Busque redução de custos com a Telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 24 de agosto de 2017
redução de custos com a Telemedicina

Uma despesa que pode ser administrada é com o custo dos laudos nas clínicas e  uma redução de custos com a Telemedicina sempre é uma escolha inteligente.

Porém, no campo da saúde, todas as ações que visem diminuir gastos precisam ser avaliadas com bastante cuidado.

Isso porque a vida de um ser humano é o maior bem que existe e deve, portanto, pesar mais na balança.

Ou seja, a qualidade do atendimento não pode nunca ser comprometida em nome de preços menores, em qualquer etapa.

Apesar do cenário financeiro do Brasil prejudicar os investimentos estatais em saúde, a evolução de técnicas e equipamentos surge como uma saída eficiente para a crise nesse setor. Aqui, a telemedicina é um sistema particularmente interessante de ser implementado.

Solicite um orçamento

A princípio, aderir à telemedicina para a redução de custos pode soar paradoxal para boa parte dos gestores.

Contudo esse movimento já é observado em outras nações com amplo sucesso, por isso o Brasil não deve ficar de fora de tal realidade.

Mas afinal, o que é telemedicina?

A telemedicina pode ser explicada resumidamente como o acompanhamento à distância do paciente por meio de tecnologias disponíveis hoje.

Um dos pontos positivos dessa mudança está a possibilidade de fornecer suporte médico para além dos grandes centros.

Como consequência, você expande a área de abrangência da sua clínica e diminui os seus gastos em médio prazo.

Tenha exames complexos com laudo a distância na Telemedicina

Em contraste com a medicina tradicional, nesse caso é o especialista que vai até os pacientes. Sendo assim, é possível notar uma redução no custo de transporte dos profissionais e demais deslocamentos.

O fato da estrutura da telemedicina prover o atendimento remoto auxilia sobretudo pessoas em fase de recuperação ou reintegração. Essa conveniência, com certeza, pode ser como outro benefício da tecnologia.

Tem-se então retornos bem satisfatórios em procedimentos de baixa complexidade e diagnósticos em geral.

Quando o suporte médico a distância é contratado, há uma queda no número de internações em hospitais e menos visitas aos consultórios médicos e emergências.

Esse movimento é ainda mais significativo nas grandes cidades, que costumam receber encaminhamentos de municípios menores.

Em diversas situações, indivíduos que poderiam se recuperar em casa permanecem hospitalizados justo por não contarem com um apoio profissional diariamente. Desse modo garante-se maior conforto para os pacientes e uma menor despesa total para o setor da saúde.

Mesmo em quadros mais graves, a medicina à distância possui ferramentas variadas e úteis. Por meio desses recursos, o médico fica a par de cada paciente a partir dos resultados de exames efetuados pela firma de telemedicina contratada.

Áreas tipo como radiologia, neurologia, cardiologia e pneumologia favoreceram-se muito das evoluções trazidas pela pela telessaúde.

Os números da telemedicina no mundo

De acordo com levantamento da ATA (American Telemedicine Association), em locais que já usam o suporte online em larga proporção, como os Estados Unidos, a quantia de diagnósticos precisos para condições comuns é de 80%.

Portanto, poupa-se o deslocamento até uma unidade de atendimento de saúde. Outro dado interessante é que em torno de 97% dos utilizadores aprovam o sistema, destacando que ele viabiliza a redução de custos e agiliza os processos.

Como ocorre a redução de custos com a telemedicina?

A partir do estudo de consultorias direcionadas à modernização dos serviços de saúde, é possível afirmar que a telemedicina diminui as despesas de várias maneiras.

Veja as principais delas a seguir:

  • Supervisão a distância de casos em regime ambulatorial, o que reduz os gastos com internações;
  • Menos despesas e maior eficiência no atendimento com base em sistema de avaliação remota;
  • Possibilidade de consultas a distância, gerando economia no deslocamento. Eliminar a necessidade de transporte também permite ao médico atender mais pessoas por dia;
  • As conferências online aprimoram a etapa de triagem para que pacientes com enfermidades menos complexas não precisem se deslocar até um centro de atendimento. Desse modo, o setor de urgência não é tão sobrecarregado;
  • Implementação de técnicas para monitorar pessoas com doenças crônicas e prevenir agravamento do quadro, dispensando internações frequentes;
  • Boa ferramenta de aprendizado para estudantes de medicina em diferentes estágios, bem como para a atualização e aperfeiçoamento de profissionais.

É possível notar que a despesa inicial para instalar o serviço rapidamente se paga pela economia alcançada em distintos aspectos.

Como é possível a redução de custos com a Telemedicina Morsch?

Atualmente, há uma série de novas tecnologias que contribuem para o sucesso da área médica. Nesse contexto, a Telemedicina Morsch estabeleceu-se como uma ferramenta completa por fornecer laudos médicos à distância.

A plataforma de telemedicina é bastante intuitiva e permite aos profissionais interpretarem exames a distância.

Por ser uma plataforma dentro da telessaúde que não demanda a presença física de um especialista na instituição, a Telemedicina Morsch é uma grande aliada na modernização do seu negócio, como detalharemos a seguir.

Por se tratar de uma empresa responsável e competente, você fica livre para se dedicar a outras tarefas urgentes.

A redução de custos com a  Telemedicina Morsch é possível porque disponibiliza os laudos na nuvem em poucos minutos com baixo custo.

Em adição, os resultados ficam acessíveis em qualquer dispositivo para que o médico decida a melhor abordagem terapêutica de onde estiver.

Por exemplo, a instituição não precisa mais ter um radiologista presente na clínica para interpretar os resultados das imagens e apresentar os laudos.

Casos mais difíceis por vezes são debatidos entre equipes especializadas de cinco hospitais tidos como referência no Brasil.

Em breve, acredita-se que a tecnologia promoverá a redução de custos inclusive no SUS (Sistema Único de Saúde).

Fica evidente, então, que a crise econômica pode ser vista como uma chance de inovar e quebrar antigos conceitos.

Tal realidade deve motivar os administradores de instituições de saúde a encararem a tecnologia como um ótimo recurso a ser aproveitada.

Se o potencial da telemedicina é explorado corretamente, não há dúvidas que o seu negócio irá se destacar.

Cabe reforçar que o atendimento a distância de patologias simples é tão seguro quanto o atendimento presencial devido ao monitoramento constante.

Conforme mencionamos no presente artigo, o atendimento ganha em qualidade e agilidade, satisfazendo os pacientes.

E o melhor: investir em telemedicina auxilia você com a redução de custos com a Telemedicina no seu hospital ou clínica.

Logo, sugerimos que os gestores do ramo da saúde busquem se informar sobre esse sistema e considerem seriamente a sua adesão.

Compartilhe com seus amigos nas redes! Assine nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp