Laudo de Tomografia na Telemedicina: conceito e resultados

Por Dr. José Aldair Morsch, 29 de agosto de 2019
Laudo de Tomografia na Telemedicina

O laudo de tomografia é uma ferramenta essencial na detecção e acompanhamento de patologias que afetam diversas áreas do organismo.

Graças a esse documento, o médico solicitante tem acesso a uma análise completa sobre órgãos e tecidos internos, obtendo o suporte necessário para diagnosticar doenças e tomar decisões assertivas.

Para tanto, o laudo deve seguir os padrões estabelecidos por sociedades médicas e especialistas, a exemplo do modelo descrito neste estudo.

Como explicam os autores, o laudo estruturado de tomografia na avaliação do câncer de pâncreas tem o potencial de evitar cirurgias desnecessárias e identificar quais pacientes se beneficiarão do tratamento curativo.

Essa é uma característica que se repete em outros diagnósticos, o que justifica a importância do documento médico.

Se você deseja aprofundar os conhecimentos sobre o laudo da tomografia, veio ao lugar certo.

Ao longo deste artigo, vou comentar os diferentes tipos de laudo, características do exame e sua aplicação junto à telemedicina, otimizando a entrega de resultados.

Boa leitura!

Laudo de Tomografia: o que é

Laudo de Tomografia: o que é

Laudo de Tomografia: o que é

O laudo de tomografia é o resultado do exame de tomografia, descrito e assinado pelo médico radiologista.

Para padronização e aceitação pela classe médica, todo resultado de tomografia deve ter uma estrutura correspondente à especialidade na qual o exame está inserido.

Esse é o formato ideal para agilizar o processo de emissão do laudo de tomografia, fornecendo para cada exame o documento médico estruturado.

Seguindo os critérios apresentados para cada setor estudado, é possível transformar o laudo de tomografia em uma ferramenta altamente produtiva e efetiva, principalmente com o avanço da telemedicina.

Como é realizado o exame de tomografia?

Como é realizado o exame de tomografia?

Como é realizado o exame de tomografia?

O exame de tomografia é realizado por meio de um aparelho chamado tomógrafo, e não leva mais do que alguns minutos para ser finalizado.

O paciente deve se deitar em uma maca devidamente posicionada, conforme as solicitações médicas.

Em seguida, o técnico dará instruções sobre o que ele deverá fazer no período pré-captação, durante e pós-captação de imagens.

Para a realização do exame, geralmente, solicita-se ainda que o indivíduo esteja em jejum de 6 horas, caso haja a necessidade de utilizar contraste endovenoso.

O laudo de tomografia como resultado do exame de tomografia computadorizada

O laudo de tomografia como resultado da tomografia computadorizada

O laudo de tomografia como resultado da tomografia computadorizada

No momento em que o radiologista interpreta as imagens geradas pelo equipamento de tomografia, ele descreve detalhadamente as alterações encontradas na forma de um texto técnico, que chamamos de laudo de tomografia.

No final da descrição, é registrada a conclusão do exame, apontando se é normal ou com o diagnóstico da doença pesquisada.

O documento entregue junto com as imagens para o paciente também é chamado vulgarmente de laudo médico.

Para que serve um laudo de tomografia computadorizada?

O laudo de tomografia, seja ele normal ou alterado, serve para fornecer ao médico do paciente uma descrição anatômica precisa das imagens captadas pelo tomógrafo.

O exame de tomografia computadorizada tem uma precisão mais avançada do que outros testes radiológicos, como o raio X.

Isso porque a tomografia é capaz de detectar até mesmo as pequenas alterações em tecidos musculares, ossos, órgãos e nas demais estruturas corporais.

Muitas investigações começam com raios x simples e, posteriormente, são complementadas com a tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética.

Tudo vai depender do que o médico está investigando e da capacidade de o aparelho mostrar as alterações investigadas.

O laudo de tomografia descreve criteriosamente os detalhes anatômicos normais ou anormais encontrados no exame, possíveis alterações que podem representar uma doença ou variante da normalidade e uma conclusão, apontando se a tomografia é normal ou alterada.

O resultado do exame pode finalizar a investigação ou, ainda, levar à indicação de outros testes pelo especialista que interpretou a tomografia – o radiologista.

Características do laudo de tomografia com qualidade

Características do laudo de tomografia com qualidade

Características do laudo de tomografia com qualidade

De maneira resumida, podemos dizer que um laudo de tomografia tem qualidade quando segue os padrões estabelecidos por sociedades médicas, prestando o suporte necessário para diagnosticar, acompanhar ou descartar a suspeita clínica.

Isso significa que o documento deve ser escrito em linguagem técnica e conter informações suficientes para que o médico solicitante esclareça dúvidas e oriente o paciente quanto aos próximos passos.

Conforme exige o Conselho Federal de Medicina, o laudo só pode ser produzido por especialistas qualificados na área do exame.

Ou seja, apenas médicos radiologistas podem compor e assinar o documento, seja ele impresso ou digital.

Vale lembrar que um resultado de qualidade depende, também, do registro de boas imagens durante a tomografia.

Daí a importância de oferecer treinamento constante para técnicos em radiologia, a fim de que estejam aptos a conduzir o exame seguindo boas práticas.

Em geral, um laudo completo reúne as seguintes informações:

  • Nome completo do paciente
  • Nome e endereço do local onde o exame foi feito
  • Nome do médico solicitante
  • Data de realização do teste
  • Justificativa para a solicitação do procedimento
  • Conduta e descrição detalhada do exame
  • Hipótese diagnóstica
  • Assinatura e carimbo, ou assinatura digital do médico que interpretou o exame
  • Informações adicionais sobre o paciente, como idade, peso, altura, etc.

Tipos de laudos de tomografia computadorizada

Tipos de laudos de tomografia computadorizada

Tipos de laudos de tomografia computadorizada

Agora, vamos entender quais são os tipos de laudos de tomografia computadorizada existentes.

Trago detalhes sobre três deles.

1. Laudo narrativo de tomografia computadorizada

Nesta modalidade, o radiologista descreve de forma livre sua impressão pessoal sobre as alterações encontradas nas imagens da tomografia.

Nesse contexto, o especialista não segue um padrão pré-estabelecido por sua sociedade e não há como replicar ou comparar com outros laudos.

2. Laudo estruturado tradicional

Segue um protocolo estabelecido pela Sociedade de Radiologia, com perguntas prévias e respostas diretas.

Atualmente, esse tipo de laudo é considerado muito genérico, tendo aplicação mais restrita a casos específicos.

3. Laudo de tomografia contextual

Considerado o modelo ideal de laudo de tomografia, está intimamente relacionado à indicação de doença ou exame por região específica do corpo.

A neurorradiologia, por exemplo, já disponibiliza pelo menos 50 modelos de laudo de tomografia contextual.

O que pode ser detectado na tomografia?

O que pode ser detectado na tomografia?

O que pode ser detectado na tomografia?

As principais patologias sinalizadas no exame são:

  • Tumores benignos ou malignos
  • Nódulos e vasos cerebrais
  • Nódulos pulmonares benignos ou malignos
  • Doenças da coluna, como hérnia de disco
  • Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico (AVC)
  • Doenças vasculares como aterosclerose de carótidas, coronárias.

Resultados de Tomografia

Resultados de Tomografia

Resultados de Tomografia

Para compreender o resultado de tomografia, avaliamos a conclusão do laudo a partir de uma hipótese diagnóstica bem fundamentada.

No laudo de uma tomografia de crânio, por exemplo, o especialista faz uma descrição anatômica com detalhes sobre as estruturas que compõem a cabeça, e concluiu afirmando se está diante de uma tomografia normal ou alterada.

Analisando uma amostra de exames de tomografia de crânio realizadas numa clínica de radiologia, notamos que 50,4% dos exames eram normais, ou seja, todas as estruturas descritas nos exames sobre crânio, cérebro e vasos estavam dentro dos padrões de normalidade.

Resultados de Tomografia normal

A seguir, confira alguns exemplos de exame com resultado normal.

1. Laudo de tomografia de crânio normal

TÉCNICA: multislice, contraste endovenoso.

DADOS DO PEDIDO MÉDICO: Paciente com dor de cabeça

ANÁLISE:

  • Sistema ventricular supra-tentorial de morfologia e dimensões normais.
  • IV ventrículo mediano de aspecto normal.
  • Sulcos corticais, cisternas basais e fissuras encefálicas normais
  • Parênquima encefálico com atenuação e morfologia habituais.
  • Estruturas da linha média centrada.
  • Não se caracterizam coleções intra ou extra-axiais.
  • Estruturas ósseas preservadas.

CONCLUSÃO: Exame dentro dos limites da normalidade.

2. Laudo de Tomografia de Tórax normal

TÉCNICA: multislice, sem contraste endovenoso.

DADOS DO PEDIDO MÉDICO:  Paciente com tosse crônica

ANÁLISE:

  • Parênquima pulmonar com atenuação normal.
  • Hilos pulmonares livres.
  • Não há derrame pleural ou linfonodomegalias mediastinais.
  • Traqueia e brônquios-fonte pérvios, de calibre preservado.
  • Estruturas vasculares do mediastino com trajeto e diâmetro normais.

CONCLUSÃO: Tomografia de tórax dentro dos limites da normalidade.

3. Laudo de Tomografia de coluna lombo-sacra normal

TÉCNICA: multislice, sem contraste endovenoso.

DADOS DO PEDIDO MÉDICO: Dor lombar

ANÁLISE:

  • Corpos vertebrais com textura óssea e alturas mantidas.
  • Alinhamento entre os corpos vertebrais preservados.
  • Não há fraturas.
  • Articulações interfacetárias preservadas
  • Planos músculo-adiposos paravertebrais sem alterações.
  • Nível L1-L2: Forames neurais livres. Canal vertebral com amplitude preservada.
  • Nível L2-L3: Forames neurais livres. Canal vertebral com amplitude preservada.
  • Nível L3-L4: Forames neurais livres. Canal vertebral com amplitude preservada.
  • Nível L4-L5: Forames neurais livres. Canal vertebral com amplitude preservada.
  • Nível L5-S1: Forames neurais livres. Canal vertebral com amplitude preservada.

CONCLUSÃO: Exame dentro dos limites da normalidade.

Resultados de Tomografia com alteração

Agora, veja um exemplo de laudo que detectou anormalidades.

1. Laudo de Tomografia de Tórax

TÉCNICA: multislice, sem contraste endovenoso.

DADOS DO PEDIDO MÉDICO: Tosse, falta de ar

ANÁLISE:

  • Parênquima pulmonar com atenuação normal.
  • Hilos pulmonares livres.
  • Traqueia e brônquios-fonte pérvios, de calibre preservado.
  • Estruturas vasculares do mediastino com trajeto e diâmetro normais.
  • Pequeno derrame pleural à direita, sem determinar atelectasias restritivas do parênquima pulmonar adjacente.
  • Espessamento difuso das paredes brônquicas (associado a focos bilaterais de aprisionamento aéreo nas imagens adquiridas em expiração).
  • Discreto enfisema centrolobular com predomínio nos campos pulmonares superiores e médios.
  • Tênues opacidades centrolobulares em vidro fosco nos dois pulmões, predominando nos lobos superiores, compatíveis com bronquiolite respiratória relacionada ao tabagismo.
  • Raros micronódulos pulmonares menores que 0,5 cm e sem calcificação evidente esparsos bilateralmente, inespecíficos, achado frequente e geralmente desprovido de significado clínico.
  • Discretas calcificações parietais na aorta, ramos supra-aórticos e nas artérias coronárias.
  • Estruturas vasculares do mediastino levemente ectasiadas e tortuosas, apresentando calcificações ateromatosas (esparsas, difusas), inclusive coronarianas.

CONCLUSÃO:

Laudo de Tomografia de Tórax demonstra:

  • Enfisema pulmonar.
  • Derrame pleural residual.
  • Ateromatose aórtica e coronariana.
  • Microcálculos residuais.

A telemedicina auxiliando na entrega do laudo de tomografia

A telemedicina auxiliando na entrega do laudo de tomografia

A telemedicina auxiliando na entrega do laudo de tomografia

Telemedicina é a disciplina que utiliza tecnologias da informação e comunicação (TICs) para ofertar serviços como os laudos médicos a distância.

Através de uma plataforma segura, supre a carência por tomografias e laudos confiáveis, que podem ser emitidos remotamente por radiologistas.

Basta que consultórios, clínicas e hospitais instalem tomógrafos com tecnologia digital e treinem um técnico em radiologia para que realize os exames, delegando sua interpretação aos especialistas da empresa de telemedicina.

Os dados e imagens coletados pelo aparelho são compartilhados via plataforma de telemedicina, onde ficam disponíveis para os radiologistas de plantão.

O resultado do exame é liberado em poucos minutos para que o médico do paciente analise e adote a conduta necessária.

O paciente, em um espaço de tempo muito pequeno, saberá qual é a próxima etapa a ser realizada, sendo algumas opções:

  • Repetir o procedimento
  • Realizar um exame complementar, a exemplo da ressonância nuclear magnética
  • Iniciar um tratamento
  • Visitar um médico especialista pessoalmente.

Os avanços da telemedicina permitem que os laudos de tomografia sejam avaliados e devolvidos com muito mais rapidez e praticidade, o que é uma grande vitória para o setor de saúde de modo geral.

Como funciona o laudo de tomografia à distância?

Como funciona o laudo de tomografia à distância?

Como funciona o laudo de tomografia à distância?

O laudo digital para tomografia é elaborado de forma similar ao documento em papel, seguindo as regras de CFM e Ministério da Saúde.

A diferença é que a versão online pode ser emitida a distância, por radiologistas que não atuam na clínica, consultório ou hospital onde o exame foi realizado.

O primeiro passo para viabilizar o laudo a distância é uma configuração no aparelho de tomografia para que envie as imagens geradas em formato DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) para o PACS da empresa de telemedicina.

PACS (Picture Archiving and Communication System) é o sistema que padroniza e permite a transmissão de imagens radiológicas com segurança e qualidade.

Clientes da Telemedicina Morsch têm esse suporte prestado remotamente, sem que precisem receber um técnico em seu estabelecimento.

Em seguida, um médico ou técnico em radiologia capacitado conduzem a tomografia normalmente, utilizando o tomógrafo digital.

Através de um tubo giratório, esse equipamento colhe centenas imagens transversais de partes internas do organismo em um único teste.

O tomógrafo envia os registros automaticamente a um software instalado em um computador, que os converte em arquivos digitais que serão compartilhados pelo próprio técnico na plataforma de telemedicina.

Assim que visualizam os arquivos, radiologistas logados no portal iniciam sua análise e interpretação, que servem de base para a elaboração do laudo médico remoto.

Eles assinam digitalmente o documento e o liberam na plataforma em poucos minutos.

O laudo online fica, então, disponível para ser salvo, impresso ou encaminhado ao médico solicitante.

Vantagens do laudo a distância de tomografia para clínicas e hospitais

Vantagens do laudo a distância de tomografia para clínicas e hospitais

Vantagens do laudo a distância de tomografia para clínicas e hospitais

Em um país de dimensões continentais como o Brasil, cidades pequenas e locais remotos sofrem com a falta de mão de obra médica, inclusive de radiologistas.

Se grandes hospitais já enfrentam a carência desses especialistas, a situação é ainda mais preocupante em clínicas médicas instaladas longe dos grandes centros urbanos.

Mas esse quadro vem mudando nos últimos anos, graças ao apoio da telemedicina, que conecta radiologistas qualificados a clínicas e hospitais de todo o país.

A parceria com empresas como a Morsch democratiza o acesso à tomografia e outros testes radiológicos, dispensando o deslocamento de pacientes e familiares para obter laudos eficientes.

Veja, a seguir, outras vantagens de apostar no laudo a distância.

1. O laudo de tomografia é interpretado por médicos radiologistas

Empresas idôneas de telemedicina cumprem a determinação do CFM, garantindo que apenas radiologistas produzam e assinem digitalmente o laudo remoto de tomografia.

Dessa forma, os laudos ganham qualidade e confiabilidade.

2. Maior agilidade, garantia de qualidade e menor custo por exame

A dinâmica de emissão de laudos a distância confere agilidade a qualquer serviço, pois os documentos são entregues em minutos.

Quando comparado ao valor cobrado por um radiologista local, o laudo remoto também apresenta menor custo.

Isso porque os especialistas da empresa de telemedicina ficam dedicados apenas à interpretação dos exames, produzindo mais laudos em menos tempo.

3. Disponibilidade de segunda opinião médica quando solicitado

Apesar de os tomógrafos digitais gerarem imagens com qualidade, pode haver dúvidas quanto a anomalias e conclusões expressas no laudo online.

Nesses casos, clientes da Morsch podem solicitar uma segunda opinião médica via plataforma de telemedicina, de forma simples e rápida.

4. Os laudos da tomografia ficam armazenados na nuvem em segurança

Em vez de ocupar espaço físico para que sejam arquivados, os laudos online são salvos automaticamente na nuvem – espaço de armazenamento na internet.

Para preservar o sigilo das informações, os arquivos são protegidos por mecanismos como criptografia e senhas.

5. Laudos emitidos 24 horas por dia com especialistas em tempo integral

A plataforma de telemedicina da Morsch funciona sem interrupções, garantindo o atendimento a qualquer hora do dia ou da noite, inclusive aos finais de semana e feriados.

Além disso, o cliente pode pedir o auxílio de especialistas em tempo real para a avaliação de casos urgentes, como na suspeita de acidente vascular cerebral (AVC).

6. Laudos de tomografia a distância por demanda

Serviços que não realizem tomografias constantemente também podem se beneficiar do laudo a distância, aderindo ao sistema pré-pago.

Com ele, basta contratar a quantidade de resultados necessária naquele momento, sem qualquer burocracia.

Validade legal do laudo de tomografia à distância

Validade legal do laudo de tomografia à distância

Validade legal do laudo de tomografia à distância

Como expliquei acima, o laudo a distância obedece aos mesmos padrões rígidos do laudo em papel.

Ambos os documentos só podem ser elaborados por radiologistas experientes, que os assinam para atestar sua autenticidade.

Os laudos em papel são assinados à mão, enquanto os documentos online recebem assinaturas digitais aprovadas pela SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde).

Desde que obedeçam a essas e outras exigências do CFM, os laudos digitais de tomografia têm a mesma validade legal dos resultados em papel.

Ou seja, eles servem para confirmar ou descartar diagnósticos na esfera judicial.

A telerradiologia avançando com a tecnologia para os hospitais

Telerradiologia é o nome da especialidade que une telemedicina e exames de diagnóstico por imagem.

A integração de sistemas de telemedicina, telessaúde, prontuários eletrônicos e nuvem permitiu que os hospitais que possuem serviço de radiologia façam a integração do PACS de sua rede com a telemedicina.

Essa opção permite que o resultado dos exames seja anexado automaticamente ao prontuário do paciente, sem qualquer intervenção humana e de maneira ágil.

A Telemedicina Morsch investe nessa tecnologia e disponibiliza o que há de mais moderno em integrações.

Depois do que li fiquei em dúvida: o que é melhor? Tomografia ou ressonância?

O que é melhor: Tomografia ou ressonância?

Oo que é melhor? Tomografia ou ressonância?

Na lógica de investigação de patologias específicas, como lesões articulares e algumas doenças neurológicas, a ressonância leva vantagem sobre a tomografia.

Então, se a ressonância é superior à tomografia e não oferece os riscos provenientes da radiação ionizante, por que ela não substitui a tomografia em todos os casos?

A questão é puramente social, visto que o custo para realizar a ressonância magnética é muito superior ao da tomografia.

Também devemos lembrar que não há aparelhos de ressonância suficientes em todas as cidades brasileiras, especialmente naquelas com menos de 50 mil habitantes.

Para mudar esse cenário, os fabricantes de tomógrafos investem cada vez mais em tecnologias para redução dos níveis de radiação, produzindo equipamentos mais seguros para trabalhadores e pacientes.

Sobre a Telemedicina Morsch

Sobre a Telemedicina Morsch

Combinando uma plataforma intuitiva a uma equipe de especialistas competentes, a Morsch oferece laudos a distância com eficiência para clínicas, hospitais e consultórios de todo o Brasil.

Além dos laudos online, os clientes têm acesso a conteúdos atualizados para o treinamento dos técnicos em radiologia na própria plataforma, suporte remoto para configurar equipamentos radiológicos e podem solicitar segunda opinião sempre que necessário.

O portal também contempla outros exames em radiologia, pneumologia, cardiologia e neurologia, permitindo a ampliação do portfólio de forma simples e rápida.

Conheça os testes radiológicos que podem se beneficiar com laudos remotos:

Conclusão

Apresentei, neste texto, um panorama completo sobre o laudo de tomografia, incluindo sua otimização por meio da telemedicina e telerradiologia.

Investir no laudo a distância para esse exame aumenta a produtividade das equipes de saúde, com vantagens no compartilhamento e redução nos custos.

Deixe que a Morsch seja sua parceira na oferta de resultados com qualidade e eficiência.

Entre em contato para conhecer soluções pensadas para o seu negócio ou, se preferir, teste grátis nossa plataforma.

Se este artigo foi útil para você, compartilhe.

Deixe um comentário a seguir.

Referências Bibliográficas

Proposta para um laudo estruturado de tomografia computadorizada na avaliação da neoplasia de pâncreas baseada na opinião de especialistas. Paulo Gustavo Maciel Lopes, Carlos Alberto Matsumoto, Edson José Lobo e Giuseppe D’Ippolito. Radiol Bras vol.51 no.2 São Paulo mar./abr. 2018  Epub 15-Mar-2018.

Resolução CFM Nº 2.107/14 – Define e normatiza a Telerradiologia – Conselho Federal de Medicina.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp