Vomitar sangue: entenda o que pode ser e como tratar

Por Dr. José Aldair Morsch, 24 de julho de 2023
Vomitar sangue

Geralmente, vomitar sangue sinaliza um problema no trato digestivo.

Órgãos como estômago e esôfago estão entre os mais afetados, mas o sangramento pode vir de outras partes, como nariz e boca.

De qualquer forma, o sintoma não deve ser ignorado, pois pode manifestar doenças graves.

Neste texto, explico quais as possíveis causas, sinais de alerta e quando procurar assistência no pronto-socorro.

Casos leves podem ser avaliados com agilidade por meio da consulta online, mas você pode tirar dúvidas com médico agora mesmo através do nosso plantão 24 horas.

O que pode ser vomitar sangue?

Uma série de condições pode fazer uma pessoa vomitar sangue.

Embora gere preocupação, nem sempre esse evento é provocado por doenças graves.

Um simples corte na boca ou irritação na garganta podem motivar a presença de sangue no vômito.

Daí a importância de prestar atenção a detalhes como a cor e quantidade de sangue expelido, além de sintomas associados.

A seguir, listo as principais condições capazes de desencadear esse problema.

Úlcera gástrica

Úlceras gástricas são feridas na parede do estômago, que surgem, geralmente, devido à irritação contínua.

É comum que apareçam em quem sofre com gastrite crônica não tratada, expondo o estômago a um quadro inflamatório constante por causa do contato entre a mucosa e o líquido ácido produzido nesta região.

Com o tempo, o tecido fica sensível e aparecem lesões que deixam marcas de sangue no vômito e/ou nas fezes.

Queimação no peito, dor e dificuldades na digestão são outras manifestações desta patologia.

Esofagite

O retorno do conteúdo ácido do estômago em direção à boca (refluxo gastroesofágico) está entre as causas frequentes de esofagite.

Essa é a inflamação do esôfago, um tubo que conecta a boca ao estômago e também pode ser sensibilizado por infecções.

A esofagite se manifesta através de sinais como queimação na garganta e azia, podendo liberar sangue no vômito.

Sangramento nasal

Normalmente, essa situação acontece com bebês e crianças que, sem perceber, engolem o sangue que seria eliminado pelo nariz.

Em seguida, o líquido se mistura ao vômito, dando a impressão de vomitar sangue.

Normalmente, o quadro não é grave, pois muitos sangramentos nasais ocorrem devido ao rompimento de pequenos vasos sanguíneos presentes no nariz.

Ar muito seco, irritação ou mesmo assoar o nariz com força podem fazer um vaso se romper.

Porém, vale ficar atento à frequência desses episódios para evitar agravos à saúde.

Varizes esofágicas

Outro problema que ocorre no esôfago é a dilatação dos vasos sanguíneos, formando varizes.

Elas podem ser desencadeadas por abuso de álcool ou doenças como cirrose, hepatite B e C, que prejudicam a circulação sanguínea.

Um dos sintomas frequentes é a presença de sangue no vômito devido ao rompimento de um dos vasos, além de fezes escurecidas.

Hiperêmese gravídica

Essa é uma condição rara em que a gestante vomita tanto que perde peso e pode até ficar desidratada.

Vômitos intensos e constantes podem lesionar pequenos vasos sanguíneos presentes no esôfago ou na garganta das mulheres com hiperêmese gravídica.

Por consequência, aparecem traços de sangue no vômito, que devem ser relatados ao obstetra para que o problema seja investigado.

Vomito com sangue

O gastroenterologista é o especialista que estuda e diagnostica patologias no sistema digestivo

Câncer

Perda de peso, sensação de estômago cheio e indigestão estão entre os sintomas iniciais de tumores no estômago.

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 10% a 15% dos pacientes afetados vomitam sangue.

Parte deles também apresenta fezes pastosas, escuras e com cheiro forte, o que indica a presença de sangue digerido.

O que fazer quando a pessoa vomita sangue?

Vomitar sangue não é normal e deve acender a luz de alerta.

Principalmente se houver muito sangue ou episódios frequentes de vômito com rajadas de sangue.

Nesse cenário, leve o paciente ao pronto-socorro ou serviço de urgência mais próximo para que possa ser avaliado por um médico.

Já nos casos isolados ou que apresentarem quantidades pequenas de sangue, é importante acompanhar a evolução, identificando possíveis sinais associados.

Fique atento a sintomas como:

  • Perda de peso
  • Perda de apetite
  • Queimação ou dor no estômago
  • Queimação ou dor de garganta
  • Fezes escuras
  • Indigestão
  • Vômitos frequentes
  • Náuseas
  • Desidratação.

Ao observar esses sinais, marque uma consulta com o gastroenterologista.

Esse é o especialista que estuda e diagnostica patologias no sistema digestivo.

Portanto, está apto a examinar as manifestações clínicas para formular uma hipótese diagnóstica.

Se for necessário, ele solicita exames de imagem como a endoscopia digestiva alta, que permite a visualização do trato digestivo para localizar anormalidades.

Teleconsulta acelera o tratamento em caso de vômito com sangue

Ainda que seja essencial receber atendimento médico, nem sempre é fácil conseguir uma consulta com rapidez.

Em especial para quem vive longe dos centros urbanos, onde existe carência de especialistas e, por vezes, até de médicos generalistas.

Nesses locais, uma simples consulta com clínico geral pode demorar semanas ou até meses, se for preciso aguardar nas longas filas de espera do SUS, por exemplo.

Enquanto espera por assistência, o paciente pode sofrer com complicações da doença.

Existe uma solução tecnológica para essa questão: a consulta por videoconferência.

Realizado dentro de uma plataforma de telemedicina, o atendimento via sistema Morsch ganha agilidade desde a marcação.

Basta acessar a página de agendamentos, preencher alguns dados e confirmar o pagamento para receber um link de acesso à sala virtual.

Na data e hora combinadas, você e o médico acessam o link e conversam num ambiente virtual seguro, que possibilita uma avaliação completa.

Caso seja preciso, o médico faz o encaminhamento a um colega, e também pode emitir documentos em tempo real.

Receita digital, atestado e outros arquivos são preenchidos e enviados por e-mail ou aplicativos de mensagens logo depois da teleconsulta.

Conclusão

Vomitar sangue pede avaliação médica, pois pode ser sintoma de doenças graves.

Na presença de sangue em grande quantidade, procure um serviço de emergência imediatamente.

Mesmo se o problema for mais brando, marque uma consulta para investigar e tratar a causa.

Você pode contar com a agilidade da teleconsulta na plataforma Morsch para receber o acompanhamento necessário.

Achou este artigo interessante?

Compartilhe com seus contatos e confira mais conteúdos de saúde e bem-estar aqui no blog.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE