5 doenças que podem ser diagnosticadas por teste de esforço

Por Dr. José Aldair Morsch, 14 de junho de 2018
teste de esforço

O teste de esforço substitui com vantagens o eletrocardiograma de repouso e deve ser realizado por todos os pacientes em suas consultas de rotina após os 30 anos de idade.A chance de diagnosticar uma doença com eletrocardiograma de repouso é de apenas 35% e quando aparece no exame, já está em fase bem adiantada.

No teste ergométrico a probabilidade de diagnosticar doenças cardíacas sobe para 65%.

Neste artigo comento sobre o teste em esteira rolante e sua eficácia em diagnosticar as principais doenças cardiovasculares.

O que é ergometria ou teste de esforço?

O Teste de esforço é um exame complementar ao eletrocardiograma em repouso.

Tradicionalmente o paciente anda e no final corre numa esteira ergométrica para realizar um esforço físico capaz de aumentar a frequência cardíaca e com isso, buscar diagnosticar doenças que estão “escondidas” durante nosso período de repouso.

Solicite um orçamento

teste de esforço

Para que serve o teste ergométrico?

O teste ergométrico é utilizado para investigar doenças cardíacas que não são vistas num exame de eletrocardiograma de repouso tradicional, realizado com o paciente deitado.

É comum atendermos um paciente com dor no peito e ao realizar um eletrocardiograma digital, percebemos que o exame se mostrou com laudo médico normal, sem esclarecer a dor deste paciente.

Com a ergometria, conseguimos aprofundar a investigação exatamente no momento em que o paciente realiza esforço físico numa esteira ergométrica ou numa bicicleta.

Exame ergométrico, teste de esforço, teste ergométrico, ergometria, teste de esforço em esteira: existe diferença entre eles?

Curiosamente esses termos são usados para nos referirmos ao mesmo exame. Todos eles estão relacionados com a realização de atividade física em esteira ergométrica, acompanhado por um Cardiologista que avalia uma série de dados como batimento cardíaco, pressão arterial, capacidade física e circulação de sangue nas coronárias para emitir uma opinião sobre a verdadeira condição de saúde do paciente.

teste de esforço

Eletrocardiograma de repouso ou teste de esforço? Qual é o melhor?

Realizar um eletrocardiograma em repouso nem sempre é sinônimo de uma avaliação cardiológica completa.

Como enfatizar isso em números?

O Eletrocardiograma de repouso somente dá uma conclusão positiva de que o paciente tem uma doença, como entupimento nas coronárias quando já ocorreu pelo menos comprometimento de 70% da luz da coronária.

O Teste de esforço é mais preciso, mostrando a doença já com entupimento de pelo menos 30% da luz da coronária.

Fazer um eletrocardiograma em repouso tem uma sensibilidade de apenas 35% de confirmar uma doença.

O teste ergométrico usa o esforço físico e aumento da frequência cardíaca, elevando a sensibilidade para 65% em diagnosticar uma coronariopatia.

O que eu ganho com essas informações?

Se você tem 30 anos ou mais, não aceite somente realizar um eletrocardiograma. Solicite que seu médico complemente com um teste de esforço a sua avaliação.

Que doenças são avaliadas no exame cardiovascular com teste ergométrico?

Todo mundo gosta de uma lista, então aí vai a minha:

1-Coronariopatia

Um nome complicado para o famoso entupimento de gordura nas coronárias.

2-Hipertensão arterial sistêmica

Isso mesmo, a nossa pressão arterial pode ser normal em repouso, mas se ultrapassar valores de protocolos durante o esforço, indica que você é um hipertenso ou pré-hipertenso.

Para descomplicar, um pré-hipertenso é um paciente com pressão normal, mas que desenvolverá hipertensão arterial sistêmica em breve.

Calma, não se assuste, se você é um paciente, isso pode ser retardado com medidas preventivas, fale com seu médico!

3-Arritmias

Esta situação é muito interessante. Muitos comentam que o coração acelera durante o esforço e nunca aparece nada no eletrocardiograma de repouso.

A ergometria consegue rastrear arritmias que aparecem no esforço e que requerem tratamento ou não.

O holter de ecg digital que monitora o batimento cardíaco em casa durante 24 horas é um exame muito indicado como auxiliar nesses casos.

4-Capacidade física

Não estou me referindo aos atletas ou jogadores de futebol de finais de semana.

Ao avaliarmos a capacidade física do paciente, podemos diagnosticar uma doença chamada insuficiência cardíaca que acomete uma porcentagem significativa da população.

Esta doença é silenciosa e de diagnóstico tardio, então, se o diagnóstico for inicial, mudamos a vida e o futuro da pessoa.

5-Avaliação da função pulmonar

Aqui abro dois comentários: Diagnóstico de asma do esforço e avaliação do grau de insuficiência cardíaca para indicação de transplante cardíaco.

Sei que é algo bem técnico, mas é através desse exame que muitas vezes diagnosticamos casos de asma no esforço e indicamos transplante cardíaco.

Na avaliação para transplante cardíaco utilizamos junto com a caminhada na esteira ergométrica a análise dos gases respiratórios.

Este exame acaba tendo um nome diferenciado, chamamos de ergoespirometria, pois usamos a avaliação da função pulmonar junto com a função cardiovascular.

teste de esforço

O teste de esforço pode ser realizado na sua região e ser interpretado por especialistas numa plataforma de Telemedicina.

Para clínicas que desejam expandir seus exames, a ergometria é uma excelente opção. O cliente contrata a empresa de Telemedicina Morsch, recebe treinamento a distância e pode de forma ética realizar os exames e enviar para uma plataforma de Telemedicina onde os especialistas interpretam e assinam digitalmente o laudo em 30 minutos.

Clique aqui e conheça mais sobre a Telemedicina

O teste de esforço é suficiente para uma avaliação cardiovascular completa?

Existem casos em que o paciente tem restrições em andar numa esteira por ter problemas de locomoção, artrose, excesso de peso.

Nestes casos o teste de esforço é inconclusivo e lançamos mão de exames alternativos como:

teste de esforço

Cintilografia de perfusão miocárdica de esforço ou com medicação

Pode ser usada para aumentar ainda mais a sensibilidade da ergometria, onde no pico do esforço injetamos um marcador radionuclear na veia e vai se impregnar em áreas de sofrimento cardíacas que são captadas em um aparelho específico.

Em outros casos o paciente fica deitado e recebe um estimulante na veia, como dipiridamol ou dopamina para aumentar a frequência cardíaca como forma de substituir a ergometria.

Ecocardiograma com estresse físico ou farmacológico

O nome completo desse exame é ecocardiograma com doppler e fluxo em cores que avalia áreas do coração que estão em sofrimento.

Este exame é utilizado também no pico de esforço do teste de esforço e o Cardiologista consegue ver diretamente as paredes do coração que estão em sofrimento.

Para entender melhor,

O teste ergométrico é parte integrante de outros exames, como:

– Cintilografia de perfusão  miocárdica com esforço físico ou usando medicamentos na veia para acelerar o coração;
– Ecocardiograma de estresse que também usa o esforço ou medicamentos;
– Ergoespirometria (teste de esforço cardiopulmonar).

Sempre leio a conclusão primeiro

Ao realizar um teste de esforço em esteira ergométrica o paciente aumenta as chances de diagnóstico de doenças como coronariopatia, arritmias, hipertensão, insuficiência cardíaca.

Não podemos confiar somente no eletrocardiograma de repouso como exame definitivo na avaliação cardiovascular de rotina.

Mesmo que sua região não tenha este exame, é possível utilizar a Telemedicina em nuvem para receber treinamento e com isso enviar os exames para uma plataforma onde os especialistas logados interpretam e liberam os laudos médicos em 30 minutos.

Compartilhe nas suas redes!

Não esqueça de assinar nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp