Cuidados de enfermagem: 6 exemplos sobre como redobrar a atenção

Por Dr. José Aldair Morsch, 6 de outubro de 2020
Conheça a importância e o impacto dos cuidados de enfermagem para pacientes

Os cuidados de enfermagem são essenciais especialmente após a realização de exames, laudos e procedimentos.

Isso porque eles favorecem à recuperação do paciente, evitando problemas e infecções e garantindo seu bem-estar.

Para que isso ocorra, porém, é preciso que os cuidados de enfermagem sejam feitos com a maior atenção possível, pensando sempre na segurança do paciente.

Isso significa que os profissionais devem conhecer as atividades que precisam realizar com clareza, bem como as manobras de urgência, no caso de algo não sair como esperado.

Neste texto, você vai saber quais os cuidados de enfermagem mais comuns e porque eles são tão importantes na manutenção da qualidade de vida dos pacientes.

Verá também os cuidados de enfermagem que devem ser adotados após a realização de exames como eletrocardiograma e espirometria e dicas para redobrar a atenção especialmente no período de pandemia – em que os riscos de infecção cresceram substancialmente.

Boa leitura!

Qual a importância dos cuidados de enfermagem?

O enfermeiro é o profissional de saúde que costuma ficar mais próximo ao paciente, seja antes ou após a realização de exames, laudos ou procedimento.

Isso faz com que ele tenha uma série de responsabilidades, especialmente no que tange à orientação, segurança e higiene.

Os cuidados de enfermagem envolvem desde dar banho em enfermos, trocar o lençol de acamados, administrar medicamentos até orientar sobre o funcionamento de determinados exames e como proceder após a sua realização.

A gama de atividades é diversa, sendo que todas tem como objetivo principal garantir a segurança do paciente.

Logo, a importância de fazer esses cuidados de enfermagem de forma correta é o de preservar a saúde e vida dos pacientes, evitando que ele caia da cama ou obtenha infecções devido à falta de higiene, por exemplo.

Junto a isso, o profissional deve ter cuidados próprios, para que também não seja infectado, não se machuque ou cause algum problema que afete todos ao seu redor – e a si mesmo.

Esses são alguns exemplos do porque os cuidados de enfermagem são importantes e, ainda, porque eles devem ser realizados com qualidade, eficiência e total conhecimento.

Qual o impacto dos cuidados de enfermagem na atuação de médicos e bem-estar de pacientes?

Os cuidados de enfermagem no pré-operatório, por exemplo, facilitam a atuação do médico, uma vez que são realizadas as orientações e manobras necessárias para que o procedimento seja realizado com mais segurança.

O enfermeiro orienta o paciente sobre tudo que será realizado, administra os medicamentos necessários e o deixa pronto para o procedimento em si, fazendo com que o médico tenha que se dedicar exclusivamente em realizar a melhor cirurgia.

Já os cuidados de enfermagem no pós-operatório, como a orientação quanto às restrições físicas e alimentares e o que deve ser feito ao longo de todo o processo de recuperação, aumentam as chances de os resultados serem satisfatórios – o que é bom tanto para o médico em si quanto para o paciente.

Isso significa que o paciente é impactado positivamente por esse apoio, uma vez que todas as ações visando a sua segurança, higiene e recuperação breve são adotadas pelo enfermeiro.

Ele ganha em bem-estar e a certeza de que o que precisa ser feito está sendo recomendado por um profissional especializado nisso.

Os cuidados de enfermagem são voltados para monitoramento e assistência aos pacientes

Monitoramento, aplicação de medicamentos, segurança e prevenção são alguns dos principais cuidados de enfermagem.

Quais são os principais cuidados de enfermagem?

Os cuidados de enfermagem são todas as atenções que enfermeiros e auxiliares de enfermagem dedicam aos pacientes.

Como cada indivíduo precisa de um nível de assistência, podemos afirmar que, geralmente, as ações são voltadas para o monitoramento da saúde e a assistência aos pacientes.

Logo, no dia a dia, existe uma série de cuidados de enfermagem que são realizados em âmbito hospitalar, com destaque para:

Monitorar sinais vitais

A verificação constante dos sinais vitais é um protocolo padrão de avaliação e, portanto, é realizado em todos os casos.

As principais ações realizadas são a medição de:

  • Temperatura corporal;
  • Frequência cardíaca;
  • Pressão arterial;
  • Presença de dor;
  • Frequência respiratória;
  • Saturação de oxigênio sanguíneo.

Aplicar medicamentos

Alguns pacientes precisam tomar medicamentos em horários específicos e nem sempre têm condições de realizar isso de forma autônoma.

Cabe ao enfermeiro realizar essa tarefa, independentemente se o medicamento é em cápsula ou intravenosa.

Promover a segurança do paciente

Como mencionei, os cuidados de enfermagem também envolvem a manutenção da segurança do paciente.

Isso significa que ele deve cuidar da higiene e, ao mesmo tempo, certificar-se que o ambiente está seguro para que a pessoa possa transitar ou mesmo dormir sem o risco de quedas, por exemplo.

Prevenir complicações de doenças

O enfermeiro também realiza atividades de promoção de saúde, visando prevenir complicações provenientes de doenças.

Aqui está incluso desde dicas para o período de recuperação até o momento certo de realizar um novo check-up.

Realizar procedimentos básicos

Alguns procedimentos podem ser realizados pelo enfermeiro, como a colocação de sondas, drenagens e cateterização das vias periféricas.

Essa atividade requer um conhecimento amplo por parte do profissional, para evitar problemas que prejudiquem a saúde do paciente.

Auxiliar médicos em procedimentos complexos

O enfermeiro se faz presente durante a realização de diversos procedimentos, como:

  • Endoscopia;
  • Biópsia;
  • Imobilização;
  • Remoção de lesões cutâneas.

Sua função é prestar a ajuda necessária para que o médico consiga realizar o procedimento com segurança e eficácia.

Prevenção de lesões por pressão

Esse tipo de lesão ocorre basicamente quando o paciente precisa ficar muito tempo na mesma posição.

O enfermeiro atua de forma a aliviar essa pressão em pontos de apoio e prevenir a ocorrência das lesões.

Para isso, ele deve incentivar a mobilidade da pessoa, fazendo com que mude de posição a cada 2 ou 3 horas, mantendo sempre o alinhamento corporal para evitar sobrecarga de peso.

Cuidados com a pele

Como a pele precisa estar sempre limpa e seca para evitar a ocorrência de fungos e infecções, os cuidados de enfermagem incluem o uso de produtos de higienização e de banho.

Cuidados de enfermagem na realização de exames

Como eu mencionei, esse profissional tem um papel essencial na realização de exames.

Confira os cuidados de enfermagem adotados em alguns dos principais:

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma é capaz de detectar grande parte dos problemas cardíacos, incluindo:

  • Arritmias;
  • Taquicardia;
  • Bradicardia;
  • Angina;
  • Doença cardíaca isquêmica;
  • Infarto do miocárdio.

Isso porque ele registra ondas relacionadas aos impulsos elétricos que ocorrem em cada batimento efetuado pelo coração.

Para que ele seja bem-sucedido, é preciso adotar alguns cuidados preliminares – cuja responsabilidade é do enfermeiro.

O passo mais importante é garantir que a pele está em contato direto com o eletrodo, para que ele capte os impulsos corretamente.

Logo, a preparação da pele é essencial e envolve a limpeza da região para a retirada da camada córnea – que funciona como um isolante elétrico.

Além disso, caso o paciente possua pelos no peito e abdome, também precisam ser removidos.

Eletroencefalograma

O eletroencefalograma, também conhecido como EEG, é uma exame que verifica a atividade cerebral através de ondas, investigando e monitorando doenças neurológicas e psiquiátricas.

Geralmente, ele é requisitado no tratamento de epilepsia, cefaleia e hiperatividade, mas também pode ajudar no diagnóstico de doenças como:

  • Hemorragias cerebrais;
  • Estrutura anormal no cérebro;
  • Abuso de drogas ou álcool;
  • Distúrbios do sono;
  • Edema cerebral;
  • Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.

Os cuidados de enfermagem são essenciais para que o exame seja realizado de forma precisa, sem interferências que possam comprometer no resultado final.

Uma das atividades mais importantes é o de distribuir os 23 eletrodos seguindo o sistema 10-20, que determina a distância e pontos em que eles devem ser dispostos.

Para isso, antes, a cabeça do paciente deve ser devidamente limpa e o cabelo dividido.

Durante o exame em si, o enfermeiro deve ficar atento ao paciente, para o caso de ocorrer alguma anomalia.

Já depois, é responsável por limpar a cabeça, lavar os eletrodos adequadamente e arrumar a sala para o próximo atendimento.

Radiografia

O plano de cuidados de enfermagem durante uma radiografia envolve basicamente o preparo físico e psicológico do paciente.

Isso significa que ele deve recepcionar a pessoa antes e após os exames, cabendo a ele planejar, organizar, coordenar, executar e avaliar a assistência prestada a ele.

É normal que as pessoas se sintam inseguras e ansiosas antes da realização de uma radiografia, geralmente devido a informações equivocadas sobre os prejuízos que eles poderiam causar à saúde.

Logo, cabe ao enfermeiro orientar o indivíduo sobre os equipamentos e procedimentos, garantindo um atendimento o mais humanizado possível.

Espirometria

Trata-se de um teste que ajuda a prevenir, diagnosticar e quantificar distúrbios ventilatórios, uma vez que examina a função pulmonar.

Ele costuma ser parte importante na avaliação de pacientes com sintomas respiratórios ou doenças já diagnosticadas.

O papel do enfermeiro neste caso não é o de apenas preparar o paciente para a sua realização.

Em alguns casos, o próprio profissional pode realizá-lo – desde que tenha uma formação complementar que o habilite.

Polissonografia

A polissonografia é um dos métodos mais eficientes e objetivos para quantificar e qualificar o sono do indivíduo e suas variáveis fisiológicas.

Normalmente, esse exame é realizado em uma clínica, sob supervisão de médicos especialistas, enfermeiros e técnicos de enfermagem devidamente qualificados.

Entre os cuidados de enfermagem que devem ser adotados está a fixação adequada dos sensores no corpo, responsáveis por registrar os dados relacionados ao sono.

Eles devem ser fixados de forma a permitir que a pessoa se movimente durante a realização da análise, sem que isso atrapalhe no sono.

Caso contrário, isso pode prejudicar na realização adequada do laudo de polissonografia.

Conheça as principais maneiras para redobrar a atenção e melhorar o atendimento

Uma forma eficiente é utilizar o telemonitoramento, utilizando tecnologia e aumentando o conforto e segurança dos pacientes.

6 dicas para redobrar os cuidados de enfermagem

Devido ao cenário atual de pandemia, tornou-se necessário redobrar os cuidados para garantir a segurança do paciente. Confira algumas dicas:

1. Higienizar constantemente as mãos

Por mais que o profissional atue grande parte do tempo de luva, ainda assim é perigoso atuar sem a devida limpeza das mãos. Logo, a higienização deve ser feita a todo momento.

Antes de atender qualquer paciente e após, é preciso lavar bem as mãos, dando uma atenção especial à parte abaixo das unhas – onde pode acumular sujeira, bactérias e outros agentes.

Inclusive, existe uma técnica que limpa cada parte dos dedos, das unhas à mão como um todo com apenas sabão e água corrente.

Após a secagem com folhas limpas, geralmente é recomendado utilizar, ainda, álcool em gel para se certificar que as mãos estão devidamente higienizadas.

2. Utilizar EPIs como meio de segurança

O uso de EPIs em hospitais se tornou imprescindível durante a pandemia, uma vez que o vírus da COVID-19 é altamente contagioso.

Logo, equipamentos passaram a ser obrigatórios, como:

  • Gorro;
  • Máscaras N95;
  • Luvas;
  • Capote impermeável;
  • Óculos protetor;
  • Protetor de calçados;
  • Avental;
  • Face shield.

Além disso, em caso de suspeita, devem ser usados aerossóis específicos, que promovem a limpeza do ambiente.

Todo esse aparato permite que o contato com o paciente ocorra de forma segura, evitando a propagação da doença.

3. Descarte materiais apropriadamente

Além de utilizar os EPIs recomendados, é importante descartar adequadamente todos os equipamentos contaminados.

Grande parte dos hospitais possui regras para esse descarte, garantindo que tudo será encaminhado para um local que irá manusear e fazer sua reciclagem com segurança.

4. Realizar triagens com os pacientes

Os enfermeiros devem ser habilitados para realizar a triagem de casos suspeitos e o isolamento dos pacientes com doenças confirmadas.

Esse processo deve ser claro e permitir ações rápidas por parte do profissional, para evitar que a pessoa continue tendo contato com outras.

A regra atual é a de isolar os suspeitos em um local arejado e com acesso a itens de higienização e para o descarte de secreções.

5. Elaborar protocolos de emergência

Um dos cuidados de enfermagem mais importantes consiste na padronização de medidas a serem adotadas em caso de alguma emergência.

Caso a instituição não possua um, é importante descrever com cautela, deixando claro como cada um deve agir, especialmente no caso de receber um paciente com suspeita de doença altamente contagiosa.

Afinal, é essencial minimizar as chances de exposição, para poupar os demais pacientes e agentes de saúde.

6. Acompanhar via telemonitoramento

Uma maneira eficiente para redobrar os cuidados de enfermagem é acompanhar os pacientes à distância, através do telemonitoramento.

Essa modalidade consiste em adicionar equipamentos que captem as informações importantes sobre a saúde do paciente, para que sejam acessados diretamente no computador.

É possível, por exemplo, adicionar um dispositivo na pessoa que capte seus batimentos cardíacos, meça sua temperatura e controle sua respiração.

Todos esses dados são enviados diretamente para um sistema, onde é possível, inclusive, realizar comparativos e gerar gráficos para ter um panorama geral sobre seu estado clínico.

Conclusão

Seja oferecendo um atendimento antes e após a realização de exames e procedimentos ou prestando esclarecimentos para reduzir dúvidas e ansiedades, os cuidados de enfermagem são essenciais para garantir o bem-estar da população em geral.

No momento em que o profissional auxilia o médico em suas ações, favorece a realização de procedimentos mais satisfatórios e, consequentemente, recuperações mais rápidas e menos dolorosas.

A Telemedicina Morsch pode apoiar nessas atividades ao oferecer o telemonitoramento.

Através de uma plataforma específica, permite que os enfermeiros acessem as informações que precisam com agilidade e precisão, de forma a acompanharem com maior qualidade o estado de saúde de cada um dos seus pacientes.

Se você deseja conhecer mais sobre telemonitoramento, baixe agora mesmo o e-book Guia sobre monitoramento de pacientes com telessaúde.

Em caso de dúvidas, entre em contato comigo que ficarei feliz em esclarecê-las para você!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE