Cursos para clínica médica: guia com os principais e sua importância

Por Dr. José Aldair Morsch, 3 de maio de 2020
Curso para clinica médica

A Medicina é uma área que está sempre em evolução e, por conta disso, se manter atualizado por meio de cursos para clínica médica é indispensável para o seu bom desempenho na profissão.

Mas como escolher o melhor curso para ampliar seus conhecimentos e gerar mais benefícios para o seu negócio?

Para ajudar você nesse processo, fiz este post com os principais desafios do médico generalista, os cursos mais importantes para seu aperfeiçoamento e dicas de como escolher o ideal. Veja!

Quais os principais desafios da clínica médica?

Além do objetivo inerente à profissão, que é fazer uma boa consulta para os seus pacientes, que resulte em um diagnóstico acertado, tratamento eficiente e recuperação da saúde, os médicos também têm outras responsabilidades.

Entre elas está a organização das finanças, o gerenciamento da clínica, das pessoas e investimentos na imagem da clínica — ou seja, o controle de todos os setores para que o negócio seja de sucesso.

Somente com uma clínica bem estruturada é possível oferecer um atendimento de excelência para os pacientes, o que é essencial para gerar fidelização e garantir os seus lucros.

É neste contexto que devo destacar a importância da atualização por meio de cursos para clínica médica como segredo para melhorar o atendimento e os serviços oferecidos para o seu público.

Quais os melhores cursos para clínica médica?

Além de buscar conhecimentos em saúde, é necessário que o médico também se atualize sobre as novas tecnologias disponíveis em Medicina.

Estar a par das novidades do mundo médico, das tendências e das ferramentas auxilia você no cotidiano da clínica e impulsiona o seu negócio no mercado.

Sabendo disso, separei algumas das principais opções de cursos médicos online que podem ser muito interessantes para a sua carreira. Confira!

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma (ECG) é uma ferramenta muito útil em consultórios médicos, emergências e UTI, pois se trata de um exame rápido, barato e muito fácil de se fazer e transmitir.

O ECG é um exame feito com um aparelho ligado a eletrodos posicionados em locais estratégicos para avaliar o ritmo de batimentos cardíacos em repouso.

Seu objetivo é detectar falhas na condução de correntes elétricas pelo coração, como bloqueios no músculo, que podem ser um sinal de patologia.

Na última década, surgiram novas técnicas de interpretação de resultados na prática de eletrocardiografia. Atualmente, a análise desse exame permite que o profissional compreenda determinadas vertentes em pouco tempo e de forma simples e eficiente.

Por meio da telemedicina, por exemplo, esse exame pode ser feito e laudado de forma remota, o que exige certo conhecimento sobre o assunto.

Por conta disso, fazer um curso de eletrocardiograma é muito importante para que você consiga se adaptar às novas tecnologias. Assim, você vai conseguir oferecer um serviço de excelência para seus pacientes, o que é chave para o seu crescimento profissional.

Eletroencefalograma

Fazer um treinamento em eletroencefalograma (EEG) é outra possibilidade muito interessante para o seu currículo, tanto para profissionais da área da saúde interessados em aprender técnicas avançadas quanto para aqueles que estão iniciando na área.

O eletroencefalograma é um exame que analisa a atividade elétrica cerebral por meio de eletrodos fixados no couro cabeludo do paciente. Ele serve para detectar anomalias neurológicas como epilepsia, encefalites e tumores cerebrais.

O curso de EEG abrange aulas voltadas para que melhores condutas sejam aplicadas antes, durante e após o exame.

Assim, o traçado para análise é melhorado, o que ajuda no processamento do laudo médico e minimiza os casos de reconvocação do paciente, o que atrasa a emissão dos resultados.

Aliás, realizar esse exame em crianças, especialmente naquelas que sofrem com sintomas de hiperatividade ou síndromes específicas, é um desafio e tanto. Por isso, fazer um curso que abrange tanto o atendimento infantil quanto o adulto é um diferencial.

Da mesma forma que o ECG, o EEG também pode ser feito por meio do telediagnóstico, com cursos específicos de treinamento para se adaptar ao novo sistema.

Holter

O holter é um exame realizado com um pequeno aparelho portátil que registra a atividade elétrica do coração continuamente, por 24 horas, de acordo com a rotina de uma pessoa, para que todos os tipos de intercorrências sejam detectadas.

Para isso, quatro eletrodos são posicionados no tórax do paciente, que grava 3 canais do eletrocardiograma. Assim, é possível identificar quadros de arritmia ocasionais, que com o tempo de registro do eletrocardiograma não conseguem ser observados.

Com um curso específico sobre o holter de ECG, você vai aprender em que situações o exame é indicado, como instalar o equipamento e analisar seus resultados.

Portanto, não deixe de investir em um bom curso sobre o tema.

Cardiologia nuclear

A cardiologia nuclear é um exame muito importante para a avaliação diagnóstica, funcional e prognóstico de pacientes com suspeita ou que já são portadores de cardiopatias isquêmicas.

A cintilografia miocárdica de perfusão é um instrumento importante na avaliação da eficácia de intervenções terapêuticas, na estimativa de risco após o infarto do miocárdio e do significado funcional de estenoses coronarianas.

No entanto, a cardiologia nuclear ainda apresenta resultados limitados em prever a ocorrência de fenômenos agudos, com uma fissura da placa aterosclerótica com trombose, o que está evoluindo com o avanço das pesquisas.

Diversos centros médicos no exterior já utilizam a cintilografia miocárdica de perfusão para melhorar a capacidade de identificar o risco de pacientes em setor de emergência com dor torácica aguda e ECG normal ou não diagnóstico.

A injeção do radiofármaco é realizada em repouso, quando o paciente apresenta sintomas, e o resultado é obtido em até 6 horas. Por utilizar material radioativo, o médico deve ser treinado e experiente na interpretação das imagens.

Fazer um curso na área é, portanto, indispensável para realizar esse exame ainda pouco comum no Brasil, o que será um diferencial significativo para sua clínica.

Telemedicina

A telemedicina é uma das novidades mais promissoras na área da saúde e conhecer mais sobre a aplicação dessa tecnologia, suas vantagens e benefícios, assim como o status atual e projetos desenvolvidos no Brasil, é o primeiro passo para incluí-la no seu negócio.

Entre as suas aplicações mais avançadas estão a teleconsulta, telecirurgia, robótica em saúde, telepresença, realidade virtual e laudos remotos — os quais já estão marcando presença em centros de saúde em todo o mundo e tendem a ocupar cada vez mais espaço no Brasil.

Por isso, fazer um curso de telemedicina para aprender mais sobre os diferentes conceitos, técnicas, sistemas e softwares utilizados é fundamental para alinhar a sua clínica com o que tem de mais moderno em Medicina.

Espirometria

A espirometria, também conhecida como prova de função pulmonar, é um exame que faz a medida de ar que entra e sai dos pulmões.

Esse teste permite um diagnóstico e a quantificação de distúrbios ventilatórios, inclusive dos assintomáticos, prevenindo danos ao paciente de forma precoce.

Além de ser importante para avaliar pacientes com síndromes respiratórias, esse exame também é muito utilizado por empresas para identificar e monitorar riscos oferecidos por aerodispersoides.

Fazer um curso de espirometria, com treinamento e capacitação na execução do exame e interpretação dos valores espirométricos, é muito importante para profissionais que atuam na área de clínica médica.

Biomedicina

Englobando duas ciências, a Biologia e a Medicina, a Biomedicina tem o objetivo de pesquisar doenças humanas e fatores ambientais e epidemiológicos que interferem nesse processo.

Tudo isso é feito para compreender as causas, fazer um diagnóstico e determinar o tratamento mais adequado para cada condição de saúde.

Em um curso de noções sobre Biomedicina, você tem a oportunidade de descobrir conceitos introdutórios dessa área, a base das principais disciplinas que fazem parte dela e diversas outras informações importantes para a sua atuação na Medicina.

Entre as aulas, você vai aprender um pouco mais sobre bioética, genética forense e diversos outros temas importantes. Além disso, você também vai descobrir como planejar e colocar em prática pesquisas no âmbito da Medicina.

Ética na saúde

Por ser um tema muito importante na área médica, a ética na saúde sempre merece a sua atenção e atualização por meio de cursos.

O objetivo principal de complementar os seus conhecimentos em ética médica é incentivá-lo a relembrar os conteúdos e instigá-lo a desenvolver novos pensamentos.

Um curso de ética médica trata de questões da consciência sob diversos aspectos, principalmente aqueles que devem ser exercidos na saúde pública.

Por meio dele, você vai conhecer mais sobre as condutas ideais dos profissionais de Medicina, como eles devem ajudar seus pacientes e também sobre os direitos do indivíduo quanto aos seus cuidados.

As aulas são baseadas em resoluções, decretos e leis, o que fornece o embasamento adequado para o seu aprendizado, além de estudos e artigos de discussão sobre o tema.

Gestão hospitalar

A gestão hospitalar, também conhecida como administração de hospitais, trata-se do gerenciamento de sistemas de saúde, pessoas, processos, materiais e equipamentos.

Sua função também inclui o planejamento, controle e monitoramento de compras e custos, assim como a supervisão de contratos e convênios e o diagnóstico de problemas técnicos administrativos, com posterior proposta de medidas de solução.

Para assumir esse papel, é necessário que o profissional seja especializado no tema. Assim, pode trabalhar em instituições públicas ou privadas e também empreender e gerenciar seu próprio negócio de saúde.

Hospitais, centros de saúde, clínicas, ambulatórios, consultórios e laboratórios são alguns dos estabelecimentos onde um gestor hospitalar pode atuar. Portanto, caso seja de seu interesse, não deixe de se especializar — essa é uma ótima oportunidade.

De acordo com o MEC, existem mais de 30 cursos de pós-graduação em gestão hospitalar autorizados no Brasil. Entre os temas de enfoque estão:

  • Gestão Hospitalar;
  • Gestão Hospitalar e de Vendas;
  • Gestão Hospitalar Empreendedora;
  • MBA em Gestão Hospitalar;
  • MBA em Gestão Hospitalar e Marketing;
  • MBA em Gestão Hospitalar de Serviços;
  • MBA em Gestão Hospitalar com foco em Varejo e Serviços.

Segurança do trabalho em área hospitalar

A segurança do trabalho é outra área muito importante e valorizada nos estabelecimentos de saúde, devendo ser uma prioridade entre os gestores.

Afinal, construir um ambiente seguro e que preserve a integridade dos funcionários, pacientes e seus acompanhantes é fundamental e exigido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A própria natureza dos serviços prestados em clínicas e hospitais eleva os riscos de acidentes de trabalho nesse ambiente.

Por isso, conhecer um pouco mais sobre medidas de segurança do trabalho para hospitais é indispensável para preservar a saúde física e psicológica dos funcionários.

Um curso sobre o tema aborda o mapeamento de riscos, treinamentos sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e proteção coletiva.

Além disso, também são apresentadas rotinas preventivas aplicáveis no ambiente de saúde, tudo para que ele se torne o mais seguro possível.

Dessa maneira, é possível evitar e reduzir acidentes de trabalho e doenças ocupacionais com práticas de higiene, segurança em instalações elétricas e itens básicos para manter o ambiente confortável e seguro.

Como escolher bons cursos para clínica médica?

Os melhores cursos oferecidos para profissionais da área de Medicina são aqueles coordenados por instituições de ensino reconhecidas pelo MEC, como universidades, as quais, muitas vezes, ofertam cursos médicos online.

Além disso, grandes hospitais brasileiros, como o Albert Einstein, também disponibilizam treinamentos e especializações de qualidade elevada para médicos e outros profissionais da saúde.

Cursos ofertados por sociedades médicas, são ótimos exemplos de cursos para clínica médica, assim como pelos conselhos regionais, também são ótimas oportunidades para se atualizar sobre diferentes temas da saúde.

Por fim, você também pode fazer um curso de aperfeiçoamento desenvolvido por empresas que são referência no ramo da telemedicina, para incluir essa nova tecnologia no seu negócio.

Dessa forma, você tem todo o suporte necessário para fazer essa transição e se adaptar aos novos recursos que só têm a agregar.

Conclusão

Fazer cursos para clínica médica é um investimento que reflete em maiores conhecimentos para você e também na qualidade dos serviços prestados e, como consequência, na satisfação dos seus pacientes.

Portanto, vale a pena reservar parte do capital para sua atualização nos temas mais importantes da Medicina, assim como em novas tecnologias — isso vai gerar benefícios para todos.

Agora, que tal aproveitar que está por aqui para descobrir um pouco mais sobre como otimizar a gestão da sua clínica? Baixe nosso e-book — é grátis!

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE