Tecnologia na área da saúde: como contribui para a redução de tempo e custos

Por Dr. José Aldair Morsch, 25 de julho de 2017
tecnologia na área da saúde

Em um cenário conturbado, com grandes quedas na economia como o Brasil tem enfrentado nos últimos tempos, é propício para que as empresas busquem se reinventar e queiram apresentar inovação. Isso em todos os setores.

Inovação, em muitos casos, está ligada à tecnologia e quando pensamos nisso, os principais fatores considerados são o seu alto custo e a demora para realizar a implantação, certo? Errado! A tecnologia na área da saúde pode ser uma grande aliada na redução de custos, além de contribuir para o cumprimento de metas em curto prazo também.

Quer entender como? Acompanhe nosso post com alguns fatores que podem ser melhorados com o auxílio da tecnologia na área da saúde para reduzir tempo e custos!

Ganhos com inovação em processos internos

Essa “atualização” que as empresas buscam não necessariamente precisa estar ligada ao serviço ou produto que é oferecido, mas pode estar relacionada a mudanças em processos, com o objetivo de melhorar os resultados da empresa, por exemplo, gerando mais ganhos e lucros, produtividade e motivação de toda a equipe.

Há casos em que as empresas reduziram custos e tempo em mão de obra com o simples fato de migrar tudo que antes era feito em papel para o meio eletrônico. Essa mudança permite melhor organização das documentações, tornando os processos mais simples e claros.

Solicite um orçamento

Mas, ainda que hajam processos eletrônicos, em algumas empresas eles não são integrados, o que decorre em muito gasto de tempo. O interessante nesse caso é adotar uma solução automatizada, um sistema único em que os recrutadores visualizem e consultem todas as informações que precisarem dos profissionais, em um único local.

Melhorias na gestão de pessoas

Apostar em novas ferramentas para auxiliar na otimização dos resultados na área de gestão de pessoas também é muito importante. Entre as vantagens, é possível observar a simplificação e otimização da administração de recursos humanos, maior assertividade no perfil das vagas, com adequação na contratação de profissionais para a organização. Isso faz com que os colaboradores se sintam mais felizes, pois quando se encaixa melhor na vaga e na empresa, a pessoa fica mais feliz. E um profissional mais feliz também é mais produtivo e busca por mais resultados pela empresa.

Com a tecnologia, também é possível tornar os treinamentos, acompanhamentos e processos de seleção e admissão de colaboradores mais eficientes e ágeis, pois tempo é dinheiro e é preciso saber “economizá-lo”.

Muitos processos, mesmo nos dias de hoje, são manuais, não permitindo a integração do recrutamento a outro sistema. Esse fator dificulta o controle de avaliação de candidatos ao longo de todas as etapas de seleção e na sua permanência na empresa. A tecnologia avançando nesse setor já garante muitos benefícios para as empresas.

Um exemplo bem interessante e já bastante praticado no mercado é substituir treinamentos presenciais, que tomariam tempo e custo de equipamentos, deslocamento, hospedagem e alimentação de um ou mais membros da equipe, por encontros com videoconferência. Uma opção tecnológica que garante resultados bastante positivos. Além disso, o uso da tecnologia permite o aumento de produtividade e melhor adaptação e aderência dos colaboradores com fatores tecnológicos na sua rotina.

Também é possível criar fluxos de trabalho mais ágeis por meio da digitalização de documentos na contratação e demissão, por exemplo, passando pela aprovação de gestores de maneira automatizada, reduzindo o tempo na hora de contratar ou dispensar funcionários.

Redução no tempo de faturamento e controle de consignados

O tempo gasto com o levantamento dos estoques consignados nos hospitais e a apuração dos materiais consumidos é uma tarefa que tem tomado cada vez mais tempo das empresas fornecedoras.

Sem necessidade de grandes investimentos em aquisição de equipamentos é possível reduzir drasticamente o tempo para inventariar os itens e garantir o correto apontamento de lotes, usando o celular para fazer a leitura de códigos de barras tradicionais ou bidimensionais. A agilidade é inquestionável e a redução de erros com apontamentos manuais é bastante bem-vinda quando pensamos na importância dessa informação para garantir a rastreabilidade dos itens.

A informatização desse processo, também tem o importante papel de reduzir os questionamentos por parte dos clientes sobre os produtos faturados, pois tudo é registrado e conferido diretamente com o responsável pelo estoque do hospital, de forma imediata.

A redução de custos também ocorre pelo controle rígido sobre os prazos que o material está em posse do cliente, evitando que o estoque fique parado por muito tempo no hospital.

Na maioria das empresas, o recurso mais caro encontrado é a mão de obra. Quando se traz a tecnologia como aliada para auxiliar na otimização de processos que envolvem tempo, automaticamente possibilita a realocação de uma boa parte da dedicação de profissionais em outras tarefas, o que gera economia e lucro, pois o tempo que perderia executando uma tarefa, já estará com foco em outra demanda.

Segundo o portal da ACATE, “a maior preocupação nos centros de diagnósticos que não contam com o apoio da tecnologia é com relação à produtividade da equipe, que acaba dedicando mais tempo para tarefas que poderiam ser automatizadas ou feitas com mais agilidade graças a soluções de tecnologia – isso afeta diretamente no grau de satisfação do cliente.

Para contribuir com o aumento da eficiência e produtividade em empresas da área da saúde, garantindo redução de tempo e custos, é fundamental contar com soluções de gestão para a área da saúde. Para isso, a Visto Sistemas oferece um olhar à frente para a evolução de processos tecnológicos. As soluções são oferecidas para distribuidoras/fabricantes de OPMEs e Correlatos, Importadoras e Prestadoras de Serviço das áreas médicas, entre outros, regulamentadas pela Anvisa.

 

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp