Cisto na tireoide: por que surge e o que fazer nesses casos?

Por Dr. José Aldair Morsch, 1 de abril de 2022
Cisto na tireoide

Na maioria das vezes em que aparece, o cisto na tireoide é benigno.

Ou seja, não tem chances de evoluir para um tumor maligno ou câncer.

Por isso, mantenha a calma se receber esse diagnóstico depois de realizar algum teste de imagem ou exame clínico no consultório médico.

Siga as orientações do profissional, procurando um endocrinologista assim que possível e dando seguimento à investigação sobre o cisto.

Para saber mais sobre o assunto, continue lendo este artigo, no qual vou falar sobre as causas do cisto na tireoide e sobre como marcar uma consulta online.

O que é cisto na tireoide?

Cisto na tireoide é um tipo de nódulo preenchido por líquido que surge nessa importante glândula.

Geralmente, trata-se de uma lesão benigna que tende a desaparecer de forma espontânea, sem provocar qualquer sintoma.

No entanto, o cisto pode incomodar quando cresce demais.

Nesses casos, dá para sentir o cisto quando a pessoa toca a parte do pescoço logo abaixo do pomo-de-adão.

Também precisa ser examinado para descartar a possibilidade de haver partes sólidas em seu interior.

Esse fator abre espaço para a suspeita de malignidade.

Ouça o conteúdo deste artigo sobre cisto na tireóide no formato de podcast no youtube.

Por que aparecem cistos na tireoide?

Degeneração celular e inflamações estão entre as causas do cisto na tireoide.

Essas estruturas se parecem com sacos ou bolsas, sendo compostas por uma camada bem delimitada que separa o exterior do líquido em seu interior.

O tipo de preenchimento predominante entre os cistos de tireoide é um líquido viscoso chamado coloide, produzido pelas células da glândula.

Quando o cisto é pequeno, dificilmente dá para notá-lo ao apalpar o pescoço.

Como os sintomas são raros, diversos cistos aparecem e somem sem que o indivíduo saiba que existiram.

O que fazer em casos de cisto na tireoide?

Os hormônios produzidos pela tireoide são essenciais para regulação de órgãos vitais como cérebro, coração e rins.

A presença de um cisto pode atrapalhar o desempenho da glândula e, portanto, deve sempre ser avaliada por um médico.

Como mencionei antes, cistos de tamanho aumentado podem ser detectados por meio da palpação.

Já as estruturas menores só serão vistas em exames de imagem como a ultrassonografia, tomografia ou ressonância magnética do pescoço.

Uma vez que haja suspeita de cisto ou qualquer outro tipo de nódulo, o médico pede um ultrassom de tireoide para confirmar o diagnóstico.

Além de coletar detalhes sobre a estrutura, como seu tamanho, forma, se há material sólido em sua composição etc.

O tratamento será prescrito de acordo com essas características, podendo incluir Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) ou, em casos raros, cirurgia para a retirada do cisto.

Porém, o mais comum é que o médico apenas monitore a evolução do cisto para verificar se há alterações importantes.

Dúvidas comuns sobre cisto na tireoide

Neste trecho, vou trazer respostas para as principais questões sobre o assunto, acompanhe!

Cisto na tireoide causa dor?

Nem sempre.

Aliás, é mais comum que ele não desencadeie nenhum sintoma.

Quando existem sinais, porém, eles podem incluir dor ou desconforto no pescoço.

Nódulo tiroidiano

A tireoide produz hormônios que são essenciais para a regulação do cérebro, coração e rins

Cisto na tireoide é perigoso?

Na maioria das vezes, não.

Por definição, o cisto corresponde a uma bolsa contendo apenas líquido e, nesse caso, a lesão é benigna.

O problema é que, às vezes, existem pequenas partes sólidas dentro do cisto, chamadas microcalcificações, e elas podem ser indício de malignidade.

Daí a importância de procurar ajuda médica se suspeitar de cisto na tireoide.

Redobre a atenção diante de sintomas como:

  • Dor ou incômodo no pescoço
  • Dificuldade para respirar
  • Problemas para engolir
  • Rouquidão.

 

Cisto na tireoide tem que operar?

Raramente. Apenas casos graves em que haja sintomas e/ou suspeita de malignidade obtêm indicação para tratamento cirúrgico.

Um exemplo acontece quando a glândula cresce ao ponto de atrapalhar a passagem de alimentos pelo esôfago ou a respiração.

Nessas situações, é realizada a cirurgia de tireoidectomia, que é a remoção completa ou de parte da tireoide.

Casos suspeitos de malignidade devem ser acrescidos de tratamento posterior à operação, com o uso de iodo radioativo.

Cisto na tireoide pode virar câncer?

É bastante raro.

Para se ter uma ideia, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) estima que 60% dos brasileiros tenham nódulos na tireoide alguma vez na vida.

Somente 5% dessas massas são cancerígenas.

Caso o nódulo seja um cisto sem partes sólidas, não há chance de malignidade.

Cisto na tireoide engorda?

Não. O que pode ocorrer é a presença de cisto acompanhado por outros problemas de saúde, como o hipotireoidismo.

Por desacelerar o metabolismo do corpo, essa condição costuma ser associada ao ganho de peso.

Quem tem cisto na tireoide pode engravidar?

Sim.

Contudo, é preciso monitorar o crescimento dessa estrutura para evitar desconfortos, preservando a saúde da mulher e do bebê.

Qual médico cuida da tireoide?

O especialista que cuida da tireoide é o endocrinologista.

Esse profissional estuda e avalia a secreção dos hormônios, que é função de glândulas como a tireoide.

A consulta com o endocrinologista também é útil para investigar sintomas de diabetes, atraso no crescimento de crianças, problemas no ciclo menstrual, entre outras razões.

O encontro pode ser feito de modo convencional ou online, através da teleconsulta.

Consulte online com a Morsch

Graças aos avanços da tecnologia na saúde, você pode conversar com o endocrinologista sem sair de casa.

É só usar a plataforma de telemedicina Morsch para receber atendimento de qualidade via videoconferência.

O processo é simples e rápido desde a marcação, feita em 8 passos:

  1. Acesse a página de agendamentos
  2. Use o campo de buscas para selecionar a especialidade Endocrinologia e Metabologia e escolha o profissional de sua preferência
  3. Defina um entre os horários de agendamento, ao lado da identificação do médico
  4. Você será redirecionado para uma página de login. Se não tiver cadastro, selecione “Criar conta”
  5. Preencha o formulário com informações de identificação e prossiga
  6. Crie uma senha e acesse o sistema
  7. Confirme o horário da teleconsulta e faça o pagamento
  8. Meia hora antes do atendimento, você vai receber o link de acesso à sala virtual via WhatsApp ou SMS.

 

Conclusão

O cisto na tireoide é um achado comum e não costuma ser grave.

Porém, é recomendado procurar ajuda médica para prevenir agravos decorrentes do crescimento dessa estrutura.

Com a consulta online, você recebe assistência médica no conforto da sua casa.

Conte com o sistema Morsch para conferir praticidade e agilidade desde a marcação da sua teleconsulta, concluída em poucos cliques.

Se achou este conteúdo útil, compartilhe.

Receba os próximos artigos em primeira mão, solicitando nossa newsletter!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE