CID M16 – Coxartrose [artrose do quadril] – doença degenerativa crônica

Por Dr. José Aldair Morsch, 5 de agosto de 2022
CID M16

CID M16 é o código para Coxartrose [artrose do quadril], conforme a Classificação Internacional de Doenças.

Apresento aqui o significado e as subcategorias do CID M16, bem como informações sobre diagnóstico e tratamento.

Ao final, mostro soluções capazes de dar mais qualidade ao seu atendimento médico.

CID M16: o que significa?

O CID M16 indica doença degenerativa crônica na articulação coxo-femoral.

A condição é caracterizada pelo desgaste progressivo da cartilagem articular e pela formação de osteófitos em torno da articulação, os chamados “bicos de papagaio”.

Também é conhecida como osteoartrose, osteoartrite e artrite degenerativa do quadril.

Este CID possui nove subcategorias:

  • M16.0: Coxartrose primária bilateral
  • M16.1: Outras coxartroses primárias
  • M16.2: Coxartrose bilateral resultante de displasia
  • M16.3: Outras coxartroses displásicas
  • M16.4: Coxartrose bilateral pós-traumática
  • M16.5: Outras coxartroses pós-traumáticas
  • M16.6: Outras coxartroses secundárias bilaterais
  • M16.7: Outras coxartroses secundárias
  • M16.9: Coxartrose não especificada.

A seguir, explico o que cabe à equipe médica em casos como esse.

Conduta médica para o CID M16

Reproduzo agora as principais orientações para uma conduta médica adequada a casos de CID M16.

Acompanhe!

Diagnóstico

Para um correto diagnóstico do CID M16, indico abaixo exemplos de perguntas a serem feitas durante a anamnese médica.

  • Onde você sente dor?
  • Essa dor passa para o joelho ou a coxa?
  • Você consegue mover o quadril? Se sim, a dor aumenta?
  • Você sente dificuldade para se agachar?
  • Qual é a sua idade?
  • Você já teve algum problema no quadril?
  • Você já sofreu algum acidente que machucou o quadril?

De acordo com recomendações da Sociedade Brasileira do Quadril (SBQ), o diagnóstico do CID M16 é confirmado por meio da radiografia em AP da pelve (panorâmica da bacia) e a incidência em perfil da articulação.

Tratamento conservador

Não havendo necessidade de cirurgia, são medidas recomendáveis para retardar a progressão e aliviar os sintomas do CID M16:

  • Educação do paciente sobre a doença e sua evolução
  • Recomendação de mudança nos hábitos de vida
  • Exercícios físicos de baixo impacto para fortalecimento e alongamento da musculatura
  • Uso de órteses em caso de dor forte
  • Indicação para fisioterapia.

Há, ainda, a possibilidade de tratamento cirúrgico.

Tratamento cirúrgico

São alternativas:

  • Osteotomia e artroscopia: preservam a articulação, indicadas para estágios iniciais
  • Artroplastia total de quadril (ATQ): substitui a articulação, preferível em casos mais avançados
  • Artrodese: fusiona a articulação, sendo uma técnica em desuso adequada apenas a características altamente específicas.

Se for necessária, a cirurgia a ser realizada depende de características como idade e atividade do paciente, etiologia, amplitude dos movimentos e bilateralidade ou não da doença.

Medicamentos

Medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios podem aliviar crises dolorosas, mas devem ter o uso contínuo evitado.

Já os condroprotetores são alternativa para tratamento da dor e tentativa de manutenção da cartilagem residual, mas sua eficácia é discutível de acordo com a literatura.

Serviços Morsch para o CID M16

Neste conteúdo, expliquei o significado e apresentei as subcategorias do CID M16.

Também apresentei recomendações para diagnóstico e tratamento.

Se for necessário, conte com os serviços ofertados pela Telemedicina Morsch.

Nossa plataforma é capaz de emitir laudos de exames com celeridade e segurança.

Basta enviar os dados dos exames, seja automaticamente pelo próprio aparelho ou manualmente na nossa plataforma protegida com login e senha.

O laudo chega até você em um período médio de 30 minutos ou em tempo real nas urgências.

Se sua clínica não contar com os equipamentos, pode adquirir conosco em comodato.

A equipe coordenada por mim também pode atender seu paciente em uma consulta com um especialista para ampliar a investigação ou mesmo fornecer uma segunda opinião médica.

Se você tiver dúvidas, busque uma solução rápida com uma teleconsultoria.

Teste nossa plataforma em uma avaliação gratuita ou faça contato.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE