Laudo de mamografia na Telemedicina: entenda como funciona!

Por Dr. José Aldair Morsch, 7 de outubro de 2019
Laudo de mamografia na Telemedicina: entenda como funciona!

Um laudo de mamografia completo e confiável é fundamental para o controle e rastreamento de doenças, como o câncer de mama.

Afinal, é nesse documento que se encontra a análise e conclusão de um mastologista ou radiologista sobre o exame.

Mas, além da qualidade, o resultado da mamografia precisa ser emitido com agilidade para viabilizar o tratamento precoce e melhorar o prognóstico da paciente.

Nesse cenário, tecnologias como a telemedicina surgem como alternativa para clínicas, consultórios e hospitais que desejam otimizar seus serviços.

Quer saber como? Então, acompanhe este artigo até o final.

Solicite um orçamento

A partir de agora, vou detalhar as aplicações, importância e de que maneira a telemedicina oferece suporte para o laudo da radiografia das mamas.

Boa leitura!

Laudo de mamografia: o que é?

Laudo de mamografia: o que é?

Laudo de mamografia: o que é?

Laudo de mamografia é o documento que reúne dados do paciente, técnicas e resultados do exame, apontando se existem alterações no tecido mamário.

Para entender melhor o laudo, vale recordar que a radiografia das mamas é um teste de diagnóstico que utiliza radiação ionizante para mostrar imagens internas das mamas de forma não invasiva.

Assim, é possível investigar anormalidades e detectar pequenos nódulos, lesões e microcalcificações.

A mamografia pode ser feita com aparelho analógico ou digital, sendo que a modalidade digital agrega vantagens, como imagens com maior resolução e a menor exposição do paciente aos raios X.

BAIXE O GUIA DE TELEMAMOGRAFIA E TENHA LAUDOS RÁPIDOS

Importância do laudo de mamografia na saúde da mulher

Importância do laudo de mamografia na saúde da mulher

Importância do laudo de mamografia na saúde da mulher

O laudo de mamografia fornece suporte essencial para um diagnóstico assertivo de doenças como o câncer de mama, que é o quinto tipo de câncer mais letal no mundo.

De acordo com a Folha informativa sobre o Câncer, atualizada pela Organização Mundial da Saúde em 2018, todos os anos, são registrados mais de 2 milhões de novos casos da doença.

No Brasil, o Ministério da Saúde estima 59.700 novos casos só em 2018.

Diante dessas estatísticas alarmantes, as autoridades de saúde investem em campanhas contínuas para o rastreamento do câncer de mama, que predomina entre as mulheres.

O principal objetivo das ações é identificar a patologia em estágio precoce, quando as chances de cura podem ultrapassar 90%.

E a mamografia tem um papel crucial nesse ponto, pois é considerado o principal exame para o rastreio do câncer de mama.

Quando feita de acordo com boas práticas, a radiografia mamária e seu laudo são capazes de detectar tumores com menos de 2 cm, que não seriam percebidos nem mesmo através do autoexame preventivo.

Portanto, países como o Brasil incluíram a mamografia em sua estratégia de combate ao câncer de mama, recomendando que seja realizada bianualmente por mulheres com 50 anos ou mais.

Pacientes com histórico familiar e outros fatores de risco para a doença devem iniciar o acompanhamento mais cedo, a partir dos 40 anos.

O laudo de mamografia na telemedicina

O laudo de mamografia na telemedicina

O laudo de mamografia na telemedicina

Como expliquei acima, a mamografia é um exame realizado primordialmente por mulheres acima de 40 anos, que colabora no diagnóstico do câncer de mama.

Por ser simples, rápido e de baixo custo, o teste é uma excelente alternativa para a prevenção e combate da doença.

Nas últimas décadas, a mamografia passou a contar com inovações tecnológicas que aumentaram sua acurácia e efetividade, a exemplo da telemedicina.

Essa especialidade emprega tecnologias da informação e comunicação (TICs) para viabilizar os laudos a distância para diversos procedimentos.

No caso da mamografia, a telemedicina dispensa a contratação de uma equipe completa de radiologistas para cobrir todo o horário de funcionamento da sua clínica ou hospital.

Basta que haja um responsável técnico pelo serviço e um profissional para conduzir o exame com um mamógrafo digital, que pode ser um técnico de enfermagem treinado.

Ele realiza a mamografia e compartilha os registros na plataforma de telemedicina, delegando sua interpretação a radiologistas e mastologistas logados no sistema.

Assim, os laudos online suprem a falta de especialistas para interpretar a mamografia.

Sabemos que, no atual cenário do mercado brasileiro, há carência de radiologistas capacitados e disponíveis para contratação.

E, muitas vezes, devido a essa escassez, os laudos são entregues dias após a elaboração dos exames.

Toda essa demora pode causar ansiedade e preocupação para as pacientes.

Há, também, casos em que o serviço de imagem deixa de atender a todos os exames que poderia realizar, abrindo espaço para a concorrência.

Nesse cenário, entregar os laudos mais rapidamente e com maior qualidade pode ser um diferencial importante para o negócio.

Para isso, você pode contar com os serviços de telemedicina e o laudo de mamografia da telerradiologia.

Como é realizado o laudo de mamografia na telemedicina?

Como é realizado o laudo de mamografia na telemedicina?

Como é realizado o laudo de mamografia na telemedicina?

Conselho Federal de Medicina e Sociedade Brasileira de Radiologia admitem como responsáveis pelo laudo da mamografia tanto o médico radiologista, quanto o mastologista.

Mas a empresa que disponibiliza o mastologista para liberar os laudos sai na frente, pois esse especialista vivencia a rotina de investigação do câncer de mama na mulher, agregando valor e credibilidade ao serviço.

Ao emitir os laudos de exames usando a telemedicina, você terá maior qualidade e precisão, com interpretação rápida e liberação do laudo médico em 30 minutos.

O processo se dá em quatro passos:

  1. Primeiro, o técnico de enfermagem conduz a mamografia usando um equipamento digital, que gera imagens em pixels
  2. Em seguida, o mesmo profissional compartilha os registros do exame na plataforma de telemedicina, acessível através de login e senha
  3. Mastologistas logados no sistema visualizam as imagens e iniciam sua análise, que serve de base para a composição do laudo médico
  4. O especialista assina o laudo digitalmente e o libera na plataforma, onde o documento fica disponível para impressão, arquivamento e envio ao médico solicitante ou ao paciente.

Benefícios do laudo de mamografia a distância para clínicas e consultórios

Benefícios do laudo de mamografia a distância para pacientes

Benefícios do laudo de mamografia a distância para pacientes

Neste ponto, você já deve ter identificado algumas vantagens de contar com a interpretação remota para a mamografia.

A seguir, comento outros benefícios para a sua unidade de saúde.

1. O laudo de mamografia à distância é realizado por médicos especializados

O Conselho Federal de Medicina permite que a mamografia seja conduzida por um técnico de enfermagem devidamente treinado, mas apenas um especialista pode elaborar a assinar o laudo.

Por isso, empresas idôneas, como a Telemedicina Morsch, garantem que os resultados sejam emitidos por mastologistas ou radiologistas qualificados, que inserem sua assinatura digital para atestar a autenticidade do laudo.

2. A empresa de telerradiologia oferece laudo rápido para o médico – em até 30 minutos

Boa estrutura tecnológica e profissionais dedicados apenas à avaliação de exames agregam agilidade à emissão dos laudos.

Clientes da Morsch, por exemplo, recebem os documentos em apenas 30 minutos, podendo entregá-los ao paciente ou médico solicitante no mesmo dia do exame.

3. Opção de segunda opinião médica de especialistas quando solicitado

Mesmo laudos bem elaborados podem deixar dúvidas quanto ao diagnóstico.

Nesses casos, o cliente pode solicitar uma segunda opinião rapidamente, através do próprio portal de telemedicina.

4. Atendimento 24 horas, 7 dias da semana

A plataforma de telemedicina funciona sem interrupções, cobrindo as demandas a qualquer hora do dia ou da noite.

Assim, o cliente terá os exames laudados rapidamente, inclusive durante feriados e finais de semana.

5. A telerradiologia supre a falta de radiologistas no mercado

Comentei, mais acima, sobre a carência de especialistas para interpretar testes radiológicos como a mamografia.

Esse cenário é mais comum em locais remotos e cidades pequenas, que precisam esperar dias e até semanas para receber a visita de um radiologista e ter seus exames avaliados.

A telemedicina é uma solução inteligente para romper a barreira geográfica e possibilitar o acesso a especialistas, suprindo os períodos de ausência desses profissionais.

6. Laudo de mamografia com armazenamento em nuvem

Moderno, o sistema utilizado pela Morsch fica hospedado diretamente no local de armazenamento da internet, chamado nuvem.

Isso permite que a plataforma seja acessada a partir de qualquer dispositivo conectado à rede mundial, por meio de login e senha.

O portal e todos os documentos salvos nele ficam protegidos por mecanismos como a criptografia, além de preservar as informações da deterioração pelo tempo.

Benefícios do laudo de mamografia a distância para pacientes

Benefícios do laudo de mamografia a distância para clínicas e consultórios

Benefícios do laudo de mamografia a distância para clínicas e consultórios

Pacientes, acompanhantes e familiares também ganham em comodidade e economia com os laudos de mamografia a distância.

Abaixo, conheça as principais vantagens para eles.

1. Disponibilidade de exames de mamografia em lugares sem médicos especialistas

Graças aos laudos remotos, pacientes não precisam mais percorrer longas distâncias para ter acesso a resultados de qualidade para a mamografia.

O teste pode ser oferecido na clínica de sua cidade, que poderá treinar um técnico de enfermagem para conduzir o procedimento.

A interpretação e o laudo médico são delegados aos especialistas da empresa de telemedicina.

2. Menor tempo de espera para realização do exame

Apostar no laudo digital diminui o tempo de espera para fazer a mamografia, pois o exame fica disponível em mais unidades de saúde, incluindo aquelas afastadas de grandes centros urbanos.

3. Menor custo para o paciente

Além da comodidade, pacientes economizam quando há democratização no acesso a laudos de mamografia.

Isso porque não é preciso se deslocar até uma grande cidade, o que proporciona economia de tempo, gastos com transporte, hospedagem e alimentação.

4. Diagnóstico ágil para urgências

Quando o assunto é saúde, o tempo sempre é um fator crucial.

Imagine a angústia de uma paciente que aguarda pelo resultado de uma mamografia para confirmar a existência de um tumor, ou que está tratando um câncer nas mamas.

Essa paciente não deveria esperar dias pela conclusão de um exame, concorda?

Aderindo aos laudos online, ela faz o teste e recebe os resultados da mamografia no mesmo dia, permitindo o início precoce do tratamento.

5. Garantia de qualidade do laudo de mamografia à distância

O laudo a distância obedece aos mesmos padrões de qualidade que o documento emitido localmente.

Ou seja, o paciente pode ficar tranquilo quanto à confiabilidade desse documento, que é produzido apenas por especialistas habilitados e com o CRM ativo.

Por utilizar imagens digitais, o laudo remoto parte de avaliações detalhadas, com o apoio de recursos como o zoom, favorecendo diagnósticos assertivos.

Que classificação é usada no laudo de mamografia?

O laudo de mamografia utiliza o BI-RADS, uma classificação internacional que padroniza a nomenclatura para a interpretação dos resultados.

O BI-RADS traz uma lista padronizada que relata os achados radiológicos na mamografia, o que contribui para reduzir o risco de interpretações subjetivas e impede que o mesmo laudo tenha interpretações diferentes.

Essa classificação ajuda o médico a saber quando há alta probabilidade de uma lesão corresponder a um tumor, se existe a necessidade de fazer outros procedimentos médicos e quando o tratamento pode ser interrompido.

Portanto, o BI-RADS padroniza as condutas médicas.

A classificação é dividida em sete diferentes categorias

A classificação é dividida em sete diferentes categorias

A classificação é dividida em sete diferentes categorias

Veja quais são as categorias atendidas pela classificação BI-RADS:

Categoria 0 – Exame Inconclusivo

Quando o radiologista classifica o resultado como BI-RADS 0, significa que o exame é inconclusivo.

Isso ocorre devido a diversos fatores, como imagens de baixa qualidade, posicionamento inadequado das mamas ou movimentação da paciente durante o exame.

Porém, a categoria 0 também pode se referir a situações em que há dúvida sobre a existência de uma lesão.

Nesses casos, será preciso fazer um novo exame para tirar a prova.

Categoria 1 – Exame normal ou exame negativo

Quando o laudo de mamografia é classificado como BI-RADS 1, significa que as mamas não apresentam nenhuma alteração.

Elas são normais, simétricas e não foram detectadas distorções ou calcificações suspeitas.

Sendo assim, o risco de lesão maligna é nulo.

Categoria 2 – Exame com achados

No BI-RADS 2, o radiologista encontrou alguma alteração nas mamas. Porém, características preliminares permitem afirmar que ela é benigna.

Ou seja, podem ser pequenas distorções como lipomas, hematomas, implantes de silicone ou até uma cicatriz cirúrgica.

Sendo assim, nessa classificação, o risco de lesão maligna é de 0%.

Se o médico encontrar alguma alteração que possa ser maligna, ele altera o resultado para BI-RADS 3.

Categoria 3 – Exame com achados provavelmente benignos

Quando a classificação do exame é elevada para BI-RADS 3, significa que o médico encontrou alguma alteração na mamografia e não pode afirmar, com segurança, que seja benigna.

Ainda assim, um resultado BI-RADS 3 indica uma lesão com baixíssimo risco de malignidade.

Mas, para assegurar essa condição, a paciente deve realizar uma nova mamografia no prazo máximo de dois anos.

Categoria 4 – Exames com achados suspeitos

BI-RADS 4 indica que uma alteração com potencial maligno foi encontrada nas mamas, porém, não necessariamente, se trata de câncer.

Nesse caso, a paciente deve realizar uma biópsia da lesão para que seja diagnosticada corretamente.

Categoria 5 – Exame com elevado risco de câncer

Na classificação BI-RADS 5, suspeita-se alguma alteração derivada do câncer de mama.

Essas lesões são diagnosticadas como nódulos densos, calcificações, lesões com retração da pele ou até mesmo distorção no formato das mamas.

As mulheres que se encaixam nessa categoria devem realizar a biópsia o mais cedo possível, já que o risco de uma lesão maligna é de 95%.

Categoria 6 – Exame com lesão maligna previamente conhecida

A classificação de BI-RADS 6 se refere a pacientes que já têm câncer de mama diagnosticado e realizam mamografias para acompanhar os estágios da doença.

Portanto, essa classificação serve para confirmar lesões malignas diagnosticadas anteriormente.

O que é telerradiologia e como ela pode contribuir no laudo de mamografia?

O que é telerradiologia e como ela pode contribuir no laudo de mamografia?

O que é telerradiologia e como ela pode contribuir no laudo de mamografia?

Os serviços de telerradiologia têm se diferenciado no mercado, em virtude do fornecimento de laudos de mamografia com qualidade, agilidade e bom custo benefício.

A telerradiologia é a especialidade dentro da telemedicina que se encarrega da interpretação de exames de imagem enviados para o sistema PACS da empresa de telemedicina.

Ela contribui para otimizar a entrega de resultados de forma digital, revolucionando as técnicas da medicina tradicional.

Esse é um processo seguro e legalizado, que avança na análise de resultados de exames, beneficiando clínicas, hospitais, pacientes e profissionais de saúde.

Nesse modelo, há o uso de tecnologias que conferem qualidade, velocidade e conectividade nas informações dos exames realizados.

A telemedicina proporciona ao médico acesso imediato aos laudos, contribuindo para condutas com maior agilidade e precisão.

Como o sistema é interligado, o médico pode realizar uma busca de segunda opinião em questões emergenciais.

O custo-benefício da telemedicina também pode ser extremamente vantajoso. Nesse modelo, você paga apenas pelos laudos solicitados, e cada um deles possui valor fixo.

Outra vantagem é enviar os exames a qualquer hora, pois sempre haverá radiologistas e mastologistas disponíveis para atender aos pedidos.

Como a Telemedicina Morsch pode me ajudar?

Como a Telemedicina Morsch pode me ajudar?

Como a Telemedicina Morsch pode me ajudar?

Se você procura oferecer um diferencial no atendimento e estar em dia com as tendências de mercado, vale a pena conhecer os serviços da Morsch.

Com esse suporte, terá laudos online oferecidos com qualidade, agilidade e comodidade.

Também poderá democratizar o acesso à mamografia na sua cidade ou região, adicionando esse exame ao seu portfólio e deixando os laudos sob a responsabilidade dos nossos especialistas.

Completa e intuitiva, nossa plataforma é homologada pela Anvisa, garantindo eficiência e segurança aos dados e imagens compartilhados.

Sua equipe vai contar, também, com suporte remoto, treinamento a distância com boas práticas para fazer a mamografia digital e segunda opinião qualificada.

Conclusão

Neste artigo, apresentei conceitos, aplicações e como funciona o laudo de mamografia a distância, emitido via portal de telemedicina.

Ficou clara a importância dessa radiografia, essencial para o diagnóstico de anormalidades no tecido e doenças como o câncer de mama.

Com o auxílio da Morsch, você pode levar esse exame para sua região, com ganhos nas receitas e na produtividade da sua equipe.

Teste agora mesmo nossa plataforma, é grátis.

Se preferir, entre em contato para mais detalhes.

Se achou este artigo interessante, deixe um comentário abaixo.

Compartilhe com seus colegas e amigos.

Referências Bibliográficas

Orientações para a Elaboração de Laudo no Sistema de Informação do Controle do Câncer de Mama – Instituto Nacional do Câncer

Detecção precoce do câncer de mama – Instituto Nacional do Câncer

Folha informativa – Câncer – Organização Mundial da Saúde

Câncer de mama: sintomas, tratamentos, causas e prevenção – Ministério da Saúde

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp