CID H10 – Conjuntivite (inflamação da conjuntiva)

Por Dr. José Aldair Morsch, 22 de março de 2022
CID H10

CID H10 é o código da Classificação Internacional de Doenças para conjuntivite.

Neste artigo, vou falar sobre o significado da CID H10 e listar recomendações para diagnóstico e tratamento.

Ao final, apresentarei soluções para qualificar a assistência médica nesses casos.

CID H10: o que significa?

A CID H10 – Conjuntivite é definida pela Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde da seguinte maneira:

“Conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras.”

A condição pode afetar um ou dois olhos, tem tempo médio de duração entre sete e 15 dias, e pode ser aguda ou crônica.

Esta CID exclui ceratoconjuntivite (H16.2) e possui oito subtipos:

  • H10.0: Conjuntivite mucopurulenta
  • H10.1: Conjuntivite aguda atópica
  • H10.2: Outras conjuntivites agudas
  • H10.3: Conjuntivite aguda não especificada
  • H10.4: Conjuntivite crônica
  • H10.5: Blefaroconjuntivite
  • H10.8: Outras conjuntivites
  • H10.9: Conjuntivite não especificada.

 

Conduta médica para o CID H10

Abordo a seguir a conduta médica indicada para diagnosticar e acompanhar casos de CID H10.

Anamnese

A anamnese médica é recomendada com o objetivo não apenas de diagnosticar a CID H10, mas determinar o agente causador da doença.

Listo abaixo exemplos de perguntas que sugiro fazer ao paciente.

  • Você sente como se tivesse entrado areia ou pó em seu olho?
  • Sai algum tipo de secreção do seu olho?
  • Qual é o aspecto dessa secreção? Pus ou uma substância esbranquiçada?
  • Você sente coceira?
  • Você tem tido maior sensibilidade à luz?
  • Você tem enxergado normalmente?
  • Você sente que suas pálpebras estão coladas ao acordar?

 

Exames

A CID H10 é diagnosticada por exame clínico, preferencialmente com uso de lâmpada de fenda.

Especialidade

A área médica adequada para tratar casos classificados como H10 é a oftalmologia.

Tratamento

O tratamento da CID H10 depende do agente etiológico. Caso seja um vírus, não há tratamento específico.

Pacientes com conjuntivite viral devem aguardar sua resolução completa, que deve ocorrer em até três semanas.

São procedimentos úteis para atenuar os sintomas:

  • Lavar os olhos com soro fisiológico
  • Aplicar compressas geladas
  • Usar colírio lubrificante
  • Usar óculos de sol para aliviar a fotofobia.

Em casos de conjuntivite bacteriana aguda, o Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo recomenda a prescrição de antibióticos tópicos como:

  • Quinolonas (ciprofloxacino 0,3%, ofloxacino)
  • Tobramicina 0,3%
  • Cloranfenicol
  • Gentamicina 0,3%.

Em ambos os casos, são indicadas medidas como:

  • Não coçar os olhos
  • Enxugar o rosto com toalhas descartáveis
  • Trocar as fronhas dos travesseiros diariamente
  • Não compartilhar esponjas ou produtos de beleza faciais.

 

Serviços Morsch para o CID H10

Falei neste conteúdo sobre a CID H10, incluindo o significado e informações sobre diagnóstico e tratamento.

Caso você ainda tenha dúvidas, a Telemedicina Morsch conta com soluções sob medida.

Uma delas é a teleconsultoria, uma consulta bidirecional entre profissionais de saúde.

Nela, é possível debater diagnósticos e solucionar dúvidas com especialistas em diversas áreas médicas.

Se houver necessidade, é possível encaminhar seu paciente para uma consulta com um especialista para ampliar a investigação, ou mesmo pedir uma segunda opinião médica.

Também emitimos laudos de exames com rapidez e segurança.

Faça uma avaliação gratuita de nossa plataforma ou entre em contato.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE