Silicose: o que é? Quais as causas e os sintomas? Como evitar?

Por Dr. José Aldair Morsch, 21 de junho de 2015
Silicose: o que é? Quais as causas e os sintomas? Como evitar?

Silicose pulmonar: o que é? Quais as causas e os sintomas? Como evitar? Neste post abordarei detalhes sobre essa doença ocupacional pouco respeitada nos ambientes de trabalho com baixa qualidade do ar.

O que é silicose?

Trata-se de uma pneumoconiose (doenças pulmonares causadas pelo acúmulo de poeira nos pulmões) causada pela inalação de partículas de sílica. A sílica (ou óxido de silício) é o principal componente da areia e matéria prima para a fabricação do vidro e do cimento.

As consequências da inalação dessa substância (principalmente se muito duradoura), limita muito a capacidade respiratória da pessoa afetada, tanto no que diz respeito à capacidade de oxigenação do sangue quanto à expansão pulmonar, com repercussão em outras funções orgânicas, sobretudo cardíaca.

É uma doença profissional e geralmente afeta os mineiros que trabalham em túneis e galerias e todas as demais pessoas expostas ao pó de sílica.

A sílica se deposita nos alvéolos pulmonares, causando graves danos a eles e levando a uma fibrose pulmonar nodular irreversível.

Solicite um orçamento

Quais são as causas da silicose?

Ela é causada pela inalação geralmente crônica de partículas de sílica e leva alguns anos para manifestar sintomas, os quais são, no entanto, inevitáveis, a menos que a inalação seja precocemente interrompida.

A princípio podem aparecer nos pulmões pequenas áreas cicatriciais, que são conhecidas como silicose nodular simples, as quais posteriormente evoluem para áreas mais extensas de fibrose pulmonar.

Quais são os principais sinais e sintomas da silicose?

A intoxicação maciça e aguda por sílica pode provocar dificuldades respiratórias, febre e cianose. A silicose crônica causa uma fibrose progressiva dos alvéolos pulmonares, o que leva a dificuldades respiratórias e baixa oxigenação do sangue, provocando tontura, fraqueza e náuseas e, muitas vezes, incapacitando o trabalhador.

coração é submetido a um esforço maior que o normal porque tem que trabalhar com mais intensidade para garantir a oxigenação do organismo e disso decorrem consequências sobre esse órgão (insuficiência cardíaca, por exemplo). Deve-se estar atento para o fato de que a silicose favorece o aparecimento da tuberculose pulmonar.

Como o médico diagnostica a silicose?

Rx de tórax para auxiliar no diagnóstico de silicose

RX DE TÓRAX COM SILICOSE PULMONAR

O diagnóstico da silicose é feito mediante o histórico clínico e ocupacional do paciente e por meio de exames de imagens do tórax e espirometria.

Como é feito o tratamento?

Uma vez estabelecida, ela não tem cura, mas a evolução da doença pode ser detida se a exposição ao pó de sílica for interrompida.

Contudo, deve-se tratar sintomaticamente as queixas existentes.As pessoas com dificuldades respiratórias, por exemplo, podem ser aliviadas com dilatadores brônquicos e com medicamentos que procuram eliminar as secreções das vias aéreas.

Se houver insuficiência cardíaca ou tuberculose concomitantes, essas doenças devem ser tratadas com os meios adequados a elas.

Como prevenir a silicose?

EXAME DE ESPIROMETRIA

A melhor maneira de prevenir a doença é evitar expor-se ao pó de sílica, mas se isso for de tudo impossível, procure adotar as medidas de segurança do trabalho, adequadas para o caso, já que a silicose é uma doença profissional.

QUERO TER A ESPIROMETRIA EM MINHA CLINICA

Como evolui a silicose?

A silicose pode vir a causar incapacidade para o trabalho.

Os pacientes com esse problema são mais sujeitos à tuberculose e por isso devem ser submetidos a controles periódicos.

Algumas vezes a doença pode causar a morte do paciente, ou por si mesma ou pelas complicações que acarreta

A telemedicina como parceira em interpretar os exames de espirometria

A telemedicinamorsch desenvolveu uma plataforma em nuvem que recebe exames de espirometria, eletroencefalograma, eletrocardiograma e libera os laudos médicos em 30 minutos. Uma excelente ferramenta digital para auxiliar clinicas que não dispõe de especialistas para interpretar os exames.

Onde posso adquirir o espirômetro?

Existem dois formatos para ter acesso ao aparelho de espirometria. Pode solicitar para nossa empresa sugestões de marcas para comprar, ou contratar os aparelhos diretamente conosco na modalidade de aluguel em comodato onde recebe 30 laudos gratuitos mensais.

QUERO ENTENDER COMO FUNCIONA O COMODATO DE APARELHOS MÉDICOS

Em resumo, devemos ficar atentos a qualidade do ambiente o trabalhador está inserido, analisar cuidadosamente os riscos que está exposto e procurar evitar a permanência e repetição da exposição.

PRECISO ME ATUALIZAR NO EXAME DE ESPIROMETRIA

É possível monitorar a saúde do funcionário com rx de tórax e espirometria seriados e remanejar sempre que achar necessário.

Procure disponibilizar em sua clínica ocupacional o exame de espirometria e aumente consideravelmente seus lucros.

Dr. José Aldair Morsch – Cardiologista – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp