5 doenças que podem ser diagnosticadas por teste de esforço

Por Dr. José Aldair Morsch, 9 de setembro de 2019
teste de esforço

O teste de esforço é um exame simples, rápido e não invasivo, que vem se tornando cada vez mais comum na rotina de avaliação cardiológica.

Isso porque o procedimento melhora as chances de diagnóstico de doenças como coronariopatia, arritmias, hipertensão e insuficiência cardíaca.

Também o teste de esforço é útil para atestar se a saúde do coração está em dia, liberando o paciente para exercícios e competições que envolvam desgaste físico.

Se deseja atualizar seus conhecimentos sobre o eletrocardiograma de esforço, continue lendo este artigo.

A partir de agora, vou comentar as definições, indicações e patologias, além de explicar como oferecer o exame em áreas remotas sem deixar a qualidade de lado, optando pela telemedicina e o laudo digital.

Vamos em frente?

O que é teste de esforço?

O que é teste de esforço?

O que é teste de esforço?

Teste de esforço é um exame de diagnóstico que revela a resposta cardíaca enquanto o paciente se exercita.

Tradicionalmente, esse monitoramento começa com o paciente andando e termina com ele correndo em uma esteira, ou pedalando rápido numa bicicleta ergométrica.

Por isso, é também chamado de teste ergométrico.

O exame leva o paciente a fazer um esforço físico capaz de aumentar a frequência cardíaca e, com isso, mostra anormalidades ou doenças que não se manifestam durante o período de repouso.

Por suas características, o teste de esforço é comumente solicitado para complementar uma avaliação iniciada com um eletrocardiograma em repouso.

Para que serve o teste de esforço?

Para que serve o teste de esforço?

Para que serve o teste de esforço?

O teste de esforço ou ergométrico é particularmente útil para investigar doenças cardíacas que não são vistas em um exame de eletrocardiograma tradicional, realizado com o paciente deitado.

Um exemplo são pacientes com dor no peito que passam por um eletrocardiograma convencional, mas o laudo médico não mostra anormalidades.

Nesses casos, o teste de esforço é indicado para aprofundar a investigação quanto à origem da dor.

De acordo com as diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico, o exame também serve para:

  • Detectar a isquemia miocárdica, arritmias cardíacas e distúrbios hemodinâmicos induzidos por esforço
  • Avaliar a capacidade funcional
  • Avaliação diagnóstica e prognóstica das doenças cardiovasculares
  • Prescrever exercícios
  • Avaliação objetiva dos resultados de intervenções terapêuticas
  • Demonstração ao paciente e familiares de suas reais condições físicas
  • Perícia médica.

Teste de esforço, teste ergométrico, ergometria, teste de esforço em esteira: existe diferença entre eles?

Teste de esforço, teste ergométrico, ergometria, teste de esforço em esteira: existe diferença entre eles?

Teste de esforço, teste ergométrico, ergometria, teste de esforço em esteira: existe diferença entre eles?

Curiosamente, todos esses termos são usados para nos referirmos ao mesmo exame.

O procedimento começa com a preparação do paciente, quando 10 eletrodos são fixados em seu tórax e um aparelho de pressão é colocado em seu braço direito.

Em seguida, o médico ou técnico que conduzem o teste ligam o monitor do eletrocardiógrafo digital, que fica conectado a um computador para mostrar as reações cardíacas em tempo real.

O paciente começa, então, a se exercitar.

Durante o exame, ele terá uma série de dados avaliados: batimento cardíaco, pressão arterial, capacidade física e circulação de sangue nas coronárias, entre outros.

Eletrocardiograma de repouso ou teste de esforço? Qual é o melhor?

Realizar um eletrocardiograma em repouso nem sempre é sinônimo de uma avaliação cardiológica completa, e essa afirmação pode ser ilustrada em números.

Para se ter uma ideia, o eletrocardiograma de repouso só é capaz de detectar patologias como o entupimento das artérias coronárias quando já ocorreu o comprometimento de pelo menos 70% da luz da coronária – que representa o espaço liberado para a passagem do sangue.

Já o teste de esforço é mais preciso, mostrando a doença quando há entupimento de 30% da luz da coronária.

Em outras palavras, fazer um eletrocardiograma em repouso tem uma sensibilidade de apenas 35%, enquanto o teste sob esforço físico eleva a sensibilidade para 65%.

Que doenças são avaliadas no exame cardiovascular com teste de esforço?

Que doenças são avaliadas no exame cardiovascular com teste de esforço?

Que doenças são avaliadas no exame cardiovascular com teste de esforço?

Como mencionei acima, o teste ergométrico auxilia no diagnóstico de diversos males cardiovasculares e até em outras áreas do organismo, como nos pulmões.

Confira, a seguir, os cinco principais.

1. Coronariopatia

Este é apenas um nome complicado para o famoso entupimento por gordura nas artérias coronárias, que levam o sangue até o coração.

2. Hipertensão arterial sistêmica

Por monitorar as variações na pressão arterial durante o esforço, o teste ergométrico permite o diagnóstico de pacientes hipertensos, ainda que a doença não seja evidenciada em repouso.

Se os valores registrados ultrapassarem os de protocolos durante o esforço, há indicação de que o paciente é hipertenso ou pré-hipertenso.

Pré-hipertenso é um indivíduo com valores de pressão considerados dentro dos limites de normalidade, mas que corre o risco de desenvolver hipertensão arterial sistêmica em breve.

3. Arritmias

Arritmias são anormalidades na frequência cardíaca.

Há casos em que o paciente percebe, por exemplo, que o coração acelera durante o esforço físico, mas nada acontece em repouso.

Assim, um eletrocardiograma convencional dificilmente vai detectar a origem da arritmia.

O ECG de esforço é, então, recomendado para rastrear a arritmia e verificar se é necessário tratamento.

Além dele, o médico pode pedir um holter de ECG digital – exame que monitora a atividade cardíaca por 24 horas ou mais – para confirmar o diagnóstico.

4. Insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca ocorre quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para suprir as necessidades do organismo.

Por avaliar a capacidade física do paciente, o teste de esforço é uma ferramenta eficiente para diagnosticar essa doença, que acomete uma porcentagem significativa da população.

Geralmente, a patologia é silenciosa e diagnosticada apenas quando a saúde do paciente já está bastante comprometida.

Daí a relevância de recomendar o teste ergométrico caso haja qualquer indício de insuficiência cardíaca, pois o diagnóstico precoce melhora o prognóstico e aumenta a sobrevida.

5. Avaliação da função pulmonar

Aqui, vale citar duas situações em que é empregado o teste ergométrico: no diagnóstico de asma no esforço e na avaliação do grau de insuficiência cardíaca para indicação de transplante do coração.

Na primeira, submeter o paciente ao monitoramento durante exercício permite a confirmação da presença de asma (inflamação dos brônquios), que fica evidente no esforço físico.

Na avaliação para transplante cardíaco, o ECG de esforço é combinado à análise de gases respiratórios para atestar o nível de insuficiência cardíaca.

Esse exame recebe o nome de ergoespirometria, pois une avaliação da função pulmonar e função cardiovascular.

O teste de esforço pode ser realizado na sua região e ser interpretado por especialistas numa plataforma de Telemedicina

O teste de esforço pode ser realizado na sua região e ser interpretado por especialistas numa plataforma de Telemedicina

O teste de esforço pode ser realizado na sua região e ser interpretado por especialistas numa plataforma de Telemedicina

Conforme determinação do Conselho Federal de Medicina, exames simples, como o teste de esforço, podem ser feitos por técnicos de enfermagem devidamente treinados.

No entanto, apenas cardiologistas especializados estão aptos a interpretar e assinar o laudo médico desse procedimento.

Por muitos anos, essa exigência limitou a oferta do ECG de esforço, já que nem sempre há cardiologistas disponíveis em cidades pequenas e locais remotos.

Mas é possível reverter esse quadro com o auxílio da telemedicina, que conecta clínicas e hospitais de todo o país a especialistas qualificados.

Assim, cardiologistas analisam os registros do teste ergométrico e elaboram o laudo à distância.

Como funciona o laudo à distância do teste de esforço?

Ao contratar uma empresa de telemedicina, o cliente terá acesso a uma plataforma que viabiliza a troca de informações com segurança.

Então, após finalizar o teste de esforço, o médico ou técnico responsável compartilha os registros do exame através desse sistema.

Uma vez que os dados estejam disponíveis, médicos logados no portal iniciam sua análise e interpretação, anotando os achados do exame e conclusões no laudo médico.

O documento é assinado digitalmente e liberado em seguida na plataforma, podendo ser salvo, impresso ou enviado ao médico solicitante.

Toda essa dinâmica é bastante ágil para os clientes da Morsch, que recebem os laudos digitais em minutos.

Vantagens do laudo à distância do teste de esforço para clínicas

O teste de esforço pode ser realizado na sua região e ser interpretado por especialistas numa plataforma de Telemedicina

Vantagens do laudo à distância do teste de esforço para clínicas

Expliquei, no tópico anterior, como o laudo à distância dispensa a contratação de cardiologistas para interpretar o teste ergométrico.

Mesmo em serviços que contem com esse especialista, o suporte da telemedicina proporciona menor carga de trabalho e cobertura durante folgas, férias, eventos e outras ausências.

Conheça, abaixo, outros benefícios do laudo online para clínicas e hospitais.

1. O teste de esforço fica salvo na nuvem em segurança

Graças ao formato digital, o laudo remoto pode ser salvo automaticamente na nuvem – local seguro de armazenamento na internet -, eliminando a necessidade de espaço físico para arquivar o documento.

Dessa forma, o laudo fica preservado de danos pela ação do tempo e acessível para comparações e relatórios futuros.

Também fica protegido contra fraudes ou pessoas não autorizadas, pois a plataforma de telemedicina possui mecanismos como criptografia e senhas.

2. O laudo do teste de esforço é interpretado por médicos cardiologistas

Empresas idôneas, como a Morsch, contratam apenas cardiologistas com CRM ativo para produzir o laudo digital, garantindo sua qualidade e autenticidade.

3. O laudo do teste de esforço pode ser emitido 24 horas por dia

A plataforma da Morsch funciona sem interrupções, atendendo a demandas a qualquer hora do dia ou da noite, inclusive aos feriados e finais de semana.

4. O custo do laudo é menor quando comparado com o cardiologista presencial

A agilidade do portal de telemedicina e o fato de os cardiologistas ficarem dedicados apenas à interpretação dos exames resulta em maior produtividade, reduzindo o custo por laudo médico entregue.

Vantagens do laudo à distância do teste de esforço para pacientes

É claro que as vantagens para clínicas e hospitais também impactam o serviço ofertado ao paciente de modo positivo, liberando laudos confiáveis a preços competitivos.

Veja, abaixo, outros benefícios diretos ao paciente.

1. Disponibilidade do teste de esforço em regiões remotas

Localidades distantes dos grandes centros urbanos enfrentam a carência de especialistas frequentemente, o que inviabiliza a elaboração de laudos in loco, obrigando pacientes a se deslocar para ter acesso ao teste ergométrico.

Com a telemedicina, é possível realizar o exame na cidade em que o paciente reside, enviar os registros e receber o laudo digital via plataforma.

Assim, o paciente não precisa mais percorrer longas distâncias para obter os resultados do teste de esforço.

2. Garantia de qualidade e agilidade

O processo de emissão do laudo à distância é prático e seguro, permitindo que os documentos sejam entregues no mesmo dia do exame.

3. Somente cardiologistas registrados nos conselhos interpretam os exames

Laudos produzidos remotamente são tão confiáveis quanto os laudos produzidos por especialistas locais, sendo que ambos recebem a assinatura do cardiologista.

A diferença é que o documento em papel é assinado à caneta, enquanto o online recebe uma assinatura digital validada junto à SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde).

O teste de esforço é suficiente para uma avaliação cardiovascular completa?

O teste de esforço é suficiente para uma avaliação cardiovascular completa?

O teste de esforço é suficiente para uma avaliação cardiovascular completa?

A resposta depende da suspeita clínica e das condições de saúde do paciente.

Há casos em que ele tem restrições para andar em uma esteira ou pedalar em uma bicicleta, por problemas de locomoção, artrose ou excesso de peso, por exemplo.

Nessas situações, o teste ergométrico é inconclusivo, o que leva à adoção de exames mais completos para avaliar a resposta cardíaca mediante esforço, como os que cito abaixo.

Cintilografia de perfusão miocárdica de esforço ou com medicação

Pode ser usada para aumentar a sensibilidade da ergometria.

Nesse exame, é injetado um marcador radionuclear na veia do paciente durante o pico do esforço físico.

Essa substância impregna em áreas cardíacas comprometidas, que são visualizadas por meio de um aparelho específico.

Se o paciente não puder fazer esforço físico, existe outro formato de cintilografia de perfusão miocárdica, no qual ele recebe medicação.

O paciente fica deitado e tem um estimulante injetado na veia, como dipiridamol ou dopamina, que aumenta a frequência cardíaca, substituindo o teste de esforço.

Ecocardiograma com estresse físico ou farmacológico

Também conhecido como ecocardiograma com doppler e fluxo em cores, esse exame é como uma ultrassonografia do coração.

Quando realizado com estresse físico, requer que o paciente faça um teste ergométrico para que o cardiologista possa observar as contrações do coração.

Já o ecocardiograma com estresse farmacológico utiliza medicamentos (dobutamina ou dipiridamol) para induzir a elevação na frequência cardíaca, sendo indicado para pacientes com restrições para o teste de esforço.

Sobre a Telemedicina Morsch

Sobre a Telemedicina Morsch

Focada em serviços de telemedicina desde 2005, a Morsch já ajudou mais de 700 unidades de saúde a otimizar a entrega de laudos, agregando agilidade e eficiência.

Graças a uma plataforma moderna e uma equipe composta por 20 especialistas nas áreas de Cardiologia, Neurologia, Radiologia e Pneumologia, a empresa viabiliza a entrega de resultados em minutos e ampliação do portfólio, sem burocracia.

Os clientes também contam com treinamento a distância para os técnicos que farão os exames, segunda opinião qualificada e opções de comodato para economizar na aquisição de aparelhos médicos.

Tudo isso disponível em um mesmo sistema intuitivo e que funciona sem interrupções, facilitando a comunicação e garantindo o sigilo das informações dos pacientes.

Conclusão

Ressaltei, neste texto, a importância, aplicações e procedimentos que complementam a avaliação cardiológica junto ao teste de esforço.

Também comentei as vantagens de investir em laudos a distância para viabilizar esse exame em locais afastados dos grandes centros urbanos, com o auxílio da telemedicina.

Deixe que a Morsch ofereça o suporte para modernizar seu serviço de testes cardiológicos, com ganhos para você e sua equipe.

Fale conosco para conhecer opções pensadas para sua clínica, ou, se preferir, peça seu teste grátis da nossa plataforma.

Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe.

Deixe seu comentário ou dúvida a seguir.

Referências Bibliográficas

III Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia Sobre Teste Ergométrico. Romeu Sergio Meneghelo (coordenador geral) e outros.

O teste ergométrico é útil, seguro e eficaz, mesmo em indivíduos muito idosos, com 75 anos ou mais – Luciano Janussi Vacanti; Luciano Sespedes; Maíra de Oliveira Sarpi. Arq. Bras. Cardiol. vol.82 no.2 São Paulo Feb. 2004.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp