Como o paciente deve utilizar o espirômetro?

Por Dr. José Aldair Morsch, 22 de fevereiro de 2018
utilizar o espirometro

A qualidade de um exame de espirometria está totalmente relacionado em como o paciente deve utilizar o espirômetro.

Uma porcentagem significativa de exames são considerados inadequados para serem laudados e mesmo assim os clínicos e médicos do trabalho acabam aceitando o resultado fornecido pelo aparelho e comprometem a saúde do seu paciente.

Neste artigo comento sobre as melhores formas de realizar o exame para aproveitar ao máximo a forma de utilizar o espirômetro e ter um exame com perfeição.

Qual a definição de espirometria?

É um exame médico realizado com um aparelho que avalia as condições de saúde ou doença dos pulmões.

Solicite um orçamento

Ao soprar um aparelho chamado espirômetro, é possível medir vários parâmetros da passagem de ar pelos pulmões e de acordo com os resultados, concluir sobre as condições de funcionamento dos mesmos.

O que é espirômetro?

O aparelho utilizado para medir o ar que passa pelas vias aéreas e pulmões durante um sopro forte do paciente é chamado de espirômetro.

É um dispositivo pequeno, do tamanho de um celular que é conectado no computador e tem um bocal onde colocamos a boca e sopramos.

Os problemas encontrados ao utilizar o espirômetro

O exame de espirometria é considerado um dos mais difíceis de serem realizados nos pacientes em geral.

Entender os comandos corretos do profissional que executa o exame é de um nível de dificuldade elevado e numa porcentagem significativa de pacientes, apesar de realizar o exame, o mesmo não é aceito pelos pneumologistas.

Lista dos 10 problemas que aparecem ao utilizar o espirômetro

1- A força utilizada durante o sopro não é satisfatória ao utilizar o espirômetro;

2- O tempo de sopro é insuficiente para esvaziar os pulmões;

3- As manobras de soltar todo o ar do pulmão na fase de soprar e na fase de sugar o ar são incorretas;

4- Durante o sopro o paciente interrompe e volta a soprar;

5- A higiene do aparelho nunca é levada a sério;

6- As orientações de como se preparar para o exame não são respeitadas;

7- Realizam o exame em pacientes gripados;

8- Ao utilizar o broncodilatador, não orientam de forma correta e a investigação clínica da asma fica comprometida;

9- Não seguem os protocolos adotados no Brasil, como o Pereira;

10- Utilizam aparelhos importados que não são registrados na ANVISA.

Como diminuir os problemas rotineiros ao utilizar o espirômetro?

O profissional que realiza o exame, seja o clínico, médico do trabalho ou funcionário, deve fazer um curso básico para aprender a utilizar o espirômetro.

Baixe esse curso grátis de espirometria para entender melhor

utilizar o espirometro

Quais as consequências de um exame de espirometria inadequado?

Aceitar um exame inadequado de espirometria implica em se sujeitar a riscos de processos jurídicos que vão desde indenização por danos morais, até responsabilização criminal por morte nos casos em que colaboradores morrem ao executar suas funções em áreas insalúbres onde não estariam aptos a exercer.

A disseminação do exame na medicina ocupacional trouxe benefícios para aqueles que seguem as normas de realização do exame, com empresas de telemedicina como parceiras ou pneumologistas sendo parceiros.

Junto com o crescente aumento dos exames, vieram os processos dos trabalhadores que foram lesados por não serem adequadamente avaliados antes de assumirem suas funções.

A posição dos juristas é unânime quanto aos danos. Tanto a empresa de medicina ocupacional quanto a empresa contratante do funcionário respondem de forma solidária.

É importante ter a consciência do problema e buscar formas de evitar essas situações que trazem uma dor de cabeça e prejuízos financeiros muitas vezes irreparáveis.

Como a Telemedicina Morsch contribui na redução dos problemas ao utilizar o espirômetro?

A Telemedicina Morsch atua no mercado nacional como parceira de médicos em consultórios, clínicas em geral, medicina ocupacional, hospitais onde interpreta exames de várias especialidades.

A Telemedicina é uma especialidade responsável por interpretação de exames a distância.

Usando uma plataforma em nuvem, recebe os arquivos dos exames enviados pelos clientes e os especialistas interpretam os exames em minutos.

Para que os clientes possam utilizar o espirômetro com segurança, o suporte da Telemedicina Morsch disponibiliza curso a distância gratuito para todos.

A qualidade dos exames é constantemente avaliada e nos casos em que os exames estão inadequados, entramos em contato e reforçamos os treinamentos.

Para clientes que precisam utilizar o equipamento e não possuem condições de compra, a Telemedicina Morsch disponibiliza em comodato.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes! Assine nosso blog e receba novidades em seu e-mail.

 

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp