Para que serve e como funciona um estetoscópio digital?

Por Dr. José Aldair Morsch, 25 de junho de 2021
Para que serve e como funciona um estetoscópio digital?

Você está familiarizado com o conceito ou conhece as possibilidades que oferece um estetoscópio digital?

O rápido avanço e as constantes inovações das tecnologias médicas influenciam cada vez mais a atuação dos profissionais de saúde.

Nesse contexto, até o clássico instrumento de ausculta se otimizou e agregou novos benefícios para as rotinas de atendimento. 

Para você ficar por dentro desse avanço que, em breve, deve substituir de vez os estetoscópios tradicionais, preparei este artigo completo sobre o assunto.

A seguir, entenda melhor o que é um estetoscópio eletrônico, para que serve, como ele funciona, quais suas vantagens, principais modelos e outras informações importantes para o seu uso.

O que é estetoscópio digital?

Não é exagero afirmar que o estetoscópio é o equipamento médico mais popular de todos e que mais representa a área da Medicina para o público em geral.

Seu uso é recorrente e indispensável nos consultórios, já que amplifica os sons emitidos internamente no corpo, seja na região peitoral (para auscultação cardíaca dos ruídos vasculares) ou nas costas (para ausculta de sons respiratórios).

Assim como o uso dos mais diversos aparelhos na área da Saúde, o estetoscópio também se transformou no processo de evolução tecnológica e digitalização. 

Com isso, agora o estetoscópio digital oferece uma investigação mais detalhada durante seu uso e ainda garante conclusões assertivas. 

Além de garantir uma maior amplificação sonora, ele grava os ruídos examinados, detecta até as alterações cardíacas mais minuciosas e ainda gera um fonocardiograma a partir das captações. 

Nele, todo som e pequena alteração se convertem em dados e gráficos, que permitem uma interpretação mais completa e precisa dos médicos sobre os pacientes. 

Dessa forma, os especialistas das mais diversas áreas podem garantir praticidade, assertividade e qualidade durante seus atendimentos. Assim, melhorando significativamente suas rotinas de trabalho e a experiência das pessoas atendidas. 

Para que serve o estetoscópio digital? 

Como mencionei anteriormente – e você enquanto médico já sabe -, o estetoscópio serve para amplificar os sons que a região interna do corpo emite.

Sendo assim, ele é de suma importância para examinar sons vasculares, respiratórios ou de outras naturezas em diferentes partes do corpo do paciente. 

No caso do estetoscópio digital, há um alcance maior dos sons, que torna possível inclusive ouvir ruídos inaudíveis com o aparelho comum.

Além disso, a versão eletrônica do equipamento elimina ruídos externos, ajudando a focar apenas naqueles relevantes para o exame. 

Por fim, também existem as funcionalidades que mencionei no item anterior, como o registro dos dados e sua transformação em gráficos. Isso porque eles enriquecem ainda mais as análises e ampliam suas possibilidades.

Como funciona o estetoscópio digital? 

Estetoscópio digital na telemedicina

Gráficos gerados na auscultação com estetoscópio digital

Apesar das estruturas diversas, o mais comum é que suas principais tecnologias incluam a amplificação de ruídos, a redução de sons externos e conexão bluetooth. 

Este modelo ´de estetoscópio eletrônico é fabricado pela Minttihealth.

Por sua vez, é o bluetooth que garante a conexão do equipamento com outros aparelhos eletrônicos, como smartphones, tablets ou computadores.

Assim, com um aplicativo, é possível gravar as informações e processar os sons, gerando relatórios e gráficos automáticos.

Além disso, a conectividade permite compartilhar os resultados entre diferentes médicos e unidades de saúde.

Com isso, se torna mais fácil centralizar os dados dos pacientes e ainda comparar as condições analisadas com outros exames anteriores, como eletrocardiograma, holter e MAPA, entre outros. 

Qual é a durabilidade de um estetoscópio digital? 

A durabilidade do estetoscópio digital pode variar bastante de acordo com o modelo (ao fim do artigo, apresento algumas sugestões de excelentes produtos).

De maneira geral, todos os aparelhos passam por testes rigorosos antes de se inserir no mercado. Isso inclui verificações de botões, quedas, impermeabilidade e muito mais.

Sendo assim, se espera que produtos de qualidade resistam às condições ideais de uso. Já que as avaliações feitas pelos fabricantes preveem situações mais severas para comprovar sua resistência. 

Contudo, é importante ficar atento ao acabamento físico do equipamento. Na maioria dos casos, as opções que suportam anos de uso e desgaste são aqueles com auscultador cromado e estrutura em metais fundidos sólidos. 

Em relação à bateria, a média é que o estetoscópio eletrônico dure 60 horas de uso contínuo, com a possibilidade de recarregamento ou substituição, a depender do modelo.

Como é a manutenção de um estetoscópio digital?

Manter um estetoscópio digital é uma tarefa relativamente simples, mas de suma importância para o seu uso adequado e maior vida útil.

Nas rotinas de consulta, é imprescindível fazer uma limpeza após a utilização em cada paciente, por questões de higiene e para evitar contaminações.

Para isso, o ideal é limpar com uma solução de álcool isopropílico 70% ou lenços específicos de limpeza.

Inclusive, fique atento a outros métodos de higienização, pois o estetoscópio eletrônico não pode ser mergulhado em líquido.

Além disso, sob nenhuma hipótese insira o aparelho em um processo de esterilização, pois isso pode danificá-lo permanentemente. 

O padrão desse tipo de equipamento médico é o uso de baterias alcalinas, mas isso varia de acordo com cada produto.

Para manter a carga corretamente, basta orientar-se pela vida útil apontada na tela de exibição, realizando os carregamentos ou substituições conforme o manual do fabricante.

Vantagens do uso de um estetoscópio digital

App de esteto eletrônico

Modelo de estetoscópio usado atualmente em casa

Graças à amplificação, é mais fácil fazer os devidos exames e ouvir ruídos importantes, que não seriam auscultados no equipamento comum.

Soma-se isso à tecnologia de redução de ruídos externos, que pode ser de até 85%, e o foco na análise ainda mais prático e assertivo. 

Muito além da precisão, o registro dos dados e seus consequentes gráficos permitem documentar o procedimento de forma mais completa, detectando alterações mínimas. 

Além disso, a transmissibilidade favorece a troca de informações entre médicos e viabiliza a adesão dos profissionais às possibilidades da Telemedicina

Inclusive, como o som é ampliado em até 20 vezes, o estetoscópio eletrônico também pode ser muito valioso para os alunos de Medicina. Afinal, eles passam a ter mais facilidade para conhecer e identificar os sons cardíacos e pulmonares durante sua aprendizagem.

De forma resumida, esse equipamento médico melhora significativamente as rotinas nos consultórios, beneficiando tanto os profissionais de saúde quanto seus pacientes. 

Como se não bastasse, essa tecnologia ainda favorece a carreira dos especialistas que sofrem com perda auditiva. Antes, eles  se viam impossibilitados de usar um estetoscópio comum e cumprir com procedimentos básicos, como diagnósticos clínicos ou triagens.

Isso porque, além de amplificar bastante o sinal de áudio, o estetoscópio digital também exibe o fonocardiograma ou fonopnemograma de maneira visual. 

Assim, com todos os sons captados em tela, sua análise pode ser visual, o que permite a atuação até mesmo dos médicos com deficiências auditivas mais severas. 

Vale a pena um estetoscópio digital? 

Na medida em que as tecnologias avançam e se tornam mais presentes nos consultórios médicos, muitos profissionais podem sentir certo receio em sua adesão.

Contudo, é graças às constantes inovações que a Medicina se transforma em uma área cada vez mais eficaz e com menor incidência de erros.

Por mais que novos equipamentos, como o estetoscópio eletrônico, possam gerar dúvidas e questionamentos durante seu uso, eles se tornam indispensáveis com o passar do tempo.

Sendo assim, ainda que os estetoscópios comuns sejam a maioria, a tendência é que aos poucos eles deem lugar aos benefícios dos modelos digitais.

Nesse processo, aqueles que já se familiarizam com suas vantagens e empregam o equipamento em suas rotinas saem na frente.

Obviamente, para saber se esse tipo de investimento vale a pena ou não, é preciso analisar suas demandas profissionais e sua própria realidade de atendimento.

Em todos os casos, mesmo se um estetoscópio digital não faz sentido para você agora, provavelmente ele será uma exigência futura para se manter alinhado à evolução da área da Saúde.

Outro ponto importante é ficar atento aos modelos, para que gerem os benefícios esperados em suas rotinas. Quanto a isso, abordo algumas recomendações logo abaixo.

Principais tipos de estetoscópio digital do mercado

Como qualquer equipamento médico para compra, aluguel ou comodato, é fundamental realizar uma boa pesquisa de mercado antes de tudo.

Nesse sentido, não deixe de conhecer a fundo os diferentes modelos disponíveis, suas funcionalidades, padrões de qualidade, garantias dos fabricantes e assim por diante.

Com uma consulta na internet, você poderá descobrir quais opções melhor se adequam às suas necessidades e quais as opiniões dos usuários sobre o produto em questão.

Dito isso, três modelos de estetoscópio digital merecem destaque especial, pois além de sua reconhecida excelência, também demonstram as diferentes utilidades do aparelho. São eles: 

3M™ Littmann® Modelo 3200

Estetoscópio eletrônico Litmann

Estetoscópio eletrônico Litmann que amplifica os sons pulmonares e valvulares.

Trata-se do estetoscópio eletrônico mais conhecido do mercado nacional. 

Ele só funciona por meio de pilhas alcalinas, que têm sua duração indicada no visor e precisam de troca após 60 horas de uso. 

Contudo, é possível encontrar outros modelos da marca Littmann em versões com baterias recarregáveis. 

O grande destaque é a resistência do produto contra derramamentos de líquidos, limpezas constantes e quedas. 

Sua capacidade de ampliação de sons é de até 24 vezes, além da tecnologia de eliminação de sons externos. O que é ótimo para situações em que os ruídos do coração ou pulmão são muito fracos. 

Além disso, esse estetoscópio digital oferece conexão bluetooth, o que lhe permite se conectar a dispositivos e sistemas externos, gerando os registros e gráficos que mencionei ao longo do artigo.

Dessa maneira, mais que uma excelente opção para o atendimento presencial, ele ainda permite a adesão às diferentes modalidades da Telemedicina. Seja para o registro dos exames em prontuários eletrônicos, para o compartilhamento entre médicos em teleinterconsultas, para o atendimento remoto via teleconsultas, entre outros casos.

StethoMe

Auscultador portátil eletrônico com app

Estetoscópio digital que pode ser sincronizado com o mobile.

Já o StethoMe não se relaciona necessariamente ao foco deste artigo – já que seu público-alvo não são os profissionais de saúde -, mas merece uma menção especial.

O foco do seu uso está em pais e responsáveis, para que saibam quando é necessário levar os filhos até um médico.

Levando em consideração que diversos atendimentos e consultas de emergência são desnecessários, o aparelho identifica se os batimentos de crianças e bebês estão em parâmetros saudáveis. 

Nesse sentido, o diferencial é que os usuários não precisam ser especialistas em Medicina para utilizar esse estetoscópio eletrônico

Sem fios e de estrutura minimalista, o equipamento funciona sem fios junto a um aplicativo com Inteligência Artificial para analisar os parâmetros de saúde.

A partir da análise inteligente, ele indica se é necessária uma visita ao pronto-atendimento, se o paciente pode fazer uma teleconsulta ou se apenas orientações simples podem sanar o problema. 

CliniCloud

Estetoscópio e termômetro digital

Dois gadgets importantes para uso doméstico com mobile

Para finalizar, o CliniCloud alia a tecnologia do estetoscópio digital a um termômetro eletrônico sem fio e à uma conexão com smartphone.

Por meio do kit, os pacientes podem ter análises de temperatura e batimentos cardíacos de forma muito mais prática.

Como o próprio aplicativo demonstra onde o aparelho deve se posicionar, também há a possibilidade de usá-lo sem conhecimentos em Medicina.

Dessa maneira, ele também é perfeito para consultas à distância, sem a necessidade de contato físico entre médicos e pacientes.

Por trazer métricas completas, que incluem frequências cardíacas, temperatura, histórico de batimentos e outras, ele também é uma excelente opção para ter no consultório.

Ou seja, é uma solução versátil e muito completa para médicos e o público em geral, seja nos atendimentos presenciais ou nas teleconsultas. 

Conclusão

O uso de bons estetoscópios eletrônicos representa uma evolução natural nas tecnologias de ausculta, que tornam os exames mais precisos, práticos e livres de erros.

Muito além da precisão sonora e eliminação de ruídos, ainda é possível registrar os dados dos pacientes e transformá-los em gráficos e relatórios que tornam as análises mais assertivas, alinhadas às novas demandas dos consultórios e também às exigências inerentes aos atendimentos remotos.

Se você gostou de saber mais sobre o estetoscópio digital e quer se informar sobre os principais avanços da área da Medicina, não perca nossos próximos artigos

Assine a newsletter da Telemedicina Morsch e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FAMED - FURG – Fundação Universidade do Rio Grande – RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Pediátrica pela PUCRS. Linkedin

COMPARTILHE