Telemedicina com comodato: 6 dicas para escolher a melhor empresa

Por Dr. José Aldair Morsch, 4 de abril de 2017
Telemedicina com comodato

Uma empresa de telemedicina com comodato precisa oferecer além do aparelho, agilidade e baixo custo nos laudos. Alugar os equipamentos médicos sempre envolve uma pesquisa entre várias empresas no mercado, pois existem muitas que somente alugam o aparelho sem nenhum outro benefício.

Através de um orçamento detalhado, informações de qualidade são necessárias para as Clínicas poderem escolher a empresa que mais se adapta às suas necessidades.

Procure sempre por empresas consagradas, com um trabalho eficiente e reconhecido.

Veja o que é preciso levar em consideração na escolha do equipamento ideal para o seu serviço. 

Solicite um orçamento

Sobre o que é Telemedicina

Quando o dono de uma Clinica decide pesquisar por um aparelho médico na internet, o que mais encontra é a Telemedicina envolvida em oferecer o aparelho em comodato para realizar os exames.

A Telemedicina é uma especialidade que foi regulamentada para atender a uma população distante que não tem acesso a especialistas. 

Através da informática e internet foi possível desenvolver uma plataforma de atendimento em nuvem. Os clientes enviam os arquivos dos exames e os especialistas que estão logados em tempo real interpretam os exames e liberam os laudos médicos em 30 minutos.

Isso revolucionou o atendimento médico no mundo e agora é possível ter um especialista virtual em qualquer lugar que tenha internet.

Onde a Telemedicina com comodato se torna vantajoso para todos?

Enquanto o cliente busca o aparelho e descobre que junto pode ter os laudos, acaba contratando muito mais do que imaginava. A empresa de Telemedicina fideliza o cliente ao oferecer o aparelho e tem seu lucro nos laudos.

O cliente que recebe o aparelho paga uma mensalidade e recebe mensalmente 30 laudos gratuitos. Paga somente pelos excedentes.

Esse modelo é praticado para praticamente todas as especialidades, vejamos as mais famosas:

  • Cardiologia com eletrocardiograma, Mapa de pressão e Holter de ECG 24 horas
  • Pneumologia com espirometria clínica e ocuapcional
  • Neurologia com eletroencefalograma clínico e ocupacional, polissonografia

A Telemedicina com comodato na Medicina ocupacional

Quando descrevo exame clínico e ocupacional, estou justamente me referindo a medicina do trabalho. 

É sem dúvida a área que mais se beneficiou com a Telemedicina, conseguindo aproveitar um mercado de exames que era direcionado para os consultórios dos especialistas.

Agora a clínica de medicina do trabalho pode fazer os exames na sua sede ou até mesmo ir com os aparelhos portáteis até as empresas.

Quero saber mais sobre eletroencefalograma clínico e ocupacional

A legislação Brasileira está cada ano mais organizada na fiscalização das empresas que prestam serviços de telemedicina.

Acompanhe abaixo as 6 dicas dos especialistas para não ter dor de cabeça ao utilizar os serviços não adequados a nossa realidade.

  1. Registro no Conselho Federal de Medicina

Para oferecer um serviço sério e bem conceituado, a empresa de telemedicina deve ter seu registro nos órgãos reguladores. Neste caso, o principal fator para a escolha do serviço é o registro no Conselho Federal de Medicina.

Com essa documentação, o contratante pode ficar seguro sobre a seriedade e as condições físicas da clínica, como higiene, sanitariedade e tecnologia utilizada.

  1. Aparelhos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Não basta ter aparelhagem tecnológica, é necessário que esta seja segura para os funcionários e demais pessoas que a utilizarão.

O registro da Anvisa garante o bom funcionamento dos equipamentos e sua eficiência na hora de cumprir suas funções.

Não aceite uma empresa de telemedicina que não forneça equipamentos registrados na ANVISA.

Lembramos que a compra de equipamentos da China é proibida pelos órgãos e passível de multa.

  1. Preços justos

Por se tratar de uma nova forma de aplicar a medicina ocupacional, as clínicas de telemedicina podem cobrar um preço um pouco salgado.

No entanto, existem empresas que aproveitam a situação para utilizarem valores exorbitantes. O empreendedor deve, portanto, estar atento aos preços do mercado, para não ser enganado por empresas oportunistas.

Serviços sérios cobram o valor necessário para oferecer bons resultados em seu trabalho, porém, dentro da expectativa de preços da empresa.

  1. Prazos curtos de entrega dos laudos

O prazo de entrega de laudos médicos variam de acordo com a complexidade de cada exame.

No entanto, empresas que oferecem serviços ágeis costumam entregar os resultados mais rapidamente que outras.

Com equipamentos tecnológicos e profissionais especializados é possível otimizar a produção e admitir uma maior demanda sem comprometer as entregas.

QUERO ENTENDER MAIS SOBRE LAUDOS MÉDICOS

A empresa, portanto, antes de contratar o serviço de telemedicina com comodato de equipamentos, pode requerer um teste da empresa, para comprovar a agilidade do trabalho.

É possível contratar uma empresa de telemedicina que entrega os laudos dos exames em 30 minutos, enquanto outras precisam de 24 horas ou mais.

  1. Alta qualidade dos serviços com especialistas registrados no CFM

Já mencionamos anteriormente que o trabalho com valores justos e prazos curtos são determinantes na escolha de uma empresa de telemedicina com comodato de equipamentos. No entanto, superior a estes dois fatores, está a qualidade dos serviços.

Técnicas de interpretação dos exames detalhadas, seguindo protocolos das sociedades de medicina e resultados com mínima margem de erro podem garantir laudos com maior eficiência e qualidade.

Por isso, sempre se certifique sobre a maneira com que os serviços de uma empresa de telemedicina são realizados, desde os materiais até os processos internos.

  1. Suporte permanente da fábrica e da empresa de Telemedicina

Opte por uma empresa que ofereça um suporte à sua clínica sempre que necessário. O comprometimento entre as duas partes é fator importante para construir uma relação de confiança com a provedora dos serviços. Mesmo que se trate de comodato de equipamentos médicos.

Para montar o serviço de telemedicina dentro da empresa é necessário ter a segurança de que a clínica possui condições de lidar com eventuais falhas nesses equipamentos.

Aproveite seu aparelho analógico e envie também seus exames!

É possível escanear ou fotografar os exames impressos em papel e enviar normalmente para a central de Telemedicina.

Os especialistas conseguem interpretar da mesma forma que fazem com os arquivos enviados de aparelhos digitais.

Para quem usa seu aparelho para fazer os exames consegue um valor muito atraente nos laudos. Se informe!

Neste caso existem empresas como a Telemedicinamorsch que oferece um aparelho novo durante o conserto do seu aparelho estragado. Assim, ambas as partes conseguem trabalhar de forma eficiente atendendo às respectivas expectativas.

CLIQUE AQUI PARA SABER QUAIS APARELHOS PODEM SER ADQUIRIDOS

Gostou do nosso artigo? Compartilhe! Assine nosso blog!

Dr. José Aldair Morsch – Cardiologista – Especialista em Telemedicina

Dr. José Aldair Morsch
Dr. José Aldair Morsch
Cardiologista
Médico formado pela FURG - Fundação Universidade do Rio Grande - RS em 1993 - CRM RS 20142. Medicina interna e Cardiologista pela PUCRS - RQE 11133. Pós-graduação em Ecocardiografia pela PUC-RS. Pós-graduação em Cardiologia Pediátrica pela PUC-RS. Linkedin

COMPARTILHE

Entre em contato por WhatsApp
Enviar mensagem pelo WhatsApp