Home care: o que é, tipos e a sua relação com a telemedicina

Por Dr. José Aldair Morsch, 23 de outubro de 2019
O que o atendimento home care e a telemedicina têm em comum?

A prestação de atendimento home care já atinge uma parcela considerável da população em nosso país.

Segundo levantamento divulgado pelo Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar (NEAD), já em 2014, a atenção em domicílio alcançava mais de 1 milhão de brasileiros.

E a expectativa é que esse número cresça à medida em que a população envelhece, levando ao aumento nos casos de doenças crônicas.

Nesse cenário, a maior demanda por consultas, auxílio e exames pode ser suprida com o suporte da tecnologia, incluindo a telemedicina e os laudos a distância.

Quer saber como? Então, continue lendo este artigo.

Solicite um orçamento

Vou explicar o conceito, tipos de atendimento e como otimizar a entrega de laudos médicos para testes de diagnóstico realizados durante o home care.

Boa leitura!

Home care: o que é?

Home care: o que é?

Home care: o que é?

Home care é a prestação de cuidados de saúde em casa, geralmente indicada por um médico para dar continuidade a um tratamento de forma mais confortável.

Esse serviço costuma ser prestado por uma equipe multidisciplinar, podendo incluir consultas, exames, aplicação de medicamentos e até internação domiciliar.

Para viabilizar a internação, uma estrutura com equipamentos de suporte de vida e/ou monitoramento remoto é montada na casa de pacientes que, apesar de estáveis, necessitam de cuidados de saúde contínuos.

Mas a modalidade mais comum do home care corresponde ao ambulatório domiciliar, recomendado para pacientes crônicos ou com dificuldades de locomoção.

Apesar de permanecerem em casa, eles recebem visitas regulares de enfermeiros, médicos, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais dedicados à reabilitação.

Como funciona o Home Care

Como funciona o Home Care

Como funciona o Home Care

Os serviços de home care são variados e, por isso, funcionam conforme as necessidades do paciente.

É importante ressaltar que o atendimento home care é diferente daquele prestado por cuidadores, embora muitos pacientes precisem dos dois tipos de serviço.

O home care exige conhecimentos técnicos em saúde para a realização de procedimentos específicos – como a administração de medicamentos – que não poderiam ser conduzidos por familiares, por exemplo.

Dependendo do caso, o home care pode ser composto de visitas periódicas dos profissionais de saúde ou acompanhamento intensivo, avaliando a evolução do tratamento.

Já as atividades desempenhadas por cuidadores englobam o auxílio básico a pessoas acamadas ou com patologias que restringem sua mobilidade e autonomia, o que exige apoio para ações corriqueiras.

Cuidador de idoso

Cuidador de idoso

Cuidador de idoso

Como expliquei acima, é um tipo de atendimento com limitações, visto que não há um responsável vinculado a uma instituição de saúde para dar suporte nos momentos de dúvidas quanto à conduta em intercorrências.

Geralmente, familiares contratam técnicos em enfermagem ou até mesmo pessoas com curso de cuidador de idosos para permanecer nas suas residências em tempo integral.

Esses profissionais ficam de plantão durante o dia, a noite ou em ambos os períodos para garantir que o paciente receba toda a atenção necessária na ausência dos familiares.

Enfermagem domiciliar como home care

Enfermagem domiciliar como home care

Enfermagem domiciliar como home care

Esse formato de assistência domiciliar é mais completo que os serviços oferecidos por um cuidador de idosos.

Normalmente, parte de enfermeiros que montam seus serviços na forma de clínicas e realizam atendimento domiciliar em dias marcados.

Eles disponibilizam serviços que pedem conhecimento técnico em saúde, a exemplo de:

  • Aplicação de medicamentos injetáveis
  • Coleta de exames laboratoriais
  • Execução de exames de diagnóstico, como eletrocardiograma, espirometria ou eletroencefalograma, usando equipamentos portáteis.

Diversos planos de saúde também oferecem ambulâncias com enfermeiros para atendimento domiciliar de seus conveniados.

Atendimento médico domiciliar

Atendimento médico domiciliar

Médicos também podem criar clínicas com funções de campo, ou seja, nos quais os profissionais fazem visitas na casa de pacientes acamados ou que necessitam tratamento intensivo.

Os serviços domiciliares mais comumente prestados pelos médicos são:

1. Consulta

O atendimento pode ser de rotina, para pacientes acamados, ou de urgência, nos chamados a qualquer hora.

2. Realização de exames

Nesses casos, é normal o médico comparecer à residência acompanhado de um técnico em enfermagem, que coleta exames de sangue ou faz testes simples de diagnóstico na beira do leito.

3. Monitoramento remoto

É indicado para pacientes que necessitam acompanhamento constante, a exemplo daqueles que adquiriram sequelas após eventos como o AVC (acidente vascular cerebral), infartados, ou debilitados.

Pessoas com doenças crônicas, como diabetes, também se beneficiam do monitoramento remoto, que pode incluir registros de:

  • Glicemia
  • Pressão arterial
  • Frequência cardíaca
  • Saturação de oxigênio
  • Apoio fisioterápico e fonoaudiológico a distância
  • Atendimento psicológico a distância.

Esta tarefa é executada com o apoio da telessaúde, que transmite as informações para uma central capaz de monitorar os pacientes em tempo real.

Vantagens do Home Care para profissionais, pacientes e hospitais

Vantagens do Home Care para profissionais, pacientes e hospitais

Vantagens do Home Care para profissionais, pacientes e hospitais

O acompanhamento da saúde em domicílio reúne uma série de vantagens para pacientes, profissionais e unidades de saúde.

Uma das mais evidentes é a redução de custos para os hospitais que, no Brasil, muitas vezes sofrem com dificuldades na captação de recursos e gastos com a manutenção de pacientes com doenças crônicas.

Mas, uma vez que seu quadro se torne estável, eles podem ser internados ou receber cuidados ambulatoriais em casa, liberando leitos para pessoas mais necessitadas.

Do ponto de vista do paciente, há o afastamento da rotina hospitalar, possibilitando sua recuperação em um ambiente familiar, confortável e sem grandes riscos de contaminações e infecções.

De acordo com o artigoAssistência domiciliar: a experiência de um hospital privado do interior paulista”, o home care proporciona a reabilitação de maneira mais segura e eficaz, por meio de cuidado embasado na realidade em que vive o cliente.

Assim, pacientes recebem um atendimento individualizado e mais humanizado, considerando suas limitações e rotina.

Além disso, os profissionais de saúde podem atuar em um ambiente mais tranquilo e realizar um trabalho intenso na educação de cuidadores e familiares, o que melhora a assistência e a evolução no tratamento do paciente.

Desafios do Home Care

Desafios do Home Care

Desafios do Home Care

Por ser realizado fora de uma unidade de saúde, o home care possui limitações importantes no atendimento ao paciente, em especial durante a internação domiciliar.

Daí a relevância de que os profissionais que atendem em casa contem com o suporte de serviços ou equipes externas com conhecimentos distintos.

Um enfermeiro que trabalha com home care pode pedir ajuda, por exemplo, a um médico generalista ou especialista para prestar socorro diante da ocorrência de um evento agudo de saúde.

Ao avaliar os principais desafios para o home care no artigoAtenção Domiciliar e sua contribuição para a construção das Redes de Atenção à Saúde sob a óptica de seus profissionais e de usuários idosos”, seus autores apontam o seguinte:

  • Falta de clareza por parte dos usuários quanto ao funcionamento do serviço, identificada, por exemplo, na solicitação para que profissionais de saúde executem tarefas de cuidadores
  • Oferta reduzida de equipamentos e infraestrutura, que devem ser adquiridos, em grande parte, pela própria família
  • Investimento insuficiente em qualificação específica para os profissionais
  • Necessidade de incentivo ao empoderamento de cuidadores, já eles acompanham os pacientes na maior parte do tempo.

Home care e Telemedicina: alternativa ideal para exames domiciliares

Home care e Telemedicina: alternativa ideal para exames domiciliares

Home care e Telemedicina: alternativa ideal para exames domiciliares

Por viabilizar a troca de informações médicas através de tecnologias da informação e comunicação (TIC), a telemedicina é uma solução inteligente para suprir a demanda por laudos de exames feitos em home care.

Segundo exige o Conselho Federal de Medicina, testes simples podem ser conduzidos por enfermeiros e técnicos de enfermagem treinados, mas devem ser interpretados por especialistas na área do exame.

O problema é que nem sempre a equipe de home care conta com esses especialistas. A situação se agrava caso o serviço seja prestado por apenas um profissional.

Porém, com a telemedicina, é possível enviar imagens e gráficos de testes de diagnóstico e obter seus resultados em minutos.

Basta que, após fazer os procedimentos com o auxílio de aparelhos médicos portáteis acoplados no notebook, o profissional compartilhe os registros na plataforma de telemedicina.

O sistema é simples e pode ser acessado a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, pois fica hospedado na nuvem.

Em seguida, especialistas logados iniciam a análise dos arquivos, anotando dados e conclusões no laudo médico online.

Toda essa dinâmica dura, em média, 30 minutos para clientes da Telemedicina Morsch, que contam, ainda, com orientação da conduta em casos graves.

Empresas de home care e telessaúde

Empresas de home care e telessaúde

Empresas de home care e telessaúde

Disponibilizar exames médicos em domicílio e ambulância (para atendimentos de urgência) é uma realidade atualmente.

Nesse cenário, profissionais que disponibilizam uma estrutura completa para seus pacientes obtém uma posição de destaque na sua região, com menos estresse em atendimentos de urgência, que são frequentes.

Assim, contar com o monitoramento de sinais vitais e da evolução no tratamento, viabilizado pela telessaúde, faz a diferença.

Mais ampla que a telemedicina, a telessaúde vai além do suporte diagnóstico, conectando profissionais de saúde através da teleconsultoria.

Por meio da internet, aplicativos de troca de mensagens ou telefone, cuidadores e técnicos de enfermagem esclarecem dúvidas e recebem recomendações de profissionais experientes, como enfermeiros e médicos.

Laudos a distância de exames disponíveis para o Home Care

Laudos a distância de exames disponíveis para o Home Care

Laudos a distância de exames disponíveis para o Home Care

A telemedicina oferece laudos remotos para os principais exames realizados em home care.

Graças a equipamentos modernos, alimentados pela bateria de notebooks, esses testes podem ser feitos em qualquer lugar, mesmo que não tenha internet.

Os registros ficam salvos para ser compartilhados no portal de telemedicina assim que possível.

Confira as opções a seguir.

Eletrocardiograma

Principal exame de rotina em cardiologia, o ECG serve para monitorar a frequência e a condução dos batimentos cardíacos, revelando anormalidades e doenças cardiovasculares.

Impulsos emitidos pelo coração são captados por eletrodos conectados ao tórax do paciente, formando gráficos de linha que serão interpretados por um cardiologista.

MAPA

Sigla para Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial em 24 horas, o MAPA traça um panorama do comportamento da pressão sanguínea ao longo de um dia.

O objetivo é apoiar o diagnóstico e verificar causas de doenças como hipotensão e hipertensão.

Para a realização desse teste, o braço do paciente recebe um manguito, que faz medições periódicas e envia os dados a um monitor, fixado na cintura.

Holter

ECG com holter ou apenas holter é o exame que permite a avaliação do ritmo cardíaco por um período estendido de, pelo menos, 24 horas.

Para isso, o exame segue o mesmo princípio de um eletrocardiograma de rotina, com eletrodos fixados no peito do paciente.

Porém, eles são ligados a um monitor colocado na cintura, que armazena as informações coletadas pelos eletrodos.

Espirometria

Também chamada teste do sopro, a espirometria permite a análise da capacidade pulmonar do paciente, sinalizando doenças como asma e enfisema.

Durante o procedimento, ele sopra em um bocal conforme a orientação do profissional de saúde, e um software captura dados sobre seu desempenho, que serão interpretados por um pneumologista.

Eletroencefalograma

Corresponde ao monitoramento da atividade elétrica cerebral, sendo útil no diagnóstico de males neurológicos e da consciência.

Para captar os impulsos emitidos pelas células nervosas do cérebro (os neurônios), o EEG se vale de eletrodos fixados em diferentes pontos do couro cabeludo do paciente.

Eletrocardiograma em minutos nos atendimentos de urgência

Eletrocardiograma em minutos nos atendimentos de urgência

Eletrocardiograma em minutos nos atendimentos de urgência

Empresas de telemedicina bem estruturadas, como a Morsch, possuem uma plataforma que funciona sem interrupções, mesmo aos finais de semana e feriados.

Portanto, o cliente tem a garantia de receber os laudos online a qualquer hora do dia ou da noite.

Mas não é só isso.

O portal permite que casos urgentes, a exemplo do infarto, sejam avaliados em tempo real, através de videoconferência.

Para isso, o profissional em home care pode fazer um eletrocardiograma e solicitar sua interpretação com urgência, acessando os cardiologistas de plantão.

Dessa forma, aumentam as chances de sobrevida e bom prognóstico do paciente, já que o impacto do infarto é mais grave a cada minuto de espera por atendimento.

Comodato dos aparelhos médicos

Comodato dos aparelhos médicos para iniciantes

Comodato dos aparelhos médicos para iniciantes

Profissionais que estão montando suas clínicas ou não têm recursos para a compra de equipamentos podem economizar com o aluguel em comodato.

Nessa modalidade, o cliente paga uma mensalidade única para receber um pacote de laudos a distância, e ganha o direito de utilizar aparelhos médicos gratuitamente.

Clientes da Morsch dispõem, ainda, de suporte remoto para instalação dos dispositivos, que podem ser utilizados enquanto durar a parceria.

Conheça, nesta página, as opções de equipamentos cedidos em comodato.

Sobre a Telemedicina Morsch

Com quase duas décadas de atuação, a Morsch surgiu como clínica cardiológica e logo se expandiu, ofertando inovações em telemedicina.

A partir de um atendimento simples, plataforma moderna e equipe com 20 especialistas, a empresa já ajudou centenas de unidades de saúde na otimização dos resultados de exames de diagnóstico.

Além de laudos precisos e com rapidez, os clientes têm acesso a um serviço completo, com segunda opinião qualificada, aluguel em comodato e treinamento remoto, disponível 24 horas por dia para orientar os técnicos responsáveis pela condução de exames.

O resultado se traduz em equipes mais produtivas, aumento nas receitas e pacientes satisfeitos.

Conclusão

Ao longo deste artigo, tratei das vantagens, desafios e modalidades de home care.

Fica evidente a contribuição da telemedicina para profissionais que fornecem atenção domiciliar, agregando agilidade com os laudos médicos a distância.

Conte com a Morsch para dar suporte a você e sua equipe, facilitando a entrega de resultados de testes feitos durante o home care.

Entre em contato para saber mais ou, se preferir, teste agora mesmo nossa plataforma. É grátis.

Se gostou deste conteúdo, compartilhe com sua rede.

Deixe um comentário abaixo.

Referências Bibliográficas

Censo NEAD 2013 – Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar

Assistência domiciliar: a experiência de um hospital privado do interior paulista- Suzele Cristina Coelho Fabrício, Grasiela Wehbe, Flávia Bevilacqua Nassur e José Ivan de Andrade

Atenção Domiciliar e sua contribuição para a construção das Redes de Atenção à Saúde sob a óptica de seus profissionais e de usuários idosos – Gabriela Tonon de Oliveira Xavier, Vânia Barbosa do Nascimento e Nivaldo Carneiro Junior

No Brasil, ‘home care’ é confundido com serviço de cuidador; entenda a diferença – Portal IG

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp