Realidade virtual na medicina: como é utilizada e quais seus benefícios?

Por Dr. José Aldair Morsch, 10 de janeiro de 2020
Guia basico de eletrocardiografia realidade virtual na medicina

Se você acompanha novidades da área médica e lê revistas e portais de notícias do segmento, é bem provável que já tenha ouvido falar de realidade virtual na medicina, não é mesmo?

Trata-se de um tema que está em bastante evidência na atualidade, tendo em vista os benefícios que a tecnologia pode trazer para os tratamentos dos pacientes.

Compreender o tema é bastante relevante para os médicos, uma vez que a novidade pode ser implementada em suas clínicas ou consultórios, sendo mais um diferencial para os pacientes.

Continue conosco e entenda como a realidade virtual na medicina tem sido utilizada e quais são os seus benefícios.

O que é a realidade virtual?

Antes de nos aprofundarmos nas aplicações da realidade virtual na medicina, é interessante compreender, de fato, o que ela significa.

Solicite um orçamento

Podemos definir esse conceito como a criação de efeitos, por meio de recursos visuais, que possibilitam a imersão das pessoas em um ambiente diferente daquele em que elas estão na realidade.

Na maioria dos casos, para que a realidade virtual se efetive, é preciso que o indivíduo utilize displays, como óculos VR ou headsets.

Esses equipamentos possibilitam o contato com um ambiente novo, criado a partir de vídeos em grafismos em 3D.

Qual a diferença entre realidade virtual e realidade aumentada?

É importante destacar que realidade virtual médica e realidade aumentada não são sinônimos.

Realidade virtual (VR)

Na VR médica, a pessoa é inserida em um novo ambiente, totalmente diferente do real.

O ser humano visualiza na tela do óculos VR um cenário criado de maneira totalmente artificial no computador e se sente totalmente imerso naquele ambiente virtual.

Usa-se neste caso sempre um óculos de realidade virtual e um fone de ouvido.

Realidade aumentada (AR)

Já na realidade aumentada, há um “incremento” no cenário em que a pessoa se encontra, como quando fazemos a leitura de um QR Code em uma placa, por exemplo e conseguimos ver um mapa com elementos que só são vistos no smartphone.

Em outras palavras, utilizando um  marcador, que é um símbolo, uma webcam ou um smartphone (IOS ou Android), é possível adicionar personagens, coisas, animes em um cenário inicialmente vazio.

realidade virtual na medicina

Realidade virtual e realidade aumentada são diferentes uma da outra. Acima vemos um mecanismo de funcionamento da realidade aumentada

Os diretores de cinema que fazem filmes para cinema e TV, também utilizam muito esta ferramenta para economizar nos cenários e acrescentar multidões ou um navio num porto vazio.

Como funciona a realidade virtual na medicina?

Na medicina, a realidade virtual pode ser utilizada para diversas finalidades, seja auxiliando os profissionais de saúde em aprendizagem, seja para os pacientes em seus tratamentos.

A visualização de ambientes virtuais imersivos facilita o aprendizado, visto que a pessoa consegue interagir muito mais com o ambiente onde normalmente não teria acesso, como um estudante que fica atrás do professor que está dentro do campo cirúrgico.

Para os pacientes, a recuperação no tratamento de doenças ou a maneira como ele se comporta durante um tratamento é totalmente influenciado pela realidade virtual.

As principais finalidades da realidade virtual médica

realidade virtual na medicina

A realidade virtual médica tem várias utilidades, cobrindo desde treinamentos até tratamento para dor 

Treinamento de médicos

Uma das primeiras aplicações que a realidade virtual teve na área médica foi nas faculdades de medicina.

Por meio da criação de ambientes digitais, os estudantes podem visualizar detalhes do corpo humano e treinar procedimentos, como cirurgias, sem colocar em risco a vida de pacientes reais.

Exemplo disso pode ser visto em um programa que foi desenvolvido pela Universidade de Stanford.

A instituição criou um cenário em que os alunos podem simular uma cirurgia nos seios da face.

Outro exemplo é o da Cleveland Clinic que criou um campus para treinamento médico imersivo.

Assim, podem treinar e aprender para quando precisarem realizar um procedimento desse tipo em pessoas reais.

realidade virtual na medicina

Um dos objetivos mais nobres da utilizados pela realidade virtual  é na diminuição de dor nos pacientes  durante os tratamentos médicos 

Tratamento para dor

Experimentos realizados na Universidade de Washington concluíram que a realidade virtual pode ser utilizada para amenizar a dor que os pacientes sentem quando alguns procedimentos são realizados.

A instituição desenvolveu um jogo chamado Snoworld, que tem como objetivo estimular os sentidos do paciente.

Foi feito um teste em que pessoas com queimaduras foram instruídas a jogar o game enquanto os médicos faziam a limpeza de suas feridas, um procedimento que é muito doloroso.

A RV também está sendo usada para ajudar as mulheres a sofrer menos dores de parto ,  que é conhecido por ser uma das dores mais graves e o motivo para as mulheres grávidas optarem pelas peridurais.

Estudos anteriores com pacientes que sofrem de dor gastrointestinal, cardíaca, neurológica e pós-cirúrgica mostraram um declínio nos seus níveis de dor ao usar a RV para distraí-los de estímulos dolorosos.

Concluiu-se que a imersão em uma realidade paralela “engana” o cérebro, fazendo com que os circuitos de dor sejam desativados e o indivíduo sofra menos.

O mesmo pode ser feito em situações em que os pacientes não podem receber anestesia para se submeter a um procedimento doloroso.

Cognição social

A realidade virtual na medicina também vem sendo utilizada para o desenvolvimento da cognição social nas pessoas com autismo.

Essa aplicação teve início em um estudo realizado pela Universidade do Texas.

Por meio de aplicativos de realidade virtual, os pacientes autistas são colocados em situações em que necessitam interagir com outras pessoas, como fazer compras em um supermercado.

Enquanto isso, as ondas cerebrais são monitoradas e os médicos podem compreender melhor como essas pessoas se sentem em situações reais, identificando oportunidades de intervenção e propondo tratamentos adequados.

Tecnologias médicas do futuro

Mantenha-se atualizado com as inovações tecnológicas da medicina

Tratamento da dor fantasma

A dor fantasma é um problema que gera muitos incômodos para pacientes amputados, que dizem sentir dor em uma perna ou braço que já não possuem, por exemplo.

Até pouco tempo atrás, era difícil encontrar tratamentos para casos como esses.

A realidade virtual na medicina está mudando essa situação. Por meio de aplicativos digitais é possível ajudar o cérebro a reconectar as áreas de estímulo, promovendo relaxamento no paciente.

Isso faz com que a dor seja amenizada e até mesmo extinta.

Tratamento de fobias

Na psiquiatria, a realidade virtual está sendo bastante utilizada para tratar pacientes que têm fobias, como medo de andar de avião, de ficar em alturas elevadas ou visualizar aranhas e baratas.

São criados cenários em que o paciente é imerso em uma situação da qual ele sente muito medo.

Psicólogos e médicos acompanham esse processo e visualizam como o cérebro do paciente é estimulado nessas situações, propondo, em seguida, os melhores tratamentos.

Uma clínica em São Paulo conta com um serviço para o tratamento de pessoas que têm medo de andar de avião, como mostra uma reportagem do jornal Estadão.

Nesse local, as pessoas simulam desde o check-in até a aterrizagem, passando por todas as situações que vivenciariam em um aeroporto e em uma aeronave.

Todos os batimentos cardíacos e estímulos cerebrais são monitorados.

Tratamento da ansiedade

A maioria das pessoas tem ansiedade durante a passagem por hospital.

Seja preocupação  com o procedimento que vai ser submetido, até a dor real que o paciente sofrerá durante ou após um procedimento.

A VR médica está se apresentando como uma solução importante para ajudar os pacientes a relaxar e sofrer em menor grau nessas situações.

Em um estudo piloto recente , os pacientes submetidos à cirurgia no St George’s Hospital, em Londres, tiveram a opção de usar um fone de ouvido VR antes e durante o procedimento cirúrgico para visualizar paisagens calmas e músicas relaxantes durante o procedimento.

Os resultados foram surpreendentes:

  • A maioria dos participantes relataram que sua experiência geral no hospital foi aprimorada com o fone de ouvido
  • 94% disseram que se sentiram mais relaxados
  • 80% disseram sentir menos dor após usar o fone de ouvido
  • 73% relataram sentir-se menos ansiosos.

Conferências médicas reais com realidade virtual aprimorada

A realidade virtual na medicina proporciona que o público médico se sinta dentro de uma apresentação médica.

A interação vai além da visualização de materiais ricos, onde é possível inclusive participar de jogos virtuais em 3D.

realidade virtual na medicina

Realidade virtual amplia o engajamento em conferências médicas

Ajudar a médicos experimentar a vida como idosos

Ter a sensação de saber como é envelhecer, como não ter partes do corpo, como se locomover, como é ter um infarto agudo do miocárdio.

Todas essas sensações, sentidas como idosos ou crianças traz a oportunidade do estudante de medicina e médicos sentir a empatia com o seu doente.

A realidade virtual acelera a recuperação em fisioterapia

Um programa chamado Neuro rehab VR auxilia pacientes que sofreram de AVC ou trauma espinhal através de jogos virtuais a se recuperarem com menor tempo possível suas funções motoras e sensoriais.

Colaborando com médicos e terapeutas, a empresa desenvolve exercícios de treinamento em RV médica com aprendizado de máquina, para adaptar cada exercício às necessidades terapêuticas dos pacientes.

O objetivo da recriação do real é tornar a fisioterapia mais agradável, a fim de aumentar o envolvimento do paciente.

Quais são os benefícios do uso da realidade virtual na medicina?

A realidade virtual na medicina avança cada vez mais e traz diversos benefícios para o setor.

Ao buscarem conhecimento sobre ambiente de simulação, os médicos conseguirão propor melhores tratamentos aos pacientes.

Apesar de ser um tema que está em evidência, ainda são poucos os profissionais brasileiros que dominam o assunto e utilizam a realidade virtual em suas clínicas ou consultórios.

Estudar sobre isso e incluir a tecnologia na realização de tratamentos dos pacientes, portanto, pode ser também um diferencial competitivo, para que você possa aumentar o número de casos interessantes no seu currículo, bem como ajudar as pessoas a ter mais qualidade de vida.

Conclusão

A realidade virtual apresenta um mundo novo para o ser humano em suas diferentes etapas da vida.

Seja um aluno de medicina que precisa treinar antes de agir num ser humano, até um paciente que está se submetendo a um procedimento médico estressante e doloroso.

Ao disponibilizar esse ambiente virtual na forma de visão e audição, o ser humano sofre uma imersão em uma realidade nova e fictícia, por isso a chamamos de virtual, mas nem por isso estamos sem suas consequências.

Eu trouxe neste artigo o que é a realidade virtual, como funciona e seus benefícios para a área da saúde.

Sabemos que são inúmeras áreas de atuação dessa ferramenta inovadora, e com certeza ainda evoluiremos para uma realidade virtual em que não precisaremos de óculos RV para sentirmos esta imersão.

Gostou de saber mais sobre a realidade virtual na medicina?

Sem dúvida é um assunto muito interessante e que demonstra aquilo que nos espera para o futuro da medicina.

Por falar nisso, desenvolvemos um e-book sobre a medicina do futuro, que explica o que a sua clínica precisa fazer hoje para aproveitar as oportunidades de amanhã.

Baixe agora mesmo! Temos a certeza de que você gostará da leitura.

Assine nosso blog e compartilhe nas redes sociais.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp