Paciente particular: como clínicas e hospitais podem atrair?

Por Dr. José Aldair Morsch, 27 de setembro de 2022
Paciente particular

Conquistar a lealdade do paciente particular é uma boa pedida para aumentar as receitas da clínica ou consultório médico.

Afinal, o ticket médio é maior que o valor pago pelas operadoras de planos de saúde por consulta, exame ou procedimento.

No entanto, nem sempre há muitos clientes particulares, o que pode deixar vácuos nada interessantes na agenda.

Foi pensando nisso que decidi escrever este artigo, apresentando estratégias para atrair e fidelizar esse paciente.

Uma das dicas é empregar a tecnologia a seu favor, utilizando um software de telemedicina para otimizar o tempo de trabalho da sua equipe.

Paciente particular ou plano de saúde?

Geralmente, a melhor solução é mesclar os tipos de paciente.

Dessa forma, dá para aproveitar os benefícios e reduzir as desvantagens de cada um.

Contudo, é preciso avaliar a realidade do seu negócio, incluindo objetivos e metas para saber quais quesitos serão priorizados.

Características como a exclusividade, por exemplo, indicam que o foco estará na assistência particular, enquanto a estabilidade e preenchimento da agenda apontam para pacientes de convênios.

A seguir, discorro sobre alguns pontos de interesse na comparação entre pacientes particulares e de planos de saúde.

Pagamento pelos serviços ao atender o paciente particular

Como mencionei na introdução do texto, uma das vantagens do paciente particular é o maior rendimento para a clínica.

O paciente de convênio, por outro lado, gera um repasse menor, tabelado conforme regras da saúde suplementar e da operadora do plano.

Quantidade de atendimentos

Aqui, o cenário se inverte.

Isso porque, devido ao custo mais alto dos atendimentos particulares, poucas pessoas têm acesso a eles.

E mesmo entre aqueles que podem arcar com essa despesa, há quem escolha investir em um convênio médico premium para garantir assistência de qualidade por valores mais baixos.

Ou seja, o paciente particular costuma ser exceção, e não regra entre os atendimentos em consultórios e clínicas.

Se a ideia é preencher todos os horários da agenda, faz sentido abrir espaço aos pacientes de planos de saúde, que são mais numerosos.

Aumentando a quantidade de procedimentos realizados, fica mais fácil ter previsibilidade sobre a receita mensal e garantir o pagamento das contas.

Claro que isso não implica em abrir mão dos particulares.

Dinâmica de remuneração

Nesse aspecto, o recebimento por serviços prestados ao paciente particular é mais simples.

Basta fazer a cobrança logo após a consulta, exame ou procedimento, usando o sistema e opções de pagamento escolhidas pela sua equipe.

Enquanto o pagamento feito por operadoras de planos é mais burocrático, pois exige cadastro prévio e faturamento.

Só depois da conferência por parte da operadora é que os valores são liberados, o que costuma levar pelo menos 30 dias.

Divulgação da clínica ou consultório

Esse é um ponto relevante, uma vez que construir uma boa reputação pede alguns meses ou até anos de relacionamento com os pacientes.

Portanto, quem está em início de carreira ou acabou de abrir uma clínica médica precisa de um esforço considerável para estruturar seu negócio.

Montar uma carteira de clientes fica mais fácil quando existe divulgação entre os beneficiários de convênios, que consultam a rede credenciada para decidir onde serão atendidos.

Isso aumenta a visibilidade da sua empresa e ajuda a ocupar a agenda.

Já os pacientes particulares são atraídos um a um, o que pede táticas diferenciadas de atração e fidelização.

Falo mais sobre elas abaixo.

Consulta particular

É essencial ter estratégias para elevar a atração de pacientes particulares, investindo em tecnologia e outras soluções

Como atrair pacientes particulares?

Conheça agora cinco estratégias que vão impulsionar a atração de pacientes particulares para sua empresa.

1. Saiba quem é seu público-alvo

Antes de traçar qualquer plano de divulgação, é essencial conhecer o perfil de pacientes que você pretende conquistar.

Isso inclui dados demográficos, comportamento, rotina e valores comuns a esse público, que servirão para nortear os próximos passos.

Pesquisas gerais e questionários com seus próprios pacientes são um bom ponto de partida.

2. Conte com o suporte do marketing digital

Uma vez que você tenha informações sobre o target, poderá iniciar a divulgação online de seus serviços.

Ter seu próprio site é fundamental, mas também pode ser interessante criar perfis nas redes sociais e no Google Meu Negócio para ampliar o alcance da sua comunicação.

Não se esqueça de criar conteúdo interessante e potencializar a divulgação através de ferramentas de mídia paga (anúncios, conteúdo patrocinado etc.).

3. Capriche no atendimento

A primeira impressão é extremamente importante para conquistar qualquer cliente.

De nada adianta contar com uma equipe médica extremamente qualificada se o paciente não for bem tratado desde que entra na recepção, concorda?

Então, ofereça treinamento e invista em atendimento humanizado para construir uma imagem institucional positiva desde o início.

4. Estabeleça um diferencial

Não estou sugerindo que seu time trate o paciente particular de maneira diferenciada dos demais.

Recomendo que a clínica tenha um diferencial em relação aos concorrentes, deixando marcas positivas na memória dos clientes.

Dá para fazer isso, inclusive, oferecendo premiações para quem indicar seus serviços a outras pessoas.

Assim, a clínica ganha clientes por meio do boca a boca e ainda aumenta a satisfação dos pacientes atuais.

5. Invista em tecnologia para atender o paciente particular

Softwares médicos podem ser fortes aliados na automatização, digitalização e ganhos na eficiência dos colaboradores.

Marcação de consultas a distância, atualização automática, lembretes e organização de documentos são algumas tarefas que podem ser delegadas a esses sistemas inteligentes.

Por consequência, seus funcionários terão mais tempo para se dedicar ao aperfeiçoamento e atendimento de qualidade.

Telemedicina no atendimento ao paciente particular

A plataforma de telemedicina é um dos softwares indicados para otimizar a dinâmica na sua clínica ou consultório.

Hospedado na nuvem, o sistema é acessível a partir de qualquer dispositivo com conexão à internet.

Porém, não deixa de ser seguro, contando com a proteção de senhas e criptografia.

Usando o software de Telemedicina Morsch, sua equipe terá diversos serviços disponíveis em um ambiente intuitivo, como:

  • Teleconsulta com prontuário digital integrado: permite a realização de consulta online e atualização do prontuário médico em tempo real. O prontuário eletrônico também pode ser empregado para a modalidade de consulta presencial
  • Laudos online: serviço de interpretação de imagens e gráficos de exames com agilidade, realizado por especialistas devidamente registrados no CRM. Os laudos recebem assinatura digital e são entregues em minutos via plataforma
  • Segunda opinião médica: possibilita a discussão de urgências por videoconferência, além do esclarecimento de dúvidas sobre casos complexos.

Clique aqui e aproveite as vantagens de ter a Morsch como parceira do seu negócio!

Conclusão

Ao final deste artigo, espero ter te inspirado com boas práticas na atração do paciente particular.

Caso tenha outras ideias, escreva um comentário a seguir.

Se gostou deste conteúdo e quer receber os próximos, inscreva-se na newsletter.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE