Consulta com pediatra online cuida das crianças sem sair de casa

Por Dr. José Aldair Morsch, 23 de setembro de 2021
Consulta pediatra

A consulta com pediatra faz parte da rotina de cuidados com a saúde de crianças e adolescentes.

Quando iniciado logo depois do nascimento, o acompanhamento médico ajuda a tirar dúvidas e garantir um desenvolvimento saudável para o bebê.

Contudo, é natural que pais de primeira viagem fiquem ansiosos ou preocupados com o atendimento e seus impactos na vida dos filhos.

Questões sobre como selecionar o profissional adequado, com que frequência ir ao consultório e como agir diante de uma complicação estão entre as mais comuns.

Se você está se fazendo essas perguntas, veio ao lugar certo.

Criei este artigo para esclarecer cada uma delas e trazer dicas para que a consulta com pediatra seja confortável e tranquila.

Para esses e outros cuidados, você pode contar com opções de teleconsulta.

Consulta com pediatra: por que é importante?

Quando alguém se torna mãe ou pai, fica responsável por uma vida.

Desde a gravidez, as prioridades são redefinidas para receber o novo membro da família, que nasce bastante dependente dos pais.

Ele precisa ser acolhido, alimentado e monitorado de perto, em especial durante os primeiros meses, para crescer com saúde.

Porém, mesmo quando recebe a maior atenção, detalhes importantes podem passar despercebidos aos olhos da mãe e do pai.

Alterações do sono, da alimentação e formação do corpo nem sempre são notados por quem não tem conhecimentos na área da saúde.

Daí a necessidade de consultar o pediatra regularmente.

Com saberes generalistas sobre bebês, crianças e adolescentes, o médico dará o suporte essencial para o desenvolvimento dos pacientes.

Também estará por perto para orientar pais e cuidadores a respeito dos mais diversos assuntos relativos ao crescimento.

Poderá dizer, por exemplo, que o refluxo ou regurgitação é normal para bebês, uma vez que seu aparelho digestivo ainda está se adaptando à ingestão de nutrientes.

E que adoecer pelo contato com microrganismos também é comum, pois o pequeno não era exposto a esses agentes dentro do útero materno.

Crianças tendem a sofrer acidentes como quedas durante as brincadeiras que as ajudam a descobrir o mundo.

Essas e outras questões podem ser abordadas no consultório do pediatra, ajudando os pais a conduzir a rotina da melhor forma possível.

Quando consultar com pediatra

A consulta com pediatra deve ser constante durante a infância e a adolescência de meninos e meninas, sendo marcada segundo a recomendação médica.

Se possível, eleja um profissional de confiança para acompanhar cada progresso do seu pequeno.

Assim, fica mais simples reconhecer anormalidades e pontos de atenção, além de estabelecer uma relação próxima para sanar qualquer dúvida rapidamente.

Nesse contexto, ferramentas como o WhatsApp e os aplicativos médicos são interessantes, tornando a comunicação mais ágil.

Veja, a seguir, quando você deve buscar assistência junto ao pediatra.

Consulta com pediatra diante de uma urgência

Semelhantemente a outras áreas médicas, o pediatra deve ser procurado sempre que uma urgência aparecer.

Ou seja, diante de problemas de saúde ou sintomas que causem preocupação e não melhorem depois de algumas horas.

Alguns sinais que motivam o atendimento médico são:

  • Febre
  • Calafrios
  • Dificuldade para respirar
  • Dores
  • Alergias
  • Cólicas
  • Manchas na pele
  • Diarreia
  • Vômito
  • Mal-estar.

 

Consultar pediatria

Para um crescimento saudável, consultas de rotina com pediatra são importantes desde o nascimento

Consulta pré-natal com pediatra

Mães e pais zelosos costumam buscar referências e consultar com o pediatra antes mesmo do parto.

Nesse caso, o objetivo é conhecer melhor o profissional que fará o acompanhamento do bebê, além de pedir orientações sobre os primeiros dias de vida do recém-nascido.

Primeira consulta em pediatria para recém-nascido

A primeira consulta costuma ser feita entre 5 e 7 dias depois do nascimento da criança.

Mas bebês prematuros, abaixo do peso ideal ou que tenham problemas como a icterícia podem passar com o médico mais cedo.

Assim, o profissional avalia a evolução do recém-nascido para afastar agravos à saúde e ao desenvolvimento.

Também faz recomendações quanto aos primeiros cuidados, calendário de vacinação e exames de rotina.

Consultas frequentes com pediatra no primeiro mês de vida

O acompanhamento segue em espaços curtos de tempo, sendo indicadas cerca de três consultas por mês durante essa fase.

Os encontros permitem que o pediatra verifique a adaptação do recém-nascido ao mundo exterior, seus hábitos de alimentação e sono.

Caso ele não ganhe peso ou rejeite o leite materno, pode ser recomendada uma fórmula para suprir as necessidades nutritivas.

Consulta mensal com pediatra entre os 2 e os 6 meses

Bebês um pouco mais desenvolvidos passam a frequentar o consultório uma vez por mês.

As visitas são importantes para ajustar seus padrões de sono, por exemplo, evitando que troquem o dia pela noite.

Também revelam detalhes do crescimento da criança.

Consulta com pediatra bimestral, a partir dos 7 meses

Aos 7 meses, o bebê já é mais independente, aprendendo movimentos para sentar e engatinhar.

Costuma, ainda, experimentar os primeiros alimentos diferentes do leite, com a introdução de frutas e legumes amassados, sopas e papinhas.

O médico monitora cada progresso nessa etapa, por meio de consultas bimestrais.

Consulta trimestral com pediatra após os 2 anos

O intervalo entre as visitas ao consultório passa a se estender um pouco mais a partir dos 2 anos.

Nessa fase, a maioria dos bebês é capaz de andar e falar algumas palavrinhas, o que aumenta o aprendizado e a capacidade de se expressar.

Para manter os cuidados em dia, vale marcar consultas a cada 3 meses com o pediatra.

Consulta com pediatra a cada 6 meses, a partir dos 6 anos

Com o fim da primeira infância (por volta dos 5 anos), meninos e meninas atingem um novo patamar de maturidade.

Bastante independentes, já não precisam dos pais para se alimentar, se comunicar ou ir ao banheiro.

Começam a fazer amizades e identificar seus próprios gostos, mas precisam continuar consultando o pediatra, de preferência, a cada 6 meses.

Consulta anual com pediatra para crianças maiores e adolescentes

Quando completa 7 anos, a criança é capaz de criar os próprios laços e aprende a conviver em sociedade.

Ela já pode seguir com acompanhamento anual feito pelo pediatra, que conhece seus comportamentos e terá presença relevante nas próximas fases da vida.

Uma das mais particulares é a puberdade, quando explosões hormonais desencadeiam mudanças no corpo e na mente dos pequenos.

As visitas ao médico da infância podem durar até a adolescência, de acordo com as preferências do paciente e dos pais.

Consultar pediatra

Frequência das consultas pediátricas varia também de acordo com a idade das crianças

Qual deve ser a frequência de consultas com pediatra?

Como detalhei acima, a frequência das consultas depende da idade e da condição de saúde do paciente.

Se a criança não tiver nenhuma patologia crônica e se desenvolver normalmente, a recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) é a seguinte:

  • Primeira consulta: de 5 a 7 dias após o nascimento
  • De 5 a 30 dias de vida: três consultas por mês
  • De 2 a 6 meses: uma consulta mensal
  • De 7 a 24 meses: uma consulta bimestral
  • De 2 a 5 anos: uma consulta trimestral
  • Dos 6 aos 7 anos: uma consulta semestral
  • Após os 7 anos: uma consulta por ano.

 

Até quantos anos o adolescente vai à consulta com pediatra?

Ainda de acordo com a SBP, os encontros com o pediatra devem ser mantidos até o fim da adolescência, por volta dos 18 ou 19 anos.

O que o pediatra faz em uma consulta?

Durante a consulta, o pediatra segue o roteiro normal, realizando a anamnese, exame físico e, se for preciso, pedindo testes complementares.

A diferença para outras especialidades é que, em boa parte dos casos, o paciente em si não é capaz de interagir durante a entrevista ou anamnese.

Então, quem responde às perguntas e faz questionamentos é a mãe, o pai e outros acompanhantes que compareçam ao consultório.

O exame físico é uma parte importante da avaliação, pois permite que o médico analise o tônus muscular, ossos e identifique fraturas e outros problemas nesses tecidos.

A avaliação fica mais completa com o acesso a testes que verificam se está tudo ok com a visão, audição e movimentos do menino ou menina.

No recém-nascido, resultados de procedimentos como o teste da orelhinha e do pezinho são fundamentais para rastrear qualquer problema.

Ao final da consulta, o médico sugere datas para o retorno do paciente, prescreve medicamentos e faz o pedido de exames que considere necessários.

Como é a consulta com pediatra online?

Viabilizada pela telemedicina, a consulta com pediatra online é bem parecida com o atendimento presencial.

Mas com a diferença de não exigir que médico e paciente estejam no mesmo local físico para que o encontro aconteça.

Embora haja certa limitação ao exame físico, a telemedicina pediátrica tem se apresentado como opção interessante para manter a assistência periódica às crianças e adolescentes.

Especialmente em épocas críticas como durante a atual pandemia pelo coronavírus.

Com a consulta a distância, você preserva seu filho sem deixar de lado os cuidados com a saúde.

Graças aos recursos avançados que fazem parte da plataforma de teleconsulta, o médico consegue usar o telemonitoramento para acompanhar o desenvolvimento da criança.

Pode até atender a queixas leves, como tosse, coriza e dor de ouvido, focando na coleta de informações e observação da condição clínica do paciente.

Sistemas modernos como o da Telemedicina Morsch permitem o preenchimento do prontuário digital em tempo real, avaliação de exames, pedido por novos testes e emissão de receitas.

Todos esses documentos podem ser enviados para os pais rapidamente, facilitando o tratamento.

Além da consulta online, você pode aproveitar serviços como:

  • Segunda opinião médica para esclarecer dúvidas sobre diagnósticos e terapias
  • Laudo digital, que confere agilidade na entrega dos resultados de exames
  • Armazenamento de dados na nuvem, com toda a segurança da criptografia e senhas para proteger os dados de saúde do seu pequeno.

 

O que perguntar na primeira consulta com o pediatra

A primeira consulta com o médico do seu filho tende a gerar ansiedade e vários questionamentos.

É natural surgir uma série de perguntas, por exemplo:

  • Será que meu leite está fazendo bem ao bebê?
  • Ele está mamando o suficiente?
  • Preciso dar mais de um banho por dia?
  • O que fazer para cuidar do umbigo?
  • Com que frequência tenho de trocar a fralda?
  • Meu bebê chora muito, devo mantê-lo no colo?
  • Como proteger a criança de inflamações e infecções?
  • Quanto tempo espero para passear com o recém-nascido? A quais locais posso ir?
  • Quais alimentos posso consumir para facilitar a digestão do bebê?
  • O que fazer se ele sentir cólicas?
  • É normal que o recém-nascido durma por poucas horas, várias vezes ao dia?
  • Em que posição o bebê deve dormir?
  • Qual a melhor época para introduzir alimentos além do leite?

Então, não tenha receio de questionar o pediatra sobre esses e outros temas, incluindo as dúvidas que aparecerem durante a consulta.

Medicina infantil

Primeiras consultas podem gerar alguma ansiedade, mas é importante sanar todas as suas dúvidas

Como marcar consulta com pediatra particular pela internet

A consulta online com pediatra preserva a saúde, agrega agilidade ao atendimento e economia com valores que seriam gastos no deslocamento até uma clínica ou consultório.

Por isso, ela vem ganhando popularidade em todo o Brasil.

Para marcar a sua, basta seguir o breve roteiro abaixo:

  1. Acesse a página de agendamentos
  2. Use o campo de buscas para selecionar a especialidade Pediatria e escolha o profissional de sua preferência
  3. Defina um entre os horários de agendamento, ao lado da identificação do médico
  4. Você será redirecionado para uma página de login. Se não tiver cadastro, selecione “Criar conta”
  5. Preencha o formulário com informações de identificação e prossiga
  6. Crie uma senha e acesse o sistema
  7. Confirme o horário da teleconsulta e faça o pagamento
  8. Meia hora antes do atendimento, você vai receber o link de acesso à sala virtual via WhatsApp ou SMS. Clique e converse com seu médico por videoconferência.

 

Conclusão

A consulta com pediatra é uma importante ferramenta para monitorar o desenvolvimento, prevenindo doenças e agravos à saúde das crianças.

Esse profissional pode acompanhar o paciente até a entrada na idade adulta, quando o clínico geral assume os cuidados básicos.

A boa notícia é que você não precisa sair de casa com seu pequeno para passar por consulta.

Optando pelo atendimento online, dá para receber assistência de qualidade, com todo o conforto.

Basta ter um dispositivo conectado à internet para aproveitar todas as vantagens da teleconsulta.

Acesse o sistema Morsch e agende seu encontro online com o pediatra.

Se gostou deste conteúdo, compartilhe.

Inscreva-se na newsletter para ficar por dentro de temas relacionados à saúde e tecnologia.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE