o sucesso de uma clínica popular é determinado pela qualidade de sua gestão e pelos diferenciais que agregam mais excelência aos serviços oferecidos.

Sabendo disso, a Telemedicina Morsch trabalha para oferecer as melhores ferramentas de otimização, voltadas aos mais diversos perfis de empresas que atuam na área da saúde.

Além das funcionalidades específicas para assistência online e dos recursos de telemedicina para clínicas, também ofertamos sistemas capazes de promover melhorias gerenciais e soluções focadas na melhor experiência dos pacientes. 

Por exemplo, em nossa plataforma, você pode disponibilizar o agendamento online. Nele, o paciente faz sua marcação sem se deslocar e nem usar o telefone. Basta acessar seu site e escolher o horário disponível. No dia da consulta, ele ainda recebe uma mensagem para confirmar sua presença com link para eventual reagendamento. 

Outro recurso é o prontuário eletrônico. Nele, você mantém as informações do paciente devidamente armazenadas e sempre disponíveis. Isso facilita o acesso aos dados e ainda enriquece os atendimentos da clínica, já que você terá tudo o que precisa saber sobre o público ao seu alcance, de forma integrada, flexível e bem organizada. 

Dentro do sistema, você ainda pode cuidar do seu controle financeiro, acompanhar relatórios intuitivos de desempenho, organizar os seus processos internos e acompanhar todas as demandas necessárias para que a gestão da sua clínica popular seja eficiente e bem-sucedida. 

Os diferenciais e benefícios oferecidos pela Telemedicina Morsch ainda vão além. Que tal conhecer todos eles? Acesse o nosso site, explore nossas ferramentas e descubra como impulsionar a sua atuação na área da saúde conosco. 

Conclusão

 Conclusão

O modelo de clínica popular surgiu nos anos 1990 e, desde então, não para de crescer e se desenvolver. O grande diferencial está na democratização do acesso à saúde, já que os atendimentos são amplos, têm alta excelência e são muito mais acessíveis.

Abrir um negócio no ramo é algo extremamente vantajoso. Afinal, a procura é enorme entre os pacientes, os investimentos são baixos, as possibilidades de crescimento são amplas e há diferentes modelos de atuação para se investir.

Se você gostou de conhecer as particularidades da clínica popular e suas oportunidades, não deixe de manter-se sempre bem informado sobre o assunto. Assine a newsletter para receber os próximos artigos em primeira mão e compartilhe este artigo com os seus colegas. 

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE