CID F60 – Transtornos específicos da personalidade

Por Dr. José Aldair Morsch, 27 de julho de 2022
CID F60

CID F60 é o código para Transtornos específicos da personalidade, conforme a Classificação Internacional de Doenças.

Apresento neste conteúdo o significado do CID F60 e a conduta médica adequada para esses casos.

Acompanhe até o final e conheça também as soluções que indico para qualificar o seu atendimento.

CID F60: o que significa?

O CID F60 indica distúrbios graves da constituição caracterológica e das tendências comportamentais.

Esses transtornos não são diretamente imputáveis a uma doença, lesão ou outra afecção cerebral ou a um outro transtorno psiquiátrico.

Assim descreve o CID:

“Estes distúrbios compreendem habitualmente vários elementos da personalidade, acompanham-se em geral de angústia pessoal e desorganização social; aparecem habitualmente durante a infância ou a adolescência e persistem de modo duradouro na idade adulta”.

Este CID possui 10 subcategorias:

  • F60.0: Personalidade paranoica
  • F60.1: Personalidade esquizoide
  • F60.2: Personalidade dissocial
  • F60.3: Transtorno de personalidade com instabilidade emocional
  • F60.4: Personalidade histriônica
  • F60.5: Personalidade anancástica
  • F60.6: Personalidade ansiosa [esquiva]
  • F60.7: Personalidade dependente
  • F60.8: Outros transtornos específicos da personalidade
  • F60.9: Transtorno não especificado da personalidade.

Conduta médica para o CID F60

Trato neste tópico de recomendações para diagnóstico e tratamento de CID F60.

Diagnóstico

Para diagnosticar casos de CID F60, a anamnese médica pode conter perguntas como:

  • Você sente alguma desconfiança em relação às pessoas ao seu redor? Se sim, por quê?
  • Você se sente perseguido(a) ou explorado(a)?
  • Você está em um relacionamento afetivo?
  • Você prefere ficar sozinho(a) ou acompanhado(a)?
  • Você sente que precisa da aprovação de outras pessoas?
  • Você se considera perfeccionista?

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico DSM-5, os transtornos de personalidade devem ser agrupados em três clusters:

  • Agrupamento A: personalidades excêntricas (podem se sentir muito ameaçadas e imaginar que os outros não são confiáveis) – paranoide, esquizoide e esquizotípica
  • Agrupamento B: personalidades dramáticas, emocionais, imprevisíveis e erráticas (costumam provocar fortes emoções, raiva ou irritação naqueles que os cercam) – antissocial, borderline, histriônica e narcisista
  • Agrupamento C: personalidades ansiosas e receosas (costumam apresentar timidez, sentimentos de inadequação e exagerada sensibilidade a avaliações negativas ou a opiniões discordantes) –  esquiva ou ansiosa, anancástica e dependente.

Acompanhamento

Para o acompanhamento de pacientes com CID F60, uma rede de apoio deve ser montada.

Na atenção básica, são orientações que podem ser repassadas ao paciente – exceto em casos de transtorno de personalidade dissocial:

  • Tente relaxar quando tiver estresse
  • Cuide de sua saúde e alimentação
  • Tente dormir bem, mas não se chateie se não conseguir
  • Evite abusar do álcool e usar drogas
  • Procure alguma distração
  • Converse com alguém
  • Se for preciso, ligue para o 141 (CVV).

Medicamentos

O tratamento farmacológico para o CID F60 é sintomático.

Os medicamentos devem ser escolhidos conforme as particularidades do caso e os efeitos colaterais.

A depender dos casos e agrupamentos, podem ser prescritos fármacos como:

  • Tranquilizantes maiores (neurolépticos ou antipsicóticos) como clorpromazina
  • Inibidor seletivo de recaptação da serotonina, como fluoxetina
  • Carbamazepina e outros estabilizadores do humor (lítio, ácido valpróico e outros)
  • Tricíclicos (clomipramina ou imipramina).

 

Serviços Morsch para o CID F60

Abordei aqui o CID F60, apresentando o significado e os subtipos.

Também mostrei recomendações para diagnóstico e acompanhamento.

Caso você ainda tenha alguma necessidade, a Telemedicina Morsch conta com soluções sob medida.

Coordeno uma equipe de especialistas em diversas áreas médicas.

Você pode encaminhar seu paciente a uma consulta com um especialista para ampliar a investigação.

Esse serviço oferece as vantagens da teleconsulta, como a economia e a comodidade por não ser necessário o deslocamento.

Também fornecemos uma segunda opinião médica.

Não sendo necessário o encaminhamento, tire suas dúvidas com nossa equipe em uma teleconsultoria.

Também emitimos laudos de exames com agilidade e segurança.

Conheça nossa plataforma realizando uma avaliação gratuita ou faça contato.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE