CID F10 – Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool

Por Dr. José Aldair Morsch, 19 de maio de 2022
CID F10

CID F10 é o código da Classificação Internacional de Doenças para Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool.

Explico aqui o significado do CID F10, além de listar as subcategorias e abordar a conduta médica adequada.

Leia até o final para conhecer soluções que podem dar mais qualidade a seu atendimento médico.

CID F10: o que significa?

O CID F10 indica que o paciente sofre transtornos causados pelo uso excessivo de álcool.

Este código é dividido entre 10 subcategorias.

São elas:

  • F10.0: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – intoxicação aguda
  • F10.1: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – uso nocivo para a saúde
  • F10.2: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – síndrome de dependência
  • F10.3: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – síndrome [estado] de abstinência
  • F10.4: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – síndrome de abstinência com delirium
  • F10.5: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – transtorno psicótico
  • F10.6: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – síndrome amnésica
  • F10.7: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – transtorno psicótico residual ou de instalação tardia
  • F10.8: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – outros transtornos mentais ou comportamentais
  • F10.9: Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool – transtorno mental ou comportamental não especificado.

As subdivisões são as mesmas para os transtornos causados por outras substâncias tóxicas.

Elas evidenciam que o CID F10 engloba qualquer tipo de transtorno causado pelo uso de álcool ou abstinência.

Conduta médica para o CID F10

Neste tópico, cito recomendações úteis para atendimento de casos de CID F10.

Acompanhe!

Sinais de intoxicação e abstinência

De acordo com os Protocolos de Suporte Básico de Vida do Samu, estão entre os critérios de inclusão para intoxicação por abuso de álcool:

São sinais diferenciais para abstinência:

  • Tremores
  • Febre
  • Sudorese profusa
  • Convulsão
  • Delírio.

 

Método Acena

O método Acena é uma pequena fórmula para observar em casos como esses:

  • A: avaliar os arredores em busca de armas e outros artefatos que indiquem uso de álcool e drogas
  • C: procurar sinais de conflito e crise em redes sociais do paciente
  • E: observar a receptividade à equipe de atendimento
  • N: avaliar o nível de consciência e de sofrimento, a capacidade de escolha e  adequação à realidade
  • A: avaliar se há sinais de uso de álcool e drogas, agressividade e autoagressão.

 

Procedimentos

Além dos critérios listados acima, há ainda outros procedimentos indicados:

  • Avaliar responsabilidade e expansão torácica
  • Avaliar permeabilidade de via aérea e corrigir eventuais situações de risco
  • Avaliar ventilação, circulação e estado neurológico
  • Realizar verificação Sampla (Sinais vitais, Alergias, Medicamentos usados, Passado médico, Líquidos e Ambiente) com o paciente e terceiros
  • Manter o paciente em posição de recuperação (não havendo evidência de trauma)
  • Se a saturação for inferior a 94%, administrar oxigênio por máscara não reinalante 10 a 15 L/min
  • Manter o paciente aquecido.

 

Dependência

Pacientes com dependência de álcool devem ser orientados a buscar ajuda.

Para obter atendimento via SUS, paciente deve procurar:

  • Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas 24 horas (Caps)
  • Unidades Básicas de Saúde (em cidades onde não há Caps)
  • Unidades de Acolhimento
  • Unidades de Referência Especializada em Hospital Geral.

Outra alternativa é participar de um grupo dos Alcoólicos Anônimos.

Serviços Morsch para o CID F10

Abordei acima o CID F10, listando suas 10 subcategorias.

Também reproduzi orientações para atendimento a pacientes alcoolizados e recomendações para dependentes.

Caso ainda seja necessário, conte com os serviços da Telemedicina Morsch

Por exemplo: dúvidas podem ser sanadas com uma teleconsultoria.

Nela, você conversa com um de nossos especialistas por um meio de comunicação bidirecional, podendo ser telefone ou aplicativo de internet.

Havendo uma necessidade maior, encaminhe seu paciente a uma consulta com um especialista para ampliar a investigação.

Ou peça uma segunda opinião médica.

Também podemos emitir laudos de exames com agilidade e segurança.

Realize uma avaliação gratuita da nossa plataforma ou faça contato.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE