Dermatite em bebê: tipos, causas, sintomas e tratamento

Por Dr. José Aldair Morsch, 10 de fevereiro de 2022
Dermatite em bebê

A dermatite em bebê não chega a ser um problema grave, mas ainda assim pode causar grande incômodo.

Um bebê com esse tipo de reação, que pode ser inclusive alérgica, terá também problemas para dormir, o que por consequência leva os pais a perderem o sono.

Felizmente, com algumas medidas relativamente simples, é possível evitá-la, até mesmo em suas versões mais agudas.

Lembrando sempre que todo e qualquer tratamento, mesmo os aparentemente mais simples, devem ser acompanhados por um médico pediatra.

Dito isso, prossiga na leitura e saiba de que maneira tratar a dermatite em seu bebê, bem como as diferentes formas como esse tipo de irritação se manifesta.

O que causa dermatite em bebê?

Popularmente conhecida como “assadura”, a dermatite é, em geral, causada por substâncias irritantes que permanecem sobre a pele sensível do bebezinho.

Entre as mais comuns, estão a própria urina, saliva, fezes e até algumas pomadas e cremes que, se usados inadvertidamente, levam a reações alérgicas.

Por isso, é fundamental acompanhar com bastante atenção os cuidados com a higiene do bebê.

Até porque, normalmente, a dermatite aparece no bumbum ou nas dobras entre as pernas e glúteos. 

Sendo áreas do corpo que não são visíveis sem uma inspeção mais criteriosa, é preciso prestar atenção ao principal sinal de que algo não vai bem: o choro.

Como a dermatite se manifesta em bebês?

A manifestação típica da dermatite é a irritação associada a manchas e bolhas avermelhadas.

Embora os locais onde comumente ela surge sejam as partes íntimas, ela também pode se manifestar nas articulações do braço, pernas e axilas.

Note que todas essas áreas estão sujeitas a algum tipo de contato com fluidos corporais que, quando se acumulam, levam a processos infecciosos ou alérgicos.

Vale destacar que as causas da dermatite nem sempre são evidentes.

Logo, em certos casos, somente o pediatra ou dermatologista será capaz de fazer uma avaliação.

Ouça este conteúdo no formato de podcast Morsch.

Tipos de dermatite em bebê

A exemplo de outros tipos de inflamação cutânea, a dermatite em bebês pode ser diagnosticada de diversas formas.

Mais precisamente, existem quatro tipos de dermatite, que podem se manifestar nas crianças pequenas, algumas mais, outras de tratamento menos complexo.

O mais importante é que os pais vigiem o bebê constantemente.

Se ele começar a chorar sem causa aparente, vale fazer uma inspeção para confirmar possíveis focos de irritação.

Aliás, como veremos logo a seguir, uma das causas para a dermatite pode ser a própria fralda.

Dermatite atópica em bebê

Em certos casos, a dermatite em bebê não é provocada por agentes externos ou falta de higiene, mas por fatores genéticos.

Assim se caracteriza a chamada dermatite atópica, ou eczema atópico.

Como o nome indica, não se manifesta topicamente, ou seja, ao nível da superfície da pele.

Ela ocorre na forma de lesões cutâneas, além de apresentar placas ou pequenos caroços avermelhados, que provocam coceira intensa.

A dermatite atópica acomete bebês, mas pode também se manifestar em crianças de até 5 anos ou mais.

Dermatite de contato em bebê

Também conhecida como dermatite de fralda, como o nome já diz, ela é causada pelo contato do tecido da fralda com a pele do bebê.

Seus sinais mais evidentes são coceira, erupções cutâneas, descamação e vermelhidão.

Uma característica importante desse tipo de dermatite é que ela se manifesta de forma instantânea

Portanto, caso a pele do bebê tenha algum tipo de sensibilidade, ela sofrerá irritação na hora em que a fralda tocá-la.

Cabe ressaltar que essa dermatite pode também ser desencadeada pelo calor, quando surgem na pele do bebê pequenas bolhas avermelhadas que causam prurido e vermelhidão: as brotoejas.

Assadura em bebês

A dermatite provoca irritação e está associada a manchas e bolhas avermelhadas na pele do bebê

Dermatite seborreica em bebê

A caspa, ou dermatite seborreica, também pode aparecer em bebês logo após o seu nascimento.

Ela surge normalmente no couro cabeludo, que fica com um aspecto como se estivesse descascando em pequenas lascas de cor levemente avermelhada.

Esse tipo de dermatite é também chamada de crosta láctea e não tem suas causas ainda totalmente identificadas. 

Contudo, acredita-se que ela seja causada pelo aumento da produção de sebo que costuma acontecer nos primeiros dias de vida.

Além do couro cabeludo, ela também pode aparecer na virilha, axilas, atrás da orelha e até nas sobrancelhas.

Dermatite alérgica em bebê

Como o nome já sinaliza, a dermatite alérgica é causada por uma reação do sistema imunológico do bebê a um agente externo.

Assim como outros tipos de irritação cutânea, ela também se apresenta com coceira, vermelhidão e descamação.

Ela pode se manifestar em qualquer área do corpo do bebê, mas, normalmente, aparece nas mãos ou no rosto.

A principal diferença fica por conta do período em que ela pode se manifestar, mais longo do que nas outras dermatites.

Como tratar dermatite em bebê

Uma vez que a dermatite em bebê é uma reação que pode ser desencadeada por diferentes fatores, cada caso demanda um tratamento específico.

Independentemente do tipo de irritação, o mais indicado, sempre, é cuidar da higiene do bebê, especialmente depois do banho, evitando deixar as dobras do corpo molhadas.

A troca de fraldas deve ser frequente o bastante para evitar que a urina se concentre nas partes íntimas, levando assim a se formar um processo infeccioso.

Podem ser indicados cremes e hidratantes de uso tópico pelo pediatra, a fim de proteger a pele de agentes que causam irritação, principalmente nos casos de dermatite alérgica.

Consulte online com pediatra

Com a saúde dos bebês não se brinca. 

A Telemedicina Morsch está aqui para ajudar você nos cuidados essenciais com seus pequenos e pequenas.

Oferecemos atendimento via teleconsulta, facilitando o acesso aos primeiros cuidados médicos.

A consulta remota tem vantagens como a economia de tempo e dinheiro que seriam gastos no deslocamento até o consultório ou clínica, além da maior rapidez.

Veja como é fácil marcar seu atendimento médico online na plataforma Morsch:

  1. Acesse a página de agendamentos
  2. Use o campo de buscas para selecionar a especialidade e escolha o pediatra de sua preferência
  3. Defina um entre os horários de agendamento, ao lado da identificação do médico
  4. Você será redirecionado para uma página de login. Se não tiver cadastro, selecione “Criar conta”
  5. Preencha o formulário com informações de identificação e prossiga
  6. Crie uma senha e acesse o sistema
  7. Confirme o horário da teleconsulta e faça o pagamento
  8. Meia hora antes do atendimento, você vai receber o link de acesso à sala virtual via WhatsApp ou SMS.

 

Conclusão

A dermatite em bebê é um problema relativamente comum, mas que, como vimos, pode ser evitado com medidas básicas de higiene.

Seja qual for o tipo de dermatite, conte sempre com a plataforma de teleconsulta Morsch, para falar com um médico pediatra ou dermatologista.

Assine nossa newsletter e receba conteúdos que vão orientar você nos cuidados com a sua saúde e a de quem você mais ama.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE