Empresas de Telerradiologia: como funcionam e quando contratar

Por Dr. José Aldair Morsch, 7 de setembro de 2018
Empresas de Telerradiologia

Se você busca por empresas de telerradiologia, preste atenção.

Esse é um serviço que pode fazer a diferença para viabilizar a operação da sua unidade de saúde, seja clínica ou hospital. E, neste artigo, vou explicar o porquê.

Não se discute a necessidade de contar com um profissional competente e habilitado para laudar exames radiológicos. Está na lei.

Por outro lado, qual o custo para atender a tal exigência? Comprometer o orçamento? Aplicar a tática do cobertor curto e desguarnecer financeiramente outro setor?

Isso sem falar em quem não encontra solução e fecha as portas.

Solicite um orçamento

É claro que não precisa ser assim, da mesma forma que seu possível receio e objeção às empresas de telerradiologia não se justifica.

Tudo ficou muito fácil e seguro graças ao avanço da tecnologia.

Inclusive, obter laudos à distância pode resultar em outras vantagens além da econômica, que é a mais notória.

A partir de agora, vou explicar tudo sobre telerradiologia, do conceito à normatização do CFM (Conselho Federal de Medicina), sem deixar de apresentar as melhores dicas para você encontrar o provedor ideal para o serviço.

Era isso o que procurava? Então, siga a leitura!

O que é Telerradiologia?

o que são Empresas de Telerradiologia

Telerradiologia é a área da telemedicina voltada à análise e interpretação de exames radiológicos.

Consiste na transmissão de imagens radiográficas por via online, permitindo que profissional especializado as acesse à distância, desobrigando-o de estar presencialmente na realização do exame.

A partir dessa tecnologia, é possível elaborar laudos à distância, tanto para apresentar um diagnóstico quanto para a emissão de uma segunda opinião.

Importante destacar ainda que a telerradiologia conta com regulamentação no Brasil a partir de normativas do CFM.

Mais precisamente, estamos falando das resoluções CFM nº 1.890/2009 e CFM Nº 2.107/14.

Esta segunda é a mais recente e a sua publicação revogou a primeira.

Não vou avançar nos detalhes da norma, mas cabe destacar alguns pontos para atestar a legalidade e regularidade desse importante serviço.

O que diz a normatização da Telerradiologia

Basicamente, ela exige que tanto o serviço que realiza o exame de imagem tenha um médico no local do exame como responsável técnico, não precisando estar em tempo integral, claro, quanto aquele que vai receber os dados para análise à distância sejam especialistas em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, devidamente registrados nos conselhos regionais de medicina.

Já aqueles com certificação em mamografia e densitometria óssea só poderão atuar na telerradiologia para emissão de relatório médico num serviço de laudos a distância, em suas respectivas áreas.

Então, entenda o seguinte, a presença do especialista in loco pode ser dispensada em casos de radiologia geral não contrastada, incluindo mamografia, além de situações de emergência.

Na prática, o suporte diagnóstico a distância da telerradiologia pode ser disponibilizado nessas condições sem contrariar as regras do CFM.

É neste momento que a telerradiologia ajuda as clínicas que não disponibilizam de radiologistas em tempo integral ou que estejam sobrecarregados.

Outro ponto importante é que os exames radiológicos só podem ser transmitidos através da tecnologia contendo os dados clínicos do paciente e a sua autorização para tanto, assinada pelo paciente.

É interessante observar que a norma objetiva garante que o laudo médico só seja emitido se a qualidade da informação for suficiente e adequada ao caso em questão.

Quais são as áreas da Telerradiologia

Empresas de Telerradiologia areas de atuacao

Muitos limitam a radiologia ao uso do raio-x, mas a verdade é que seus equipamentos e aplicações vão muito além, abrangendo uma série de doenças e outras condições médicas.

Veja quais são as áreas que fazem parte da telerradiologia:

  • Radiologia Geral e Especializada: consiste na obtenção de imagem de determinada área do corpo. Seu uso mais comum se dá por meio do raio-x para o diagnóstico de fraturas, problemas nas articulações ou na coluna e doenças pulmonares.
  • Tomografia Geral e Especializada: evolução da radiologia, alcança imagens mais precisas que as do raio-x para ossos, órgãos e tecidos, sendo empregada para investigar tumores, coágulos e infecções, além de diagnosticar e monitorar doenças e lesões diversas.
  • Ressonância Magnética: também gera imagens em alta definição para investigação de áreas internas do corpo humano, mas se difere da tomografia em suas aplicações. Costuma ser bastante utilizada em diagnósticos que envolvem músculos e tendões.
  • Mamografia: área da radiologia que estuda o tecido mamário, sendo bastante empregada na investigação de nódulos nos seios, incluindo tumores malignos (câncer).
  • Densitometria Óssea: mede a densidade mineral óssea e, ao comparar com padrões de idade e sexo, por exemplo, apura possíveis anormalidades no tecido ósseo. É o principal exame para o diagnóstico da osteoporose.
  • Medicina Nuclear: faz uso de radiofármacos para estudar a fisiologia do corpo humano, tendo aplicações na prevenção e diagnóstico de doenças, incluindo condições degenerativas, como o Mal de Alzheimer e vários tipos de câncer, como o colorretal, de pulmão, de mama, de pele, de cabeça e pescoço (câncer de tireoide).

Como funcionam as empresas de Telerradiologia?

Empresas de Telerradiologia como funcionam

Não é difícil de entender como funcionam as empresas de telerradiologia.

São serviços de apoio diagnóstico que fornecem laudos radiológicos à distância. Para tanto, obedecem às regras da já citada normatização do CFM.

Em aspectos práticos, é uma forma de atuação muito semelhante à do médico radiologista no local.

Como as imagens obtidas a partir dos equipamentos de radiologia são enviadas para um computador, o que acontece em seguida é o seu compartilhamento com a empresa de telerradiologia.

Nela, o especialista tem acesso aos dados coletados da mesma forma que teria se estivesse presente durante o exame.

Para tanto, ele ingressa em um sistema seguro, entra com seu login e senha, e só então pode interpretar os resultados e emitir seu parecer na forma de laudo médico.

A legislação prevê que as empresas de telerradiologia tenham toda a infraestrutura tecnológica necessária para oferecer o apoio diagnóstico.

O médico responsável pelo documento se responsabiliza solidariamente pelo atendimento, já que isso compete principalmente ao especialista que assistiu ao paciente durante a realização do exame.

Não é permitido recorrer a empresas de telerradiologia fora do país.

Exames interpretados na Telerradiologia

exames das Empresas de Telerradiologia

Neste tópico, vou falar sobre os principais exames radiológicos que contam com laudos à distância.

Já dei algumas pinceladas no assunto ao apresentar as diferentes áreas da telerradiologia, mas há muito mais a saber a respeito.

Veja como são extensas as opções de diagnóstico por imagem laudados por radiologista não presente no local do exame:

  • Raio-X convencional: exame que obtém imagens bidimensionais do corpo humano.
  • Raio-X contrastado: semelhante ao raio-x convencional, se diferencia pela aplicação de uma substância chamada contraste, que permite visualizar com maior nitidez a área do corpo desejada.
  • Tomografia computadorizada: investiga áreas como crânio, coração, tórax e coluna vertebral.
  • Gastrografia: exame não invasivo, realizado por meio de tomografia computadorizada, utilizado no diagnóstico de anormalidades no sistema gástrico, como hérnia de hiato, pólipos e úlceras.
  • Colonografia: também chamada de colonoscopia virtual, é também um exame não invasivo, feito por tomografia computadorizada, sendo empregado em casos de câncer colorretal e na análise de estenoses.
  • Angiotomografia coronária: a angiografia por tomografia computadorizada é utilizada para visualizar artérias e veias, sendo um instrumento importante e prevenção a doenças cardiovasculares, incluindo o infarto.
  • Cintilografia: exame de imagem de medicina nuclear, indicado para investigação cardiovascular, em oncologia, nefrologia, endocrinologia, traumatologia e gastroenterologia.
  • PET/CT: sigla para Tomografia por Emissão de Pósitrons, procedimento em medicina nuclear, também chamado de PET Scan, tem grande utilização em oncologia.
  • Ressonância magnética: varia conforme a área investigada, sendo útil em diagnósticos que envolvem tórax, abdômem, crânio, coluna, ossos e articulações.

Quando contratar uma empresa de Telemedicina em Radiologia?

Empresas de Telerradiologia quando contratar

Ao chegar até aqui, você já sabe bastante sobre os exames radiológicos e a emissão de laudos à distância.

Mas será que uma empresa de telerradiologia é mesmo uma boa para você?

Para encontrar a resposta, cabe analisar a sua própria realidade.

Vou listar quatro perguntas bastante básicas nesse processo de autoavaliação:

  1. Tem faltado radiologistas na sua equipe?
  2. Quando um médico especialista em radiologia entra em férias, isso costuma ser um grande problema para você?
  3. Enfrenta dificuldades pontuais com a interpretação de exames de maior complexidade?
  4. Percebe a necessidade de contar com uma segunda opinião especializada para o fornecimento de diagnósticos?

Se respondeu positivamente a qualquer uma dessa questões, arrisco a dizer que, sim, você precisa de uma empresa de telerradiologia – e vou explicar o porquê.

Seu objetivo, muito provavelmente, é se tornar referência na área de atuação, até mesmo para ser uma escolha óbvia dos pacientes.

Isso demanda investimentos em quantidade e qualidade.

Por quantidade, é claro, entendemos o números de radiologistas e a contratação deles em tempo integral, incluindo aí a questão das férias e também feriados prolongados.

Já no quesito qualidade, o foco se volta à precisão dos laudos radiológicos, o que é fundamental para transmitir confiança ao paciente.

Quem deseja construir uma reputação sólida no mercado não pode correr riscos desnecessários.

Falo em deixar de emitir um laudo pela falta de profissional habilitado, por exemplo.

Acho uma boa ideia você estudar o mercado em busca da melhor opção em telerradiologia.

Comece pelas dicas que apresento a seguir.

Como escolher uma empresa de Telerradiologia

Empresa de Telerradiologia

Separei neste tópico as cinco dicas principais para você acertar ao contratar os serviços de empresas de telerradiologia.

Faça destas dicas o seu checklist pela melhor solução em laudos à distância.

Agilidade

Ainda que não seja uma situação de urgência, tempo é sempre um recurso valioso quando o assunto é saúde.

Então, a solução que contratar precisa laudar o exame radiológico o mais rápido possível.

Isso exige sintonia total desde a realização do exame, passando pelo envio das informações e culminando na disponibilização do laudo.

Já se for urgência, aí não tem jeito: você precisa do documento imediatamente.

Tecnologia

Não existe telemedicina sem investimentos em tecnologia. É simples assim.

A dica aqui é verificar a infraestrutura oferecida pela empresa de telerradiologia para atestar se ela está preparada para fornecer o suporte que você precisa.

A plataforma online disponibilizada deve ser de fácil integração, com layout e usabilidade descomplicados.

Eficiência é inegociável.

Disponibilidade

Outro ponto sem discussão: ou a empresa de telerradiologia está à sua disposição, ou não está. Não existe meio termo.

Isso significa que ela deve poder ser acionada a qualquer momento, 24 horas por dia.

E respondendo com a agilidade já destacada.

Vale o mesmo para o suporte a possíveis dúvidas, não apenas para os laudos.

Segurança e privacidade

Este é um ponto que só reforça o que já está previsto na legislação.

Os dados do paciente, tanto pessoais quanto clínicos, são sigilosos e não devem cair nas mãos erradas.

O sistema de armazenamento e compartilhamento de arquivos em nuvem assegura a proteção contra acessos não autorizados, mas verifique ainda de que forma a empresa manipula as informações para a elaboração dos laudos.

Equipe de especialistas

Como vimos, a telerradiologia é composta por diferentes áreas.

Por isso, quanto maior o nível de especialização da equipe terceirizada, melhor.

O ideal é que ela possua profissionais certificados em cada uma das áreas nas quais você realiza exames radiológicos.

Vantagens em contratar uma empresa de Telerradiologia

vantagens de contratar Empresas de Telerradiologia

Tenho certeza de que você já visualizou uma série de vantagens na contratação de empresas de telerradiologia.

Mas para deixar tudo mais claro, vou listá-las agora.

  1. Laudos emitidos por equipe especializada
  2. Solução para férias, feriados e plantões
  3. Investimento na qualidade dos serviços oferecidos
  4. Redução de custos com a terceirização
  5. Segurança diagnóstica com a segunda opinião
  6. Maior produtividade e capacidade de atendimento
  7. Adesão a uma solução moderna
  8. Segurança no processo e proteção às informações médicas.

Reduza os custos da sua clínica com Telerradiologia hoje mesmo

diminuir custos com Telerradiologia

Antes de terminar, quero falar especificamente sobre uma das grandes vantagens da telerradiologia: a economia.

Em primeiro lugar, tenha a certeza de que o custo de contratação de um médico especialista em tempo integral é muito superior ao de uma solução terceirizada.

Dependendo do porte da clínica, como destaquei lá no início do texto, pode representar a diferença entre a vida e a morte da empresa.

Isso sem falar na estrutura do serviço, com a compra de equipamentos e no investimento em recursos humanos, com o treinamento das equipes.

Mas por que estou destacando esses outros pontos?

Porque a proposta da Telemedicina Morsch é oferecer uma solução completa.

Se você já possui os aparelhos necessários para a realização dos exames, tem acesso a valores diferenciados para a contratação dos nossos serviços.

Se não tem, não precisa comprar. O equipamento pode ser cedido em comodato, ou seja, é como um aluguel gratuito enquanto você é nosso parceiro.

E tem ainda todo o suporte oferecido, que inclui instalação do sistema e treinamento de funcionário responsável pela operação, além do atendimento a qualquer dúvida ou necessidade.

Imagine, então, contar com uma solução que vai qualificar seus exames radiológicos, pagando menos por isso.

Pode ser a sua realidade.

Conclusão

Empresa de Telerradiologia vale a pena

Apresentei neste artigo informações completas sobre empresas de telerradiologia.

Você entendeu como funciona o serviço, seus diferenciais, vantagens e critérios de escolha.

Agora, tem tudo o que precisa para agregar valor à sua clínica, disponibilizando aos pacientes aquilo que eles necessitam, sem comprometer o seu orçamento por isso.

A Telemedicina Morsch pode auxiliar você em seu projeto.

Deixe sua opinião ou dúvida nos comentários e, caso tenha gostado do artigo, compartilhe com a sua rede.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp