Entenda como surgiu o laudo de exames na Telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 4 de janeiro de 2018
laudo de exames

O interesse pelo laudo de exames na Telemedicina cresceu notavelmente nos últimos 10 anos.

O que poucos sabem é que essa forma de serviço é bem antiga.

Apesar da grande aceitação pelos médicos localizados em regiões remotas, ainda observamos resistência por parte de profissionais que insistem em não aceitar essa tecnologia.

O ambiente tecnológico, somado a internet e Medicina de ponta propiciaram uma completa revolução na saúde. Um avanço nunca antes visto com tamanha rapidez.

Estamos preparados para aceitar tanta inovação?

Se os próprios profissionais médicos que atuam na área ainda tem resistência, como a sociedade está aceitando tudo isso?

Solicite um orçamento

Este artigo descreve a evolução da agora chamada Especialidade de Telemedicina, seus desafios, fraquezas, benefícios e visão de futuro.

Aproveite a leitura para se interagir com tudo o que há de novo na Tecnologia aplicada a Medicina.

A origem da Telemedicina

Para muitos, a visão de Telemedicina apareceu junto com os computadores e internet.

Para nós médicos esta especialidade já era utilizada desde o momento em que foi possível discutir um caso clínico com outro médico em algum lugar que existisse telefone, fax ou até mesmo pelo correio.

Nós não tínhamos noção de que a troca de informações daquela época, praticamente há 100 anos, já era considerada uma forma de Telemedicina.

Na década de 60 com o avanço tecnológico e a corrida espacial da NASA, observaram a necessidade de disponibilizar uma monitorização á distância dos astronautas. Estamos falando de 50 anos atrás.

Na sequência, vemos transmissão de imagens de RX em aeroportos há pelo menos 30 anos atrás que já era considerada uma ferramenta como Telemedicina.

A consagração da especialidade veio com o atendimento de vítimas do acidente de Chernobyl e aqui no Brasil com o acidente com o Césio 137.

A grande revolução na Medicina com o advento da internet

É indiscutível que na década de 90 com a chegada dessa nova tecnologia de transmissão de dados entre computadores e outros dispositivos, tudo ficou mais fácil.

Inicialmente os médicos trocavam informações pelo e-mail, transferindo dados de história clínica, cópia de exames digitalizados e tendo com isso uma melhora considerável no atendimento á saúde.

Hoje, com o aplicativo para smartphones como whatsapp, viber e outros, os médicos, pacientes, profissionais da saúde fazem Telemedicina sem perceber.

Para tornar este ato de comunicação entre todos mais seguro e confiável, desenvolvemos plataformas de Telemedicina em nuvem para organizar a nossa vida e a nossa saúde.

O conceito atual de Telemedicina

Com o desenvolvimento de softwares em nuvem foi possível criar uma estrutura digital complexa de atendimento em todos os formatos.

O nome dado a essa estrutura é Telessaúde e a Telemedicina se destaca como parte do processo responsável exclusivamente pelo laudo de exames médicos com laudo de exames a distância.

Quando nos referimos ao laudo de exames na telemedicina, estamos nos referindo a uma estrutura muito bem delineada com um software em nuvem que é acessado por todos os envolvidos no processo.

Do lado a Telemedicina, os médicos especialistas que estão em várias partes do planeta logan no sistema de telemedicina no seu fuso horário e ficam disponíveis para receber os arquivos dos exames em sua especialidade.

Do outro lado estão os consultórios, clínicas e hospitais que necessitam dos resultados dos exames, no qual chamamos de laudos médicos no maior tempo ágil possível para fazer os diagnósticos e auxiliar os médicos de locais remotos no tratamento especializado.

A Telemedicina, esta ferramenta de atendimento médico a distancia, focada exclusivamente na interpretação de exames enviados de pontos remotos tomou proporções gigantescas e foi assimilada por todas as especialidades médicas.

A Telemedicina precisou se tornar especialidade

A valorização da Telemedicina como especialidade dentro da Universidade foi um passo importante para integração dos jovens médicos e demais profissionais de saúde neste ambiente digital. Podemos afirmar que os últimos 10 anos foram decisivos para este projeto ousado.

As universidades atuam como um sistema disponível para a comunidade, os próprios médicos, residentes, pesquisadores trabalham incansavelmente para modernizar esse recurso.

O acesso dos médicos residentes com acesso a ferramenta torna a aceitação mais flexível, diferente dos médicos que não tiveram essa inclusão digital e continuam com receio de aceitar esse formato de atendimento na saúde.

A oportunidade de usar esse formato de atendimento médico a distância com acesso ao laudo de exames, não se restringiu somente aos médicos com a adequação no curriculum da universidade.

As outras áreas de atenção á saúde como psicologia, psiquiatria, fisioterapia, fonoaudiologia, também estão em contato com essa tecnologia e trazendo uma inovação no atendimento em todos os setores.

A consagração do laudo de exames médicos como produto da Telemedicina

Se formos explorar a busca na internet pelo termo laudo médico, é surpreendente o crescimento constante nas pesquisas todos os meses.

O que antes era considerada uma iniciativa de poucas áreas como radiologia, cardiologia, neurologia, hoje abrange tudo.

O laudo médico acabou levando mais uma palavra na sua concepção, agora falamos em laudo de exames médicos online, visto que o laudo de exames interpretados pelo especialista na plataforma de Telemedicina fica disponível tanto para o serviço que realizou o exame, quanto para o paciente que pode acessar no site da empresa de Telemedicina o seu laudo médico online e baixar no seu computador.

As confusões criadas entre laudo de exames médicos e atestado médico

Para os profissionais de saúde não existe nenhum problema em usar a terminologia laudo médico e atestado médico.

Já para os pacientes ocorre uma confusão total.

O laudo de exames médicos é o resultado descrito com uma conclusão á partir da análise de um exame realizado pelo paciente.

O atestado médico é um documento lavrado pelo médico onde descreve sua opinião sobre a condição de saúde do paciente, descrevendo por exemplo que o paciente é hipertenso, teve um infarto agudo do miocárdio, etc…

O laudo de exames médicos serve para confirmar a hipertensão, no caso com a realização de uma Monitorização da pressão arterial, chamada MAPA de pressão.

No caso do infarto agudo descrito no atestado, a prova é o laudo médico que acompanha o exame e documenta o evento com descrição das alterações vistas no traçado do eletrocardiograma e uma conclusão que prova a doença.

O laudo de exames médicos e atestado médico iniciam junto com a Medicina. Na verdade eles sempre andaram juntos, pois o atestado médico depende o laudo de conclusão do exame realizado para provar a doença.

O laudo médico convencional se torna fundamental para documentação das doenças, evolui para o meio digital e ganha projeção mundial á partir do momento que está disponível na internet para o paciente baixar a qualquer momento que necessitar.

O laudo de exames médicos online, produto da tecnologia

Para muitos médicos e pacientes, falar em laudo de exames médicos de um exame é ter aquela pasta enorme com um registro de eletrocardiograma dentro e a descrição com a conclusão do exame em uma folha separada. Isso vale para exames de radiologia, tomografia, ressonância e por aí vai.

A Telessaúde juntamente com a Telemedicina permitem a disponibilização de todos os dados em nuvem, desde o prontuário eletrônico do paciente até os resultados de exames de laboratório, exames gráficos e de imagem.

Através de login e senha é possível acessar de qualquer dispositivo que tenha internet e com isso ter imediatamente os resultados em qualquer lugar.

Imagine um acidente onde você chega no hospital sem nenhuma informação para o médico de plantão que não te conhece! Com o laudo á distância, tudo fica disponível para o seu acesso imediato.

O laudo médico online permite que seus dados de saúde fiquem guardados de forma segura para sempre, sem ter a preocupação de guardar pilhas de papéis que com o tempo se deterioram.

Muitas vezes fazemos aquela faxina em casa e destruímos informações valiosas que poderão ser definitivas em investigar novas doenças no futuro.

Telemedicina e Telessaúde são coisas muito diferentes

De forma didática, a Telessaúde engloba o ambiente completo de atendimento e educação em saúde, enquanto a Telemedicina é exclusiva para gerenciar o laudo de exames médicos que dependem de laudos médicos de especialistas, como é o caso do Eletroencefalograma, Espirometria, Radiologia Digital.

A Telessaúde como Especialidade mãe no atendimento e promoção a saúde

Para conseguirmos entender o quanto é complexa a estrutura da Telessaúde, precisamos estratificar as ferramentas envolvidas nesta atividade.

A Telessaúde como mãe do processo, representa o esqueleto de tudo o que se relaciona com saúde. Precisamos imaginar um ambiente como o Windows, onde gerencia todo o processo de funcionamento de um computador.

Dentro dessa ambiente vamos encontrar categorias específicas de apoio no atendimento a saúde:

Educação a distância

Dentro da Telessaúde teremos ambientes distintos e todos em nuvem, como área de aprendizagem com cursos de educação á distância na área da saúde para pacientes, profissionais da saúde em geral, estudantes de medicina, setor público e privado.

Monitorização do paciente crônico

Situação muito comum naqueles casos em que o paciente crônico interna repetidas vezes por não ter acompanhamento domiciliar adequado para tomada de medicamentos, monitorização de glicemia, saturação de oxigênio, ritmo cardíaco, pressão arterial e muito mais…

Atendimento realizado por profissionais paramédicos

Aqui dentro incluímos fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, atendente social, terapia ocupacional, serviços de enfermagem

Prontuários em nuvem

Neste local podemos acessar tudo o que acontece com o paciente desde a monitorização domiciliar até o momento de atendimento por paramédicos, pronto socorro, internação, UTI, ambulatórios e visitas domiciliares na Medicina de Família.

Todos os profissionais ao atender o paciente registram as informações que ficam disponíveis para todos. Parece um sonho, ver a trajetória do paciente em todos os momentos de atendimento, com união perfeita de todos os profissionais envolvidos no atendimento.

Educação a distância

Cada profissional engajado no atendimento ao paciente tem a possibilidade de aperfeiçoamento de suas habilidades acessando a área de cursos online. Isso vale para toda a equipe, desde o técnico em enfermagem, até o especialista na outra ponta.

Esse ambiente de estudos está vinculado a Universidade que disponibiliza todos os conteúdos na plataforma por meio de seus pesquisadores.

Aplicativos em smartphones exclusivos da saúde

Os aplicativos em smartphones também estão interligados a Telessaúde. O paciente é educado para aprender a usar os aplicativos que estão integrados diretamente á plataforma de Telessaúde em nuvem.

Aplicativos que recebem informações de medidas de pressão, níveis de glicemia, horário de tomada de medicamentos, atividades realizadas, tudo é transferido automaticamente para a plataforma que disponibiliza essas informações para os profissionais de saúde.

Isso permite atuar de forma preventiva, orientando através do próprio aplicativo o que deve ser feito se os níveis de glicemia subirem ou descerem, colocando em risco a vida do paciente. Isso vale para muitas doenças monitoradas.

Consultas

Todas as consultas dos especialistas ficam registradas para todos os demais membros da equipe acompanharem as considerações de cada profissional e com isso universalizar a conduta, sem perder informações valiosas que não são discutidas entre todos os membros que atuam no acompanhamento dos pacientes.

A Telemedicina

Apesar de ter ficado no final da lista, ela é considerada vital no acompanhamento dos pacientes. É o ambiente perfeito para disponibilizar de forma organizada todos os exames realizados naquele paciente, evitando assim repetições de exames desnecessários e reduzindo drasticamente os custos.

Nem preciso falar do mérito de carregar a responsabilidade de registrar e guardar os laudos médicos de todas as especialidades para todos verem de forma permanente dentro do hospital, a nível domiciliar, nas ambulâncias, nos ambulatórios, trazendo completa organização para todos da equipe.

A mercantilização da Telemedicina

Médicos especialistas ou não se lançam no mercado digital tentando encontrar um meio comercial para sua atividade. Isso é um dos pontos preocupantes em relação á segurança da Telemedicina.

Como não temos uma fiscalização efetiva e uma regulamentação que seja respeitada pelos médicos, todos os profissionais que enxergam uma oportunidade nesse serviço se lançam a fazer Telemedicina sem respeitar as diretrizes, os protocolos de segurança e acabam prejudicando o crescimento sustentável da especialidade.

Precisamos sempre buscar informações nos Conselhos de Medicina antes de contratar serviços que não atendem a todas as especificações necessárias para uma atividade ética da Medicina.

A necessidade de regulamentação da Telemedicina pelos Conselhos de Medicina

Apesar de já termos registrado no Conselho Federal de Medicina a Especialidade de Telemedicina, de anualmente ocorrerem reuniões de departamentos para publicar as diretrizes, as regulamentações, percebemos que poucos médicos respeitam o processo.

Acredito que uma forma de regularizar nunca vai existir, visto que dentro da Medicina, cada médico é responsável pelo que faz e se acha capaz. Talvez quando introduzirem essa especialidade como presente nas grades curriculares de residência médica ou mesmo a necessidade de realizar prova para provar a capacidade, possamos melhorar muito esse cenário.

Anvisa e Telemedicina

Até o momento o que já está regulamentado na ANVISA é o servidor PACS. Estou falando de um ambiente em nuvem preparado para guardar as imagens médicas que são acessadas por todos da equipe daquele paciente.

O que ainda não está regulamentado é o tipo de software utilizado para acessar o servidor PACS para interpretar as imagens e essa área é muito frágil e passível de ataques virtuais.

Aparelhos usados para realizar os exames médicos e a Telemedicina

O grande diferencial na Telemedicina é poder utilizar qualquer tipo de aparelho médico, seja analógico ou digital.

Se o cliente utiliza um aparelho analógico, ou seja, aqueles em que os registros são impressos em papel, sem o uso do computador, basta usar um scaner ou fotografar e anexar os arquivos normalmente na plataforma de Telemedicina para que os Especialistas interpretem os exames e liberem o laudo de exames.

Com a era digital, todos os equipamentos médicos estão migrando para esse ambiente.

A facilidade de utilizar um computador para realizar o exame faz com que ao final do procedimento o técnico em enfermagem transfira imediatamente os arquivos para o sistema de Telemedicina que está pronto para receber essas informações.

Equipamentos médicos e ANVISA, uma relação necessária e saudável para todos

O grande problema que enfrentamos é em relação ao registro dos equipamentos na ANVISA.

Muitos donos de clínicas e até médicos compram aparelhos importados que não foram validados para serem usados na população brasileira.

Devemos lembrar que os povos continentais tem suas particularidades. O grande fornecedor de equipamentos baratos é a China.

A população oriental é específica e os parâmetros dos aparelhos não foram feitos para uso em outros locais.

A vigilância sanitária e as empresas precisam vigiar essa prática e restringir o que puder o uso desses equipamentos.

Quando me refiro a empresas, estou falando da Medicina Ocupacional. Uma especialidade que cresce sem controle e é muito fácil no momento do contrato exigir toda a documentação necessária que prove os registros.

Um exemplo clássico é aparelho de espirometria. No Brasil usamos o protocolo Pereira e ele não está presente nos aparelhos importados. Os dados coletados durante o exame não ilustram a verdadeira realidade do paciente.

O aluguel em comodato dos equipamentos médicos

O mercado de Telemedicina é tão lucrativo que essas empresas não se importam em investir na compra dos aparelhos e fornecer ao cliente no regime de comodato.

O lucro da Telemedicina vem do laudo de exames médicos e deixar um aparelho com uma vida média de 15 anos com o cliente é um ótimo negócio.

Tanto o cliente se beneficia com a possibilidade de ter o equipamento de alto custo, quanto a empresa de Telemedicina que tem garantido um cliente que envia mensalmente exames para serem laudados.

Empresas multinacionais investem em plataformas de Telemedicina e equipamentos com acesso total a distância

É indiscutível o avanço da Telessaúde no mundo e seu mercado de oportunidades. Vendo esse cenário, Países com maior aparato tecnológico e investimentos privados como os Estados Unidos estão muito adiantados em estrutura de atendimento em todos os setores de sua economia e claro, visando os mercados internacionais.

Outra constatação fascinante é o investimento de empresas que trabalham na área médica em ferramentas de atendimento a distância como é o exemplo do laboratório Zeiss que desenvolveu um equipamento de avaliação da qualidade de visão a distância que é manobrado pelo especialista em seu consultório.

O interesse do laboratório é em aumentar os atendimentos e com isso gerar mais receitas de óculos de grau e assim impulsionar as vendas.

Vantagens do laudo de exames a distância

É sabido por todos que o Brasil é um País continental e que a desigualdade social está presente em todos os cantos.

Falar de atendimento por especialistas em setores de baixo investimento tanto financeiro quanto social é praticamente uma utopia.

Não veremos especialistas trabalhando em cidades pequenas, localizadas em áreas de difícil acesso.

Não só porque o médico não se dispõe a isso, mas porque também não adiante ter um especialista sem equipamentos para sua atuação.

Olhando para essa realidade, podemos enumerar vários motivos para o constante crescimento e valorização do uso do laudo a distância:

Baixo custo de implantação

Basta ter um computador e internet, o resto é por conta da empresa de Telemedicina.

Disponibilidade de todos os especialistas

Sim, não importa o local, o acesso a plataforma de Telemedicina permite receber atendimento médico de primeiro mundo, com todos os especialistas que o setor de saúde necessita de forma virtual.

Rapidez na avaliação e formulação de diagnósticos

Em 30 minutos é possível fazer uma avaliação cardiológica e diagnosticar um infarto tendo o laudo de exames disponível em qualquer dispositivo com navegação na internet.

É comum o paciente ser transportado por quilômetros para fazer um eletrocardiograma e esperar horas ou até dias para ter a segurança no seu atendimento.

Redução significativa nos custos operacionais

Levando o especialista até a região necessitada traz economia em todos os setores. A prefeitura deixa de investir na contratação de profissionais de alto custo.

Reduz o transporte de pacientes para os centros maiores, resolve o problema das filas de espera por atendimento especializado.

Pode usar o comodato e reduzir ainda mais os investimentos em compras de aparelhos complexos

Como as regiões de difícil acesso tem um volume considerável de exames, é perfeitamente viável contratar os serviços de Telemedicina com os equipamentos em comodato.

Benefícios do acesso ao laudo a distância

O resultado do investimento nesse formato de atendimento a saúde traz inúmeros benefícios como: Mobilidade, agilidade no atendimento, redução dos encaminhamentos, maior número de vidas salvas, sempre haverá um especialista para orientar os profissionais da saúde do serviço de saúde.

Desvantagens no uso do laudo a distância

Como em qualquer serviço disponível usando a internet, não podemos deixar de mencionar alguns problemas enfrentados neste setor:

Falha da tecnologia

Como dependemos do computador e outros dispositivos para realizar os exames e monitorar os pacientes, estamos sujeitos a ficar inoperantes quando esses aparelhos sofrem algum sinistro.

Queda no sinal da internet

O Brasil não é um local onde podemos dizer que estamos bem servidos com a disponibilidade de sinal de internet. Existem regiões distantes onde somente há acesso via satélite, imagine o grande problema enfrentado nessa situação.

Qualificação dos profissionais

Outro grande desafio é o treinamento constante da equipe de atendimento ao paciente. Na maioria das vezes os técnicos em enfermagem não estão preparados para realizar os exames e com a constante rotatividade fica difícil manter um padrão de qualidade.

Quero conhecer um curso gratuito para realizar eletrocardiograma.

A Telemedicina Morsch disponibiliza suporte em tempo integral para ajudar a manter a qualidade na prestação dos serviços. Disponibilizamos cursos á distância com mentoria para trazer eficiência e qualidade na prestação desses serviços.

Invasões de sistema

Usar a Tecnologia junto com a internet implica em estar sujeito a ataque de hackers nos sistemas e a constante vigilância dos sistemas, bem como os backups diários são fundamentais para manter o serviço.

Nestes momentos de manutenções dos sistemas poderá haver prejuízo para os clientes, mesmo que sejam feitos na madrugada, visto que o serviço de Telemedicina é 24 horas por dia, o ano inteiro.

A visão dos médicos mais antigos

A experiência dos últimos 10 anos mostrou que a resistência dos médicos mais antigos que não tiveram a inclusão digital dentro de sua formação é muito grande.

Percebemos que quanto menos o médico entende de tecnologia e computação, maiores são as chances de não aceitar imediatamente os serviços.

É necessário um tempo de aprendizado e de maturação para perceber que a Telemedicina é segura e não traz riscos para os pacientes.

A publicação constante de artigos em blogs falando sobre a Telemedicina é de extrema importância para engajar os profissionais mais receosos.

Como os pacientes percebem o valor nesta tecnologia

Tomando como exemplo o serviço de Telemedicina Americano, podemos aprender com os erros e acertos, bem como adaptar a nossa realidade.

Foi realizada uma pesquisa com os pacientes atendidos pelo sistema de Telemedicina e o foco principal foi a satisfação no atendimento. A surpresa foi que 70% dos pacientes optaram em aceitar o atendimento pelo método como superior ao tradicional.

Não é difícil de entender os resultados. Como a qualidade dos profissionais que atuam na Telemedicina é superior aos médicos de regiões distantes, é admissível perceber o valor agregado no atendimento oferecido pelo sistema que oferece exames com laudo a distância.

Os pacientes já estão acostumados com o atendimento convencional, onde observam tempo de espera longo, falta de agilidade no atendimento, pouca informação passada, casos não resolvidos de prontidão.

No momento em que recebem um novo modelo de assistência, com agilidade nos horários, exames de altíssimo nível e diagnósticos precisos sem a necessidade de visitar outros médicos me um serviço terciário, a satisfação é imediata.

O que podemos esperar do futuro no atendimento médico com a Telemedicina e o laudo de exames médicos online

O caminho que iniciamos é recente, a evolução é contínua, diária e cheia de novidades para melhorar a vida da população.

Esse fenômeno chega a assustar muitos especialistas que chegam a pensar que suas carreiras tradicionais de atendimento em Clínicas possam estar ameaçados.

Para nós que estamos diariamente em contato com este ambiente virtual de trabalho, enxergamos um futuro não muito distante onde vai prevalecer o atendimento virtual.

Não somente porque ele é mais eficiente, mas porque sempre haverá um lugar onde médicos continuará sendo raridade e essas pessoas não podem ser esquecidas.

Paralelo ao enfoque de qualidade na saúde, a Telessaúde vai trazer ainda mais qualidade de vida para todos, em qualquer lugar e isso traz segurança, traz oportunidades para todos e garante sempre um aprimoramento constante dos meios de promoção na saúde sem envolver um grande investimento pelo sistema público.

Nesse artigo falo sobre as conexões da Telemedicina em nossas vidas que nem imaginamos que estamos vivendo. Aproveite e complemente sua leitura!

Compartilhe nas suas redes! Assine nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp